O que é neuropatia periférica?


Um pouco de Anatomia e Fisiologia
Os nervos periféricos são estruturas que ligam músculos, órgãos e glândulas ao Sistema Nervoso Central (cérebro e medula espinhal). Os neurônios (células nervosas) são compostos pelo núcleo e seus dendritos, axônio e bainha de mielina.
Os nervos periféricos têm função motora e atuam no sistema músculo-esquelético ordenando a contração muscular, ou seja, controlam a força, a precisão e a delicadeza dos movimentos voluntários. Também têm ação sensitiva (na sensibilidade) e são responsáveis pela percepção de estímulos como o calor, o tato, a temperatura, a vibração e a dor, transmitindo-os ao sistema nervoso central onde as informações são processadas e interpretadas. Os nervos periféricos também comandam órgão e glândulas como o coração, os vasos sanguíneos, o aparelho digestivo, a bexiga e o aparelho respiratório controlando a pressão, a freqüência cardíaca, os movimentos intestinais, a micção, ereção, etc e estas ações são denominadas autonômicas pois são involuntárias.

O que é neuropatia periférica?
As neuropatias são lesões que acometem os nervos periféricos e que se estendem da medula ou do tronco encefálico até as extremidades do corpo. Ocorrem em 2% da população e em adultos com mais de 50 anos pode chegar a 8%.
Quais os sintomas?
Produzem sintomas motores como a perda de força, alterações da destreza, movimentos mais elaborados, alteração da marcha e até desequilíbrio.
Os sintomas sensitivos são a diminuição da sensibilidade tátil (paciente não sente nada quando é tocado em determinado local), dolorosa (anestesia no local) ou hipersensibilidade com dor neuropática (excesso de dor) e até formigamentos.
Existem manifestações autonômicas como descontrole da pressão arterial, da sudorese, do lacrimejamento, alteração da temperatura entre outros. Todos os sintomas dependem do nervo periférico acometido e da sua causa.
Os sintomas de neuropatias habitualmente se instalam de forma gradual, progredindo lentamente,e como toda regra há suas exceções, há situações mais graves como a polirradiculoneurite aguda ou a porfiria aguda intermitente em que os sintomas se desenvolvem mais rapidamente, ao longo de dias ou horas, ocasionando até dificuldades respiratórias e requerendo internação neurológica imediata, muitas vezes em ambiente de UTI.

Atrofia de mão direita devido à lesão periférica de C2- C3 com perda de força.

Quais as causas?
Uma das causas mais freqüentes de neuropatia periférica é o diabetes mellitus. Ela se manifesta principalmente com dor e queimação nos pés, principalmente no período noturno, mas pode se manifestar com dor generalizada, lombar, etc…
No Brasil, infelizmente há uma grande incidência da neuropatia devido a Hanseníase, que é a Lepra, e é muito comum mas pouco diagnosticada.Não podemos esquecer que é uma doença que tem tratamento e cura na maioria das vezes.
Outras causas incluem:
- a desnutrição devido à pobreza ou ainda consequente à cirurgias do aparelho digestivo,
-as doenças autoimunes como o lupus eritematoso sistêmico e a poliradiculoneurite crônica,
- as neuropatias degenerativas hereditárias,
- os traumas por acidentes como a lesão do plexo braquial,
-os traumas por movimentos repetitivos como a Síndrome do Túnel do Carpo (ver Post “A Síndrome do Túnel do Carpo”)
-os distúrbios metabólicos adquiridos ou congênitos.
Qual o melhor Tratamento?
O tratamento depende de vários aspectos como o quadro clínico do paciente e sua causa.
O tratamento medicamentoso deve focar o controle da dor, quando presente, e na maioria das vezes são utilizadas medicações para dor crônica, como antidepressivos e anticonvulsivantes.
Em todos os casos é imprescindível o acompanhamento de um médico Fisiatra pois a reabilitação é essencial para a melhora dos sintomas e da funcionalidade. Nos casos em que o paciente não apresenta sintomas e nem sequelas devido às alterações neurológicas, o médico Fisiatra auxilia na prevenção de complicações e dos sintomas.
O banho de contraste é uma das opções para algumas neuropatias, veja no vídeo abaixo:

Se você tem alguma dúvida sobre neuropatia periférica deixe seu comentário!

About these ads

249 Respostas para “O que é neuropatia periférica?

  1. ola,tenho duvidas a respeito de cirurgia para quem tem neuropatia sinsitiva, pois eu tenho e vou precisar fazer a cirurgia e estou com medo.obrigda.

  2. JOSE DANILO BRAGA DA CUNHA

    \SOU PORTADOR DE NEAUROPATIA PERIFERICA SENSISITIVA AXONAL, MUITO VENHO LUTANDO PARA ALCAÑÇAR A CURA DESSA DOENÇA, ESTOU SENDO MEDICADO COM LIRICA-PREGABALINA , MAS VEJO QUE NÃO TENHO RESULTADO, ESTOU A 10 MESES, DESDEDE QUE DESCOBRI VENHOA LUTANDO , POIS SOU PORTADOR DE HAIV AIDS E O MEDICAMENTO 3TC- LAMIVUDINA E ESTAVUDINA FORAM OS QUE CAUSARAM ESSES EFEITOS, OCORRE QUE O MEDICO JA RETIROU, SERA QUE IREI FICAR CURADO? aGUARDO RESPORTA, SE HOUVER OUTRO TRATAMENTO MAIS ADEQUADO. UM FORTE ABRAÇO DANILO CUNHA

    • Olá, José!
      Você deve saber que o HIV por si só pode ocasionar neuropatia periférica. Sabemos que no Brasil, 70% dos pacientes com HIV apresentam neuropatia, destes, 90% apresentam sintomas apenas sensitivos e na Eletroneuromiografia predomina a lesão sensitivo motora axonal. Esta neuropatia acontece em estágios avançados da doença, com imunossupressão avançada, desnutrição e diminuição da contagem de CD4.
      Os nucleosídeos antiretrovirais, no seu caso a lamivudina e a estavudina, podem ocasionar neuropatia periférica de predomínio sensitivo.Geralmente tem instalação subaguda e no início ocorre apenas alterações de sensibilidade e dor, tardiamente aparecem alterações de reflexo e diminuição da sensibilidade nas extremidades em ambos os lados.Manifestações motoras (movimentos) podem acontecer em estágios avançados, mas não são progressivas. Esta neuropatia depende do tempo de uso da medicação, insuficiência renal associada, uso de outras medicações que agridem o rim, contagem baixa de CD4 e de existência prévia de alguma neuropatia.
      Nos dois casos, o prognóstico depende do seu histórico e da lesão, que pode ser avaliada por uma avaliação clínica minuciosa e através da Eletroneuromiografia. O tratamento medicamentoso é feito com anticonvulsivante (você já está tomando)ou antidepressivos e medidas de reabilitação, como uso de meios físicos, cinesioterapia, estímulo de propriocepção e até acupuntura.
      O tratamento de reabilitação você encontra em Centros de Reabilitação no SUS.
      Espero ter ajudado.

  3. JOSE DANILO BRAGA DA CUNHA

    gOSTARIA DE SABER SE HA CIRURUGIA E SE PODE SER REALIZADA PELO SUS, E QUAIS SAO OS RISCOS DE UMA CIRURGIA COMO ESSA, SE FOR PRECISO FAZER. UM FORTE ABRAÇO DANILO CUNHA

    • Olá, José!
      Infelizmente desconheço métodos cirúrgicos para neuropatias ocasionadas por HIV.
      Na lista de links, tem o link do Centro de Dor e neurocirurgia funcional do Hospital Nove de Julho, mande um email para o Dr Claudio Correa, pois ele é um neurocirugião e poderá responder suas dúvidas sobre cirurgia para neuropatia por HIV.

  4. JOSE DANILO BRAGA DA CUNHA

    Dra. Ja realizei o exame eletroneurpmiografia, e o resultado foi a neuropatia sensisitiva axonal,minhas pernas pesam muito, mao lisa e pes liso, uma caixa de lirica é muito caro, exitem outros mdedicamentos que sejam baratos e qu eu possa comprar. Qual é o email do Dr. Claudio orreia, par qu eu possa lhe fazer uma consulta, pois ficarei muito grato. Sou cearense e a medicina não é taõ avançada nesses tipos de atendimento. EStou coma a craga viral indetectavel e cd4 700, pois tambem retiraram o 3tc, acredito que posso melhorar, já que iniciei o tratamento e acunpultura e com certeza essa melhora sera bastante acreditada por mim. Um forte abraço. Danilo Cunha

  5. Por favor me ajudem! Venho sofrendo a mais de 6 meses de polineuropatia-sentiva-motora. Já fui em vários médicos e tomei vários medicamentos mas ainda continuo sofrendo com essa doença! Quero me livrar de uma vez por toda dessa enfermidade! O último neurologista que eu fui me passou 10 sessões de fisioterapia e me pediu uma resonancia magnética pois ele suspeitava que essa polineuropatia estava sendo causada por uma hérnia de disco! Fiz a resonancia mas o resultado foi negativo. E agora? O que fazer? Fisioterapia melhora ou piora um quadro de polineuropatia-sentivo-motora? Qual o melhor tratamento para curar a polineuropatia-sensitiva-motora? Quem puder conversar comigo pelo msn meu endereço é: yesadriano@hotmail.com

    • Olá, Adriano!
      Existem várias causas de polineuropatia e o diagnóstico é importante juntamente com o quadro clínico do paciente para sabermos o prognóstico do paciente.
      Para fazer o tratamento de rebilitação mais adequado, sugiro que você procure um médico Fisiatra para prescrever o melhor tipo de fisioterapia e/ou outras terapias indicadas no seu caso.
      Espero que dê tudo certo!

  6. Obrigado por responderem a minha postagem! Existe várias causas de polineuropatia como foi dito, mas eu gostaria de saber quais são as principais causas de polineuropatia-sensitivo-motora e quais são os principais exames pra diagnosticar a causa da mesma?

    • Olá, Adriano!
      Existem várias doenças que levam a polineuropatias sensitivo-motora e que se eu pudesse citar todas, escreveria um livro!
      Para ajudar você a se nortear, estas neuropatias podem ser classificadas como:
      1-Hereditária. Ex- Doença de Charcot-Marie Tooth, Doença de Dejerine-Sotas, Doença de Refsum, etc…
      2-Auto-imunes. Ex-Sd de Guillain-Barre, Sd de Miller-Fisher, etc…
      3-Metabólicas. Ex-Diabetes Mellitus (muito comum), deficiência de vitamina B, etc…
      4-Infecciosas.Ex- AIDS, Hanseníase, Citomegalovírus, herpes zoster (mais comum mononeuropatia), raiva, difteria, etc…
      5-Compressivas. Costumam ser mononeuropatias e não polineuropatias.
      6-Alcoólica.
      O exame para mostrar o tipo de neuropatia é a eletroneuromiografia, mas para definir qual a sua causa é necessário, em exame clínico associado a exames complementares conforme a suspeita clínica.
      Como você percebeu, é complicado responder sua pergunta pel internet devido à complexidade da resposta.
      Sugiro que você converse com seu médico para esclarecer suas dúvidas pois existem várias causas de polineuropatia sensitivo motora, desde as doenças raras até as mais comuns em nosso meio como a Diabetes, hanseníase e alcoolismo.
      Espero ter ajudado!

  7. Viva,

    Como saber se não havendo nada orgânico (no EMG) nem nenhuma doença, se poderá ter contraído uma disfunção do ssistema nervoso que leva a uma poilineuropatia periférica crónica? hÁ alguma maneira de testar se houve uma disfunção do sistema nervoso? Ou se a dor é psicológica?

    Obrigado

    Filipe

    • Olá, Filipe!
      Não entendi sua dúvida.
      Você quer saber se existe polineuropatia periférica crônica sem alteração na Eletroneuromiografia?
      Não existe.
      Espero ter adivinhado sua pergunta, senão, pergunte novamente de maneira diferente, ok?

  8. Olá,

    Comecei a fazer musculação em casa com halteres (10 kilos cada) há sete meses. Desde Abril que comecei a sentir ardor e formigamento nos braços (cotovelos e mãos). Sentia uma espécie de ardor e dormência (semelhante a quando batemos com o cotovelo em algo duro) a percorrer os tendões (no exercício de trícepes alter para trás e para cima, ao posar o halter). Também me doia as mãos (tenho as mão perras, quentes e a latejar). Fazia uma hora de treino. Parei há cerca de 6 meses, quando me apercebi que as dores se mantinham apos o treino. Fiz uma massagem tui-na (muito forte) pelo corpo todo e agora o ardor é também pelas costas todas, especialmente no pescoço e ombros. Nunca mais passou. Sinto uma espécie de picadinhas actualmente nessa zona.

    Fui ai hospital e Foi-me diagnosticado uma dor neuropática. Tomei lyrica, fiz uma ressonância magnética à cervical e um EMG. Não me foi detectada nem lesão nem compressão. Mas a dôr continuou até hoje. Tenho vincos mito acentuados nas costas quando durmo. Deixei de tomar lyrica. Não enti muita diferença.

    Entretanto fui à net e ouvi falar da terrível dor neuropática periférica crónica :( Estou em depressão desde aí. Pergunto:

    Como saber se não havendo nada orgânico (no EMG) nem nenhuma doença, se poderá ter contraído uma disfunção do sistema nervoso que leva a uma poilineuropatia periférica crónica? hÁ alguma maneira de testar se houve uma disfunção do sistema nervoso? Ou se a dor é psicológica? Ou para sempre? :(:(:(. Afinal esta dor crónica vem da espinha ou de alterações no cérebro. EStou com tanto medo……era tão feliz….

    Obrigado

    Filipe

    Tenho um filho com 8 meses que precisa de mim. Estou desesperado. Por favor ajudem-me, já que nenum neurologista o fez.

    PS: Será isto a a cura ou a resolução da procura da origem destas dores:

    http://www.medtel.co.uk/coventry/article/197

    • Oi, Filipe!
      Agora entendi melhor sua dúvida.
      Pela sua descrição não me parece neuropatia, parece uma Síndrome Dolorosa Miofascial.
      Para saber seu diagnóstico corretamente você precisa de um especialista em dor, preferencialmente um médico Fisiatra para ajudá-lo a definir o diagnóstico e a causa da sua dor e assim, instituir um tratamento adequado.
      Gostaria de lembrar que minhas considerações não são um diagnóstico ou uma proposta de tratamento, são hipóteses baseadas nas informações que você me deu e na literatura científica.
      Boa Sorte!

  9. Gostaria de saber o que acontece se eu nao tratar a polineuropatia-sensitivo-motora? Essa doença é grave? Pode levar a morte se nao receber nenhum tipo de tratamento?

    • Olá, Adriano!
      A polineuropatia sensitivo motora pode ter diversas causas, e este é um fator importante pois ajuda a definir um prognóstico com relação à doença.
      Vale a pena você saber que quanto mais tempo você demorar para realizar o tratamento adequado, mais os sintomas ficarão fortes.
      Não hesite em procurar ajuda!

  10. Fui ao neurologista e mostrei a ele a eletroneuromiografia e ele depois de olhar o exame me disse que esse meu problema é genetico. Disse que nao tem cura, e nem tratamento que resolva. Segundo ele, eu nasci programado para manisfestar essa doença. Ele me disse que eu nanci com um nervo defeituoso. Deixo aqui uma pergunta: como é que essa minha polineuropatia-sensitivo-motora é genetica se na minha família só tem eu com esse problema?

    • Caro Adriano,
      Algumas doenças genéticas podem ser transmitidas por alguém da sua família que não manifestou a doença. Isto depende se a doença se manifesta somente com um genótipo como por exemplo os homozigotos recessivos que vem de pais heterozigotos.
      Para ter certeza, procure uma segunda opinião ou se consulte com um geneticista.

  11. Uma outra pergunta que eu quero deixar aqui é: É possível a um neurologista afirmar que a causa da minha polineuropatia-sensitivo-motora é genética apenas basiado em uma eletroneuromiografia?

    • Olá, Adriano!
      Provavelmente o médico se baseou na eletroneuromiografia e na sua avaliação clínica para fazer esta afirmação.
      Se você tem dúvidas, procure uma segunda opinião!
      Boa Sorte!

  12. venho há algum tempo tentando saber sobre a causa de uam Neuropatia que venho apresentando,já estou me trantando com um neurologista,em umas das eletroneuromiograifas que fiz tive como diagnostico polirradiculopatia sentivo motora…umas das causas que poderia ser viral entre elas o HIV, HTLV …etc…mas fiz exame de HIV de HTLV entre outros que não deram nada ,meu PCR também deu normal,devo ainda fazer o exame de Liquor que foi receitado pelo medico..minha pergunta é a seguinte: essa polirradiculopatia sentivo motora pode ser causada pelo HIV ou pelo HTLV mesmo dando negativo no exame que realizei ou só mesmo o exame de Liquor vai poder diagnosticar o que eu tenho….abraços…… Obs: ainda tenho os sintomas…

    • Olá, Alain!
      Respondendo à todas as suas perguntas:
      A neuropatia ocasionada pelo HIV acontece quando a doença já está bastante evoluída, ou seja, se você ainda não teve o diagnóstico confirmado de HIV, provavelmente a neuropatia não foi ocasionada por este vírus. Vale lembrar que o diagnóstico de HIV pode ser mascarado até 2 meses após a infecção, mas este período é insuficiente para a instalação de uma neuropatia.
      Existem diversas causas de neuropatias que devem ser descartadas:
      1-Hereditária. Ex- Doença de Charcot-Marie Tooth, Doença de Dejerine-Sotas, Doença de Refsum, etc…
      2-Auto-imunes. Ex-Sd de Guillain-Barre, Sd de Miller-Fisher, etc…
      3-Metabólicas. Ex-Diabetes Mellitus (muito comum), deficiência de vitamina B, etc…
      4-Infecciosas.Ex- AIDS, Hanseníase, Citomegalovírus, herpes zoster (mais comum mononeuropatia), raiva, difteria, etc…
      5-Compressivas. Costumam ser mononeuropatias e não polineuropatias.
      6-Alcoólica.
      Sugiro que você converse com seu médico para esclarecer suas dúvidas pois existem várias causas de polineuropatia sensitivo motora, desde as doenças raras até as mais comuns em nosso meio como a Diabetes, hanseníase e alcoólica.
      Boa Sorte!

  13. Estou procurando a causa de minnha neuropatia fiz exames de HIV HTLV Sífiles…etc…daqui há algusn dias farei exame de Liquor para saber a causa de Tal Neuropatia…gostaria de saber se esse exame Liquor pode dar positivo para os exames mencionados

  14. Obs: Os exames que fiz ( HIV HTLV ETC…) deram negativo

  15. Realizei uma nova eletroneuromiografia e desta vez o resultado foi: Polineuropatia periférica sensitivo-motora, de padrão desmielinizante, com sinais de degeneração axonal secundária e sinais de reinervação crõnica. Por favor me expliquem o que isso significa?

    • Olá, Adriano!
      Literalmente sua eletroneuromiografia significa que você tem uma neuropatia em vários nervos que apresenta alteração de sensibilidade e força muscular, com alteração na velocidade de condução dos impulsos nervosos, sinais de acometimento do axônio (parte estrutural do neurônio) e de regeneração nervosa.
      Mostre o resultado ao seu médico e ele te orientará conforme seu estado clínico.

  16. Gostaria de ter mais informação sobre neuropatia cronica do msd direito ja fasso tratamento 11 meses para esta doença tenho altos e baixos a medicação que tomo e 400mg piracetam, 400mg gabapentina 6 mg meloxicam e 12 em 12 horas, nâo consigo fazer muito esforço fisico e nem ativiades que tenho que forsa o meu braço direito, em alguns momentos tenho a sensação de que os meus dedos estão sendo esmagados, sinto um estiramento em todoi o braço sinto que a musculatura fica dura e uma dor intensa, fasso fisioterapia mais sinto que estou perdendo a minha força o meu neurologista faluo que não tem cirurgia para o meu caso e que em dezembro farei um novo eletroneuromielografia para ver a evolução da doença gostaria de saber mas sobre esta doença e seus tratamentos desde ja o meu muito obrigado. waniria leão maia de goiânia

    • Olá, Waniria!
      Primeiramente, você precisa saber qual é a causa da neuropatia do seu braço direito e qual nervo ele está comprometendo. Com isto, você saberá o porque de seus sintomas e o que faz eles aparecerem e ficarem mais intensos, e assim, poderá evitá-los diminuindo uma grande parcela da dor que sente.
      Só a medicação não resolve todos os sintomas, é necessário fazer um tratamento de reabilitação.
      Como você disse que mora em Goiânia, sugiro que você procure no CRER o médico Fisiatra Victor Telles que poderá te ajudar com o seu tratamento medicamentoso e de reabilitação.
      Boa Sorte!

  17. Existe alguns exames que comprove que a causa da minha polineuropatia é genética? Se existir por favor me diga quais são e como eles são realizados!

    • Olá, Adriano!
      Para isto é necessário saber toda sua história clínica, um exame físico bem detalhado e por fim alguns exames complementares. Se mesmo assim, se a causa de sua polineuropatia for genética, você deverá consultar um geneticista que através de exames de DNA específicos para este fim, poderá identificar a causa para você. Na prática, isso não é feito de rotina pois o custo é alto e não mudará o seu tratamento, mas pode ser realizado para saciar sua curiosidade!
      Boa Sorte!

  18. Olá!
    Gostaria de saber se medicamentos quimiterapicos quimioterapicos antineoplasicos podem causar algum tipo de neuropatia periferica. Se sim, quais e de que maneira?
    Desde ja, obrigada!

    • Olá, Nayara!
      Sim, a quimioterapia e até a radioterapia podem ocasionar neuropatia periférica.
      Na quimio, as medicações que possuem neurotropismo (são várias!) são as que mais geram este tipo de alteração.
      Se for seu caso, converse com seu médico sobre as medicações quimioterápicas que está utilizando e se ela podem ocasionar neuropatia e se neste caso, vale o custo-benefício.
      Boa Sorte!

  19. OLá amigos estou tentando saber a causa de uma neuropatia fiz exame de liquor que não apresentou nehnuma anomalia extto neste item
    TRANSAMINASE GLUTAMICO-OXALACETICA (TGO): 12 UI/L (até 10 UI/L)
    olhando este resultado observei que houve uma pequena elevação o que significa tal item…??? pode ser essa a causa de minha neuropatia…????
    abraços….

    • Olá, Alain!
      Acredito que você se confundiu!
      A TGO não é um marcador bioquímico do líquor, mas está presente no sangue e avalia o estado do seu fígado.
      O valor mencionado não significa nada se não for acompanhado de outras alterações hepáticas e clínicas, e pela sua descrição, é um valor normal.
      Não tem nenhuma relação com neuropatia periférica.
      Espero ter ajudado!

  20. Através de exame eletroneuromiografia foi diagnosticado que tenho Polineuropatia periférica sensitivo-motora, de padrão desmielinizante, membro inferiores . A causa foi de origem medicamentosa. Parece que a doênça está estabilizada mas o médico disse que não há tratamento, ou nada o que fazer. Por favor preciso de uma indicação de um neurologista especialista em neuropatia periférica em Brasília. Poderiam me indicar alguns ou uma clínica que tenha um especialista deste? Será que não preciso de um fisiatra para evitar um atrofiamento muscular?

    Obrigado e aguardo uma indicação!

    • Olá, Luiz!
      Se a causa de sua neuropatia foi medicamentosa e você já suspendeu as medicações, não precisa ficar preocupado. Pela sua eletroneuromiografia, que apresenta caráter desmielinizante, significa que há chances de regeneração se a causa for retirada.
      Agora, se por qualquer outro motivo a medicação que originou esta polineuropatia não puder ser retirada, converse com seu médico sobre a substituição da medicação e se mesmo assim não for possível, aí sim procure um especialista.
      Infelizmente não conheço nenhum neurologista em Brasília especialista em polineuropatia,mas você poderá encontrar escrevendo para a Sociedade Brasileira de Neurologia:sbn@sbn.com.br . Se você não apresentar nenhum sintoma e quiser fazer um tratamento de prevenção, sugiro que você entre em contato com uma fisiatra de Brasília a Dra Maike Schaiden: maikeschaden@hotmail.com
      Boa Sorte!

  21. ola tudo bem
    sou rene e gostaria de saber e esclarecer umas duvidas
    nao sou de preocupar com doenças mas tem umas coisas me perturbando eu tenho fibromialgia e meu pai morreu a 7 anos com polineupatia periferica e eu ando sentindo umas dormenças nas maos e meus pes quando acordo custo dar conta de andadar ando toda dura
    uns 5 ninutos depois vai melhorando

    abraços irene

    • Olá, Irene!
      As causas de polineuropatia são inúmeras e nem todas que são hereditárias. Se a causa de seu pai for hereditária, você precisa conversar com seu médico.
      A Fibromialgia tem vários sintomas inespecíficos (lei o Post “Eu tenho Fibromialgia?”) que podem ser encontrados em outras doenças como a polineuropatia periférica. Para saber com clareza a origem de seus sintomas converse com o médico que te acompanha ou procure um médico Fisiatra para esclarecer sua dúvida e indicar o melhor tratamento medicamentoso e de reabilitação.
      Boa Sorte!

  22. ola tenho uma pessoa na familia q tem neuropatia periferica por desnutricao,essa pessoa esta c o C P K alterado,tem alguma relacao dessa proteina com neuropatia ou sao distintas?qual melhor tto?ele ja foi em varios medicos e n ve mtos resultados nos ttos.ultimamente ta tomando alginac e lyrica…obrigada

    • Olá, Jane!
      O CPK é uma proteína e um marcador inespecífico, que demonstra atividade muscular. Pode estar alterado em várias situações, desde uma atividade física intensa até em patologias como miopatias; em casos patológicos, está alterado juntamente com outros marcadores. Sua alteração isolada não significa muita coisa.
      Alguma neuropatias podem apresentar alterações musculares, mas são muito específicas. Antes de mais nada, esta pessoa da sua família deve saber qual o tipo de neuropatia que tem e depois investigar sua causa. Seu tratamento dependerá de medicamentos específicos para os sintomas, para a causa (se possível) e da reabilitação das estruturas envolvidas. Para ter um bom resultado com o tratamento, é necessário o conjunto destas ações.
      Um médico Fisiatra poderá auxiliar no diagnóstico e tratamento da neuropatia. Boa Sorte!

  23. Há um ano e meio as funções de minha mão esquerda tem diminuído. A cada dia, as atividades corriqueiras ficam mais difíceis, especialmente os movimentos mais delicados, como o de pinça, além da perda de força. (Minha mão identifica-se com a imagem acima!)Já fiz sete ENMG, investigação de líquor da coluna, sangue, etc. Desde julho/2009 tenho apenas um “melhor diagnóstico”: Neuropatia Motora Multifocal de causa auto-imune.
    Já me submeti a três aplicações de imunoglobulina, porém, sem sucesso. Como sou de Brasília, penso em procurar um profissional mais especializado fora daqui. Seguem portanto algumas perguntas:
    1. Será que o caminho está correto? Outra medicação pode ser utilizada?
    2. O que pode ser feito para fechar o diagnóstico em 100%?
    3. Há algum especialista que possa ser recomendado.
    Grato.

    • Olá, Nascimento!
      Você já sabe qual o tipo de neuropatia que está apresentando e que ela tem uma causa auto-imune, mas já foi definida a doença autoimune que está levando a isto? Ela é genética? Ela é de origem reumática? Ela faz parte de alguma Síndrome? Ela é progressiva? Estes detalhes e os seus dados clínicos são importantes para determinarmos o tratamento e o prognóstico.
      Para fechar o seu diagnóstico completamente, sugiro que você procure um Neurologista especializado em neuropatias autoimunes ou um Imunologista. Acredito que você não precisará sair de Brasília, pois na Universidade Federal deve ter alguém que seja referência no assunto ou poderá te indicar alguém que seja.
      Eu já tive pacientes com neuropatias autominunes e cada um se manifestou e evoluiu de maneiras diferentes. Por isto, seu tratamento será específico para seu caso. Não esqueça de que é tão importante quanto o diagnóstico correto e o tratamento medicamentoso, é o tratamento de reabilitação pois te ajudará a melhorar a perda de função que você citou. O Tratamento de reabilitação deve ser prescrito por um médico Fisiatra, ou seja, você precisará ser acompanhado por pelo menos dois médicos, ok?
      Espero ter ajudado e estarei aqui para novas dúvidas!

  24. BOA TARDE,MORO NO RIO DE JANEIRO SOU SOROPOSITIVO ME TRATO NO SUS E MEDICADO DESDE 2006 COM CARGAVIRAL INDETECTAVEL E CD4850, MAS SINTO DORES NAS PERNAS A DOIS ANOS E NÓS PÉS A UM ANO E MEU MÉDICO INSISTE QUE NAO É DA MEDICAÇÃO (TENOFOVIR, EFAVIRENZ, LAMIVUDINA) JÁ FIZ ELETRONEUROMIOGRAFIA QUE DEU NORMAL, JÁ TOMEI VÁRIOS, REMÉDIOS, FISIOTERAPIA, PALMILHAS, TENIS “APROPRIADO” E CONTINUO SENTINDO DORES DEMAIS E AGORA VENHO SENTINDO NOS BRAÇOS E COSTA DAS MÃOS. JÁ NAO SEI MAIS O QUE FAZER! PELO AMOR DE DEUS SERÁ QUE ALGUEM PODE ME AJUDAR?

    • Olá, Francisco!
      Sugiro que você procure um especialista, no caso um neurologista especializado em neuropatia por HIV.
      Como já mencionado anteriormente, além de alguns antiretrovirais desenvolverem dor neuropática, a própria infecção por HIV pode levar à neuropatia. Existe ainda a possibilidade de ter desenvolvido outras causas de neuropatias. Definindo a causa da sua neuropatia, fica mais fácil instituir um tratamento medicamentoso e de reabilitação mais adequados às suas necessidades.
      Boa Sorte!!

  25. TENHO NEUROPATIA SENSITIVA , SINTO FRIO NNOS PES, E CALOR , TAMBEM UM POCO DE DOR AS VEZES ….MAIS CINTO QUE MINHA DOENCA ESTA EVOLUIMDO , ESTOU APAVORADO. NAO SEI MAIS OQUE FAZER.
    AMILCAR CREMONESE

    • Olá, Amilcar!
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra para ajudá-lo a descobrir a causa da sua neuropatia e o melhor tratamento medicamentosos e de reabilitação para você.
      Boa Sorte!

  26. Jose Ãntonio Cassiano Júnior

    Ola estou mandando esse e-mail, pois estou pedindo a sua ajuda, meu pai era um homen saudável e forte e apareceu de repente nele uma polineuropatia periférica. E ele precisa de um tratamento urgente, onde nós moramos em MG, já procuramos varios médicos e não adiantou. E ele não tem condições se quer de pagar medico particular, somos de familia pobre, essa doença da muita fraqueza e dores nas pernas, e mau consegue andar dentro de casa, já tentou também pelos SUS e não conseguiu vaga, a doença dele é muita rara e precisa de especialistas.
    Se o senhor der prioridade para o problema dele ficaremos agradecidos desde já, somos em três irmãos,e resolvemos mandar esse e-mail por que ele precisa muito da ajuda e pensamos logo em você.

    Sou Izadora, moro em Conceição dos Ouros, uma cidadezinha que se localiza no interior de MG.
    Tenho uma familia composta por 5 pessoas: Pai, mãe, meu 2 irmãos e eu.
    Meu pai sempre trabalhou, tanto na roça como em industria. Mas ha alguns anos apareceu uma doença nele, que esta impossibilitando ele de andar. A doença é denominada Polineuropatia Periférica, que afeta nervos do corpo. Foi-se feito varios exames, mas em nenhum deles foi descoberta a causa. A doença anda se alastrando cada vez mais, prejudicando seus movimentos. Nao anda sem ajuda ou sem apoio, pois corre-se o risco de cair. Nao se alimenta direito. Anda emagrecendo cada vez mais. Alem do mais, os neurologistas em que meu pai se consultou disseram que o especialista correto pra tratar sua doença seria um neuromuscular, mas nao é econtrado aqui em nossa região. Ele precisa de um tratamento feito pelo SUS, pois somos de familia pobre, nao temos condições de pagar tratamento particular. Entao peço humildimente que ajude meu pai, pois o meu desejo e de toda a minha família é que, nesse ano que está por vir, ele volte a ter saúde novamente, pois é muito triste ver o que ele está passando. Caso precise de mais algumas informações, posso manda-las a qualquer momento. Desde já

    • Olá, Izadora!
      Infelizmente ainda temos muitos problemas no interior do Brasil, mas vocês não devem perder a esperança e continuar procurando ajuda para o seu pai, pois existe tratamento à disposição de todos pelo SUS. Por este motivo, você ou alguém da sua família devem procurar ajuda na Prefeitura da sua cidade, pois se sua cidade não tem condições de proporcionar ao seu pai a assistência de que ele necessita, a prefeitura deve encaminha-lo para uma cidade próxima que ofereça, sem custo nenhum para vocês.
      A polineuropatia periférica pode ter diversas causas e uma das mais frequentes no Brasil, principalmente em quem trabalha na roça, é o Hansen. É importante que este diagnóstico seja investigado no seu pai. Uma vez determinada a causa da polineuropatia, fica mais fácil determinar o tratamento e o seu prognóstico.
      Não desistam!

  27. bom dia ,meu pai foi diagnosticado com polineuropatia periferica,a causa diabete e artrose na coluna no canal cervical,o medico neurocirurgiao falou que ele nao pode fazer cirurgia agora pois a dor é muito intensa.Voce poderia me explicar melhor o motivo,DELE NAO FAZER CIRURGIA se souber.Tambem gostaria de saber o que nos da familia podemos ajudar na recuperaçao do meu pai?
    Hoje ele esta no hospital internado fazendo tratamento com neurologista,fisioterapeuta.
    Ele sente MUITA DOR NOS MMII,QUASE NAO CONSEGUI MEXE-LOS E JA ESTA COMEÇANDO A FICAR RIGIDOS O QUE PODEMOS FAZER PARA AJUDA-LO.
    VOU ME CASAR ESSE ANO E QUERIA TANTO QUE MEU PAI ME LEVASSE PARA O ALTAR.
    OS MEDICOS NAO EXPLICAM DIREITO O QUE ESTA ACONTECENDO COM O MEU PAI E SE ELE VAI VOLTAR A ANDAR.
    ESPERO SUA RESPOSTA,DESDE JA MUITO OBRIGADO.

    • Olá, Fernanda!
      Pela sua descrição, seu pai tem uma artrose que está acometendo o canal cervical e é chamada de estenose do canal medular, ou seja, atingindo a medula o que pode estar limitando seus movimentos e causando dor.
      Sugiro que você se acalme e converse com o médico, peça a ele para explicar exatamente qual é o quadro do seu pai, se há indicação de fazer cirurgia e o porquê. Como é ele quem está acompanhando o caso, só ele poderá explicar quais as condições clínicas de seu pai.
      Sugiro que se você tiver dificuldades para conversar com o médico do seu pai, solicite uma segunda avaliação de outro especialista mais acessível.
      Boa Sorte!

  28. Adimilson Alves da Silva

    olá, tenho polineuropatia sensitivo motora já tomei citoneurim, gabapentina e agora estou tomando lyrica. Gostaria de saber se existe algum medicamento mais recente e mais eficaz. Sinto como se meu corpo estivesse dentro de uma fogueira. Por favor se alguem souber de algum profissional referência no assunto onde for me informem. Obrigado…

    • Olá, Adimilson!
      O Lyrica é a medicação mais recente no Brasil parao tratamento de dor neuropática. Infelizmente, somente a medicação não é suficiente para o alívio completo dos sintomas, o tratamento de reabilitação é essencial para esta melhora.
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra para prescrever o melhor tratamento de reabilitação indicado no seu caso.
      Boa Sorte!

  29. marciapivetta policarpo

    estou com neuropatia periferica sensitiva nas duas maos,que medico procurar ,um fisiatra ou nao? grata.

    • Olá Marcia!
      Se você apresentar sintomas e incapacidades associadas, é importante você procurar um médico fisiatra para minimizá-los e até mesmo saná-los!
      Boa Sorte!

  30. Bom dia, estou a procura de um médico especialista em neuropatia periférica. Minha mãe sofre com este problema a aproximadamente 5 anos. Sente fortes queimações, formigamentos e repuxões nas pernas, do joelho para baixo. No começo, quando ainda não estava diagnosticado, ela fez duas cirurgias para retirada da veia safena das duas pernas, fez fisioterapia, RPG e 4 eletroneuromiografias (todas com diagnóstico de problema). Consultamos 16 neurologistas até que um nos indicou uma médica especialista na área, mas as consultas não estão rendendo muito. As vezes vamos ao hospital e o prontuário da minha mãe não é localizado. Então temos que contar toda a história novamente. Nem sempre é a mesma médica que nos atende. A médica nos disse que neuropatia não tem cura e só tende a piorar com o passar dos anos. Disse que futuramente minha mãe vai ficar em uma cadeira de rodas e que o tratamento é apenas a base de analgesia, mas a minha mãe já tomou Cimbalta, Lyrica (que só faz efeito pela manhã) e atualmente está tomando Gabapentina sem sucesso. Ela tem artrose, hérnia de disco, osteoporose, está curando uma fratura na coluna devido a um atropelamento em 01/09/2009, tem trombocitemia, dislipidemia e é hipertensa. Ela consegue controlar todos esse problemas com o uso de medicamentos, só a neuropatia que não conseguimos controlar. Consegue fazer pequenas tarefas domésticas, mas logo precisa deitar. Tem muita dificuldade para subir escadas. Estamos em busca de outra opinião médica, visto que já li muito a respeito e vi que em alguns casos pode ter cura. Tenho esperança. Existe cirurgia? Se alguém puder me indicar um especialista peço que informei o nome, local de atendimento e telefone da clínica. Conto com seu apoio, pois minha mãe sabe de toda a gravidade do problema e está em profunda depressão. Moro sozinha com ela, preciso trabalhar, e não sei mais o que fazer. Nos ajudem por favor.

    • Olá, Ana Paula!
      Existem vários tipos de neuropatias periféricas e várias causas também.
      Para saber qual o prognóstico de determinada neuropatia é imprescindivel saber qual a causa desta neuropatia. O melhor especialista para fazer este diagnóstico é o neurologista.Feito o diagnóstico da causa o tratamento é feito com medicação e reabilitação, sendo que neste último caso é o médico Fisiatra que determinará qual tratamento é mais indicado através do exame clínico e da avaliação das incapacidades apresentadas pelo paciente.
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra na sua cidade (Brasília) para saber qual o melhor tratamento de reabilitação é indicado para sua mãe depois de ter sido determinada a causa da neuropatia.
      Boa Sorte!

  31. Esqueci de informar. Nós moramos em brasília.

  32. Meu nome é Luciane, tenho uma filha de 1 ano e 4 meses, desde os 8 meses percebo que ela não ficava em pé, não conseguia sentar sozinha, procurei um neuropediatra, desde entaum ela faz fisioterapia e natação, ela ja fez a eletroneuromiografia e agora a neuro encaminhou para exames de sangue de vitamina b6, b12 e e, ela disse que tem suspeita de polineuropatia. Com a fisioterapia já vi grandes evoluções, ela mexe com mais firmeza as pernas, quando esta deitada consegue sustenta-las no ar, anda com o triciculo, ela senta sozinha (as vezes), ela apenas não fica em pé, mas se eu colocar ela no chão elas faz os movimentos de andar.
    Minha pergunta é, minha filha vai andar?
    Gostaria de uma opinião?

    • Olá, Luciane!
      Essa resposta é muito difícil inclusive para o médico que a acompanha, pois pelo que descreveu ainda não tem o diagnóstico definido.
      Quando sua filha tiver um diagnóstico definido e associado com o quadro clínico avaliado pelo médico será mais fácil para ele te dar um prognóstico.
      Uma coisa é certa, se você observou grandes melhoras com a fisioterapia significa que está sendo realizada de maneira correta e que você está no caminho certo!
      Estou torcendo para que dê tudo certo!

  33. Quais os tratamentos existentes para a polineuropatia periferica localizada nos dedos dos pes quando o gabapentina e o cloridrato de nortiptilina já sendoutilizados há longo tempo não resolvem ?

    • Olá, Ariel!
      Existem várias medicações que podem ser utilizadas na dor neuropática, mas a opção depende do histórico do paciente como sua idade, doenças associadas, causa da neuropatia, tratamento de reabilitação realizado, etc…
      Minha sugestão é que você procure um médico Fisiatra para auxiliá-lo a identificar qual a melhor opção medicamentosa e terapêutica no seu caso.
      Boa Sorte!

  34. Tenho polineuropatia. Recentemente estou sentindo umas coceiras em ambas as pernas que se apresenta mais a noite quando estou dormindo! Gostaria de saber se essa coceira nas pernas pode ter sido provocada pela medicação de nome Nimesulida, a qual eu estava tomando para tratar a doença ou se é apenas mais um dos sintomas da polineuropatia-sensitivo-motora?

    • Olá, Adriano!
      Pode ser devido às duas coisas. Para saber se é devido ao uso da nimesulida (no caso, você teria desenvolvido uma reação alérgica), a coceira vem acompanhada de outros sintomas como vermelhidão, inchaço e aumento de temperatura, a interrupção do uso da medicação melhoraria os sintomas em algumas horas ou dias. Por outro lado a neuropatia pode levar à sensações “estranhas” como a coceira por exemplo, como o seu tipo de neuropatia engloba a parte sensitiva dos nervos e estes por sua vez são os que determinam nossas sensações como o quente, o frio, o tato, a propriocepção e a dor, pode ser que o tato esteja alterado provocando a sensação de coceira.
      Sugiro que você converse com seu médico para interromper a medicação e fazer o teste.
      Boa Sorte!

  35. O último neurologista que me atendeu disse que o meu problema é caso de internamento, o qual ele marcou uma data de retorno, dia 15/03 para o procedimento do mesmo. Faz mais de uma semana que suspendi o uso da nimesulida do meu tratamento e a coceira continua. Se essa coceira nao parar de tanto eu coçar vai se transformar em feridas. Até o dia 15 o que eu posso fazer para aliviar ou evitar essa coceira nas pernas?

    • Olá, Adriano!
      Converse com seu neurologista para saber se existe uma maneira de resolver este problema mais rápido.
      Sugiro que se isto não for possível, tente evitar de coçar o local exatamente para não desenvolver feridas que poderão piorar o quadro. Para aliviar não recomendo que tome medicação ou passe qualquer produto, pois poderá causar uma alergia nesta área que está mais sensível e agravar a situação. Uma alternativa para aliviar é colocar as pernas por um a dois minutos sob água gelada.
      Boa sorte e depois conte para nós o resultado de sua internação.

  36. Obrigado! Infelizmente nao tem como eu conversar com o meu neurologista mas posso me consultar com qualquer um outro neuro em clínica particular. Hoje comecei a usar na perna direita um outro creme para tentar evitar a coceira mas depois do que voce falou vou suspender o uso deste medicamento. Depois que eu comecei a apresentar essa coceira na perna esquerda fiz uso de um creme que eu uso a bastante tempo no rosto para o tratamento de uma dermatose conhecida como dermatite seborréica. O nome do creme é: cetoconazol + dipropionato de betametasona Com o uso da nimesulida o meu pé que estava meio inchado havia desinchado totalmente mas quando fiz uso deste creme na perna esquerda, no dia seguinte o meu pé amanheceu todo inchado e permanece inchado até agora. Gostaria de saber se isso aconteceu por causa do uso do creme o qual citei, ou se foi por causa da coceira, já que voce falou que a coceira pode vim acompanhada por outros sintomas incluindo o inchaço? Gostaria de saber também se essa medicação que eu uso a bastante tempo no rosto para o tratamento da dermatite poderia ter sido a causa dessa minha polineuropatia? Na bula do medicamento diz o seguinte: o uso excessivo e prolongado de corticosteróides pode suprimir a função hipófise-supra-renal, resultando em insuficiência supra-renal secundária. Gostaria de saber o que isso significa?

    • Olá, Adriano!
      As pessoas que tem dermatite seborreica são mais propensas a alergias. No entanto, para sabermos o que está causando estes sintomas é necessário uma avaliação clínica detalhada. A insuficiência supra-renal causaria outros sintomas mais sérios.
      Sugiro que consulte o seu médico para esclarecer suas dúvidas,ok?
      Boa Sorte!

  37. valter paulo da silva

    oi bom dia eu estou com um exame para fazer ENMG eu gostaria de saber com se faz este exme

    • Olá, Valter!
      Este exame é utilizado para identificar alterações nos nervos e músculos envolvidos no estudo. É composto por duas fases, em uma é estudada a condução dos nervos através da medida da velocidade e da amplitude de sua onda que a corrente elétrica utiliza para percorrê-lo (o paciente sente “choquinhos”).Na segunda fase, através da inserção de agulhas observa-se o comportamento dos músculos envolvidos no estudo.
      Espero ter esclarecido suas dúvidas de maneira fácil de entender.

  38. |Ola
    estou sofrendo a 2 anos com essa doença e ja passei por varios médicos e especialidades diferentes, fiz todos os exames possiveis e nada aparece a não ser na eletroneuromiografia que deu como polineuropatianeural. Tenho dores horriveis em todas as partes do corpo…os médicos não descobrem a causa…o que posso fazer…por favor me ajude pois não consigo nem mais dormir com tantas dores, alem d não conseguir nem caminhar mais.

    • Olá, Volmir!
      Sugiro que você procure um neurologista especializado em neuropatias para descobrir a causa da sua polineuropatia e também um médico Fisiatra para prescrever o tratamento medicamentoso e de reabilitação que você precisa para melhorar seus sintomas.
      Boa Sorte!

  39. Olá meu nome é Rosana, sou portadora de Doença de Wilson (disfunção genética do metabolismo do cobre) e desde junho/2009 comecei a ter um tipo de formigamento, um tipo de embotamento nas pernas, procurei um neurologista que solicitou um exame de ENMG que acusou: “Polineuropatia Sensitiva Axonal incipiente” o neuro me receitou citoneurim, todavia não senti nenhuma melhora.
    Resolvi procurar a equipe do HCFMUSP que me tratou da DW que decididiram procurar a causa da polineuropatia, fiz vários exames para verificar a parte da tireóide, parte reumática, acido fólico, megalovirus, vitamina B12 que não acusaram nenhuma justificativa para a neuropatia, posteriormente solicitaram RNM da coluna cervical, eletrofore se Proteínas, Imunofixação de Proteínas Urinárias, Sífilis, Cobre na Urina de 24 horas, cobre sérico, Hemograma e Contagem de Plaquetas. Os neurologistas chegaram a conclusão de que a polineuropatia está sendo causada pelo baixo nível de cobre em meu organismo (me disseram que encontraram na literatura médica 1 caso de um rapaz portador de DW, que trattando da DW ficou com um nível de cobre tal baixo que causou uma polineuropatia), então está vem sendo a linha de tratamento, atualmente estou fazendo uso de Lyrica (pregabalina) e mandaram eu parar de usar o Acetato de Zinco (que é o medicamento que usava para não haver acúmulo de cobre no meu organismo) e também disseram que eu podia parar de usar o citoneurim já que não estava apresentando nenhuma melhora e me solicitaram um exame de Líquor. Só sei dizer que desde meados de janeiro para fevereiro senti que a polineuropatia piorou pois antes a sensação de embotamento era até os joelhos e agora sinto até mais ou menos metade das coxas e tb sinto que já está começando afetar as mãos também, pois venho sentindo uma sensibilidade estranha na ponta dos dedos das mãos. Será que vc poderiam me ajudar me explicando melhor o que está acontecendo comigo, se eu poderia procurar outros especialistas que poderiam me ajudar a sanar este problema, pois tenho medo de ficar sem tomar o Acetato de Zinco (apesar que eles disseram que vão me monitorar e que ficarei sem o remédio somente durante um tempo) pois tenho cirrose hepática devido a DW (apesar que já conversei com o meu hepatologista que me acompanha a quase 13 anos desde que fui diagnosticada da DW, e ele me disse que não haverá problemas se eu ficar sem tomar o Acetato de Zinco durante um tempo). Por todo o exposto peço a grande gentileza de me fornecerem uma ajuda, pois me sinto muito perdida, pois além de ser portadora de uma doença rara como a DW, ainda venho desenvolver uma outra patologia rara que é a Polineuropatia na DW. Agradeço de coração!

    • Olá, Rosana!
      Entendo sua preocupação e é normal que sinta-se assim!
      Para ser sincera, é primeira vez que ouço falar de alguém com polineuropatia devido à Doença de Wilson, por este motivo, não posso te dar um prognóstico.
      A boa notícia é que em todos os casos de polineuropatias, independente de suas causas, o tratamento é medicamentoso e de reabilitação. Portanto, se existem muitas controversias com relação ao acetato de zinco, siga as orientações do neurologista que você confia e procure um tratamento de reabilitação com um médico fisiatra que poderá utilizar a fisioterapia, a terapia ocupacional e até outros tipos de terapias para melhorar seus sintomas.
      Se você é paciente do HCFMUSP, solicite ao seu médico um encaminhamento para a FISIATRIA, quem sabe você não acaba passando comigo?De qualquer forma, tenho certeza de que qualquer médico Fisiatra vai te ajudar muito!
      Boa Sorte!

  40. Olã, gostaria de saber qual o melhor medico especializado em Polineuropatia sensitivo-motora no brasil ou no mundo. Qual clinica oferece melhor tratamento e recurso caso seja nescessario operaçao. Volta a frisar, no Brasil ou no mundo. Aguardo contato urgente. Grato

    • Olá, Anselmo!
      Sua pergunta é muito difícil pois envolve diversos especialistas, pois existem muitas polineuropatias sensitivo-motora. Você sabe a causa? O que pretende do médico: diagnóstico, tratamento medicamentoso ou reabilitação?
      Deu para entender porque não existe um só bam-bam-bam?

  41. ola tenho neuropatia devido a um cancer no tronco cerebral e des de entao nao consigo usar salto alto msm depois que curei,a neuropatia um dia some sera?

    • Olá, Hellen!
      Cada caso é um caso.
      Sem uma avaliação do seu quadro é difícil fazer um prognóstico.
      Sugiro que converse com seu médico e esclareça suas dúvidas!

  42. olá
    gostaria de saber além da fioterapia se existe algum tratamento via oral p/ a polineuropatia e o médico é mesmo o neurologista ou fisiatra.
    A médica disse que ainda meu problema ñ é severo que está somente nas mãos e nos pés mas estou melhorando lentamente com fisioterapia de 100% estou 80% e vai fazer 4 meses.
    Tive lendo os depoimentos e a maioria sempre se queixa de fortes dores e eu ñ tenho porque?
    Aguardo um retorno.
    Atenciosamente

    • Olá, Simone!
      Sim, existem medicações que são analgésicos que aliviam a dor da neuropatia. Tanto o neurologista quanto o Fisiatra podem receitá-los, mas são indicados baseados na clínica do paciente, o que quero esclarecer, é que se você já está melhorando com a fisioterapia, não há necessidade de introduzir medicação agora. Lembre-se que TODAS as medicações tem seus efeitos colaterais e se você está melhorando sem elas, para que mexer no tima que já está ganhando?
      Existem diversas causas, formas e graus de comprometimento das polineuropatias que por sua vez apresentam manifestações diferentes. Se você não tem dores fortes, melhor para você, não é? Meu único conselho é que não interrompa seu tratamento de reabilitação e quando tiver finalizado, faça atividade física para prevenir as recorrências das crises de dor!
      Continue assim e boa sorte!!

  43. oi

    Gostaria de saber se a tireoide e uma infecção urinária provoca a polineuropatia?

    • Olá, Simone!
      A tireóide é uma glândula responsável pelo metabolismo de nosso corpo, sua alteração desencadeará problemas deste tipo.
      A infecção urinária pode levar a problemas renais ou no trato urinário, não ocasiona polineuropatia.

  44. Fui diagnosticada com hanseniase na semana passada após 8 meses sem diagnóstico de uma neuropatia no ulnar que do dia para a noite perdi a sensibilidade do quarto e quinto dedo da mão esquerda, já fiz cirurgia de descompressão do nervo mas sem voltar resposta sensitiva. Meu diagnósico é tardio onde já se apresentam sequelas. Todos meus nervos (ulnar, fibular, sural) estão o dobro do tamanho normal do lado esquerdo do corpo, os nervos do lado direito estão espessados também, mas em menor grau que o esquerdo. Sinto dores horríveis no corpo, tenho tomado codeina 30mg sem sucesso e solpidem para dormir sem sucesso tb. Esta semana farei um biopsia do sural, onde já me avisaram que perderei a sensibilidade do dorso do pé. Minha pergunta, estou com uma equipe de especialistas, neurocirurgião, Dermatologista Hansenologista, Neurologista, oftalmologista. Gostaria de saber se um fisiatra também poderia me ajudar, uma vez que perdi força no braço esquerdo e meu 4 e quinto dedos da mão esquerda já estão um pouco em formato de garra. No aguardo, obrigada,

    Abraços…

    • Olá, Eu!
      Sim, um médico Fisiatra ajudará e muito!A neuropatia por hanseníase pode levar a várias sequelas e o médico Fisiatra é o especialista que ajudará a preveni-las ou uma vez instaladas, como superá-las da melhor maneira possível. Com relação aos seus braços, o tratamento de reabilitação deve priorizar a recuperação de força e sensibilidade o máximo possível e prevenir as deformidades para não atrapalhar sua função. Quanto ao seu pé, será necessária uma avaliação para sabermos sobre a necessidade de uso de órteses (se perder função motora) ou de palmilhas (após o exame da podobarometria) no caso de perda de sensibilidade ou alteração na estrutura do pé (na maioria das vezes ocorre um desabamento). Finalmente, o médico Fisiatra poderá auxiliá-lo na sua independência, se por alguma lesão nervosa houver perda de função, este especialista optará através da reabilitação por métodos que restabeleçam capacidade de realizar estas tarefas perdidas.
      Espero ter ajudado!

  45. oi thais boa noite eu gostaria de saber com eu faço um exame RMG

    • Olá, Valter!
      Para fazer uma ressonância magnética é preciso ter uma indicação médica, o médico precisa fazer uma avaliação clínica e ver se há necessidade ou contra indicação para a realização deste exame, se achar pertinente o médico faz o pedido que pode ser realizado em qualquer laboratório que tenha este exame.
      Espero ter esclarecido sua dúvida!

  46. Bom dia,

    Estou com neuropatia periféria há cerca de 6 semanas, provavelmente provocada pela ingestão de cicloserina para tratamento de TB-MR. De há 3 semanas para cá estou a tomar Neurobion, bem como Gabapentina 300mg às 3 principais refeições e poucas diferenças tenho notado.

    Ataca-me sobretudo a planta dos pés, com sensação de formigueiro contínuo e as laterais do pé são ultrasensíveis ao toque. Tenho também a constante sensação de pés frios e se fico algum tempo parado, a sensação começa a sentir-se também nas pernas, além da sensação de ter pesos de chumbo presos a elas.
    Tenho alguma dificuldade em flectir os dedos dos pés, mas geralmente quando o faço, parece que caminho sobre areia grossa.

    O pior são as noites, pois normalmente só consigo adormecer se estiver completamente esgotado e ainda assim acordo sempre durante a noite (como neste preciso momento!). Nestas alturas não é tanto o problema nos pés que faz com que voltar a adormecer seja díficil, mas sim a sensação de pernas pesadas e dor muscular, que tento contornar com à volta de 5 minutos de massagem na perna que doi.

    Mais especificamente, que tipo de neuropatia periférica posso eu ter? Não trabalho à alguns meses decorrente do tratamento de TB-MR e agora que finalmente estava em condições médicas de o poder voltar a fazer, ganho este bónus que me deixa desesperado cada vez que vejo uma velhinha a andar mais depressa do que eu na rua (tenho 1.89m e 24 anos!). Sem dinheiro a entrar, não há possibilidade de visitar um especialista e através do serviço de saúde, a espera é grande.

    O que fazer??! Obrigado e peço desculpa pelo extenso texto.

    • Olá, pf!
      Não peça desculpas, aqui também é um bom lugar para um desabafo!
      Somente pela sua descrição não é possível fazer um diagnóstico, nem tampouco um prognóstico do seu quadro.Seria preciso de uma avaliaçào clínica especializada e dados mais objetivos sobre seu problema.
      Não se desespere pois para tudo há tratamento e alívio de sintomas, basta saber ao certo o que está acontecendo!Se você entrar em pânico, a tendencia dos seus sintomas é agravar pois você irá entrar em depressão.
      Se você está sem condições financeiras, sugiro que procure sim um serviço de saúde, pois antes tarde do que nunca. Você não conseguirá melhora somente com medicações, necessita também de tratamento de reabilitação para a melhora dos seus sintomas e não conseguirá fazer isto sem ajuda sem ajuda de especialistas. Por isto , mais uma vez procure assistência médica conforme suas condições financeiras, mas não deixe de procurar pois a melhora não cairá do céu, ok?
      Boa Sorte!

  47. Jose Nilton da Silva

    tenho uma polineuropatia periferica causada por falta de vit b 12 causada por um anti-corpo no estomago q não reconhece a vit b 12 atraves dos alimentos, gostaria de saber se so a substituição por injeções de vit b 12 podem curar a polineuropatia? ou se preciso fazer outro tipo de tratamento? por favor aguardo respostas meu email alemao.jn@hotmail.com

    • Olá, José!
      Infelizmente não conheço esta polineuropatia que você tem, mas posso te fornecer algumas informações que podem ajudar a te esclarecer suas dúvidas.
      com relaçào à cura da polineuropatia, existe um exame chamado eletroneuromiografia que identifica o grau de lesão do nervo e com este exame, é possível saber se sua lesão nervosa é reversível ou irreversível. Se for reversível e se a causa é somente a falta da vit b12, você conseguirá a regeneração neurológica.
      Você precisará fazer outro tipo de tratamento se possuir sintomas como dor, formigamentos, alteração de sensibilidade ou motora, etc…Este tratamento pode ser realizado através de medicação e da reabilitação.
      Espero ter ajudado!

  48. ola meu marido tem polineupatia axonal e desmelinizante sensitiva motora,ha mais de um ano ele nao anda mais e esta super lento tem dificuldade para tudo e se treme o tempo todo ele esta tomando remedios prolopa,amato,vertizine,martidan mais nao deve melhora e ele tem diabete gostaria de saber se tem cura essa doença ,por favor aguardo resposta

    • Olá, Solange!
      É díficil dizer o prognóstico de um paciente sem saber sua história e sem examiná-lo. No caso do seu marido, também é necessário saber a causa da polineuropatia.
      Sugiro que vocês procure um neurologista especialista em neuropatia para orientá-los quanto ao prognóstico da doença.
      Boa Sorte!!

  49. Boa Tarde !!

    Sou fisioterapeuta, estou iniciando, e comecei a atender um paciente com diagnostico de Neuropatia Perferica Alcoolica. Ele esta desnutrido, sendo acompanhado por uma nutricionista, ja esta em recuperaçao de peso e massa muscular, e eu estou a 2 meses realizando um trabalho de ganho de força, coorde’nação e equilibrio (sentado). Ja esta com força significativa em MMII e MMSS, esquilibrio na posição sentado e esta quase ficando em pé. Gostaria de seaber nesses casos qual a posibilidade de ele voltar a andar. Obrigado.

    • Olá, Roger!
      Em primeiro lugar, parabéns pelo seu empenho em ajudar o paciente! São profissionais asssim que vencem e ajudam a melhorar a vida das pessoas!!
      Com relação ao prognóstico do seu paciente, para responder sua pergunta, eu precisaria examiná-lo, saber as medicações utilizadas e resultados de alguns exames, como a Eletroneuromiografia, por exemplo. Sugiro que você converse com o médico que o está acompanhando e esclareça suas dúvidas. O trabalho em equipe fica mais eficaz quando esta equipe conversa entre si. Você vai ver que o médico que o atende vai lhe ajudar e mais: começar a te indicar mais pacientes!!!
      Espero ter ajudado e se tiver outras dúvidas, terei o maior prazer em ajudá-lo se for possível.

  50. TENHO NEUROPATIA,PERIFERICA , SINTO DORES, CALOR, FRIO NOS PES E NO BRAÇO DIREITO.
    TAMBEM MEU INTESTINO FOI AFETADO, URINA TAMBEM.
    GOSTARIA DE SABER DE UM HOSPITAL ESPECIALIZADO NO BRASIL.
    SEM MAIS OBRIGADO
    AMILCAR CREMONESE
    PIMENTA BUENO, RONDONIA

    • Olá, Amilcar!
      Primeiramente sugiro que você procure um neurologista para ter certeza de que tem neuropatia periféria, pois pelo o que descreveu, os sintomas não são similares.
      Provavelmente em Rondônia você encontrará bons neurologistas vinculados à Universidade, se não conseguir lá, em Manaus e Belém, com certeza você encontrará este especialista.

  51. Dr. a 15 dias estou com uma dormência nos “dedões” dos pés, fui em um angiologista achando ser problema de circulação, mas ele diagnosticou que estou com problemas nos nervos sensitivos perguntei a causa e ele não soube me responder e me receitou neurontin, mas quando li a bula só diz que é um anticonvulsivante… Pode me dar alguma orientação??
    Desde já agradeço.

    • Olá, Luana!
      Se você realmente estiver com uma neuropatia sensitiva, esta medicação é indicada para o tratamento.
      No entanto, sugiro que procure um especialista (médico Fisiatra ou neurologista) para um diagnóstico mais preciso e se caso for uma neuropatia periférica, definir sua causa.
      Boa Sorte!

  52. olá Thais Saron

    PArabens pelo site, que traz informações importantes para pessoas que sofrem com estas dores terriveis da neuropatia.

    Pois bem eu gostaria de pedir uma sugestão. Minha mãe sofre com um neuropatia (dor forte nos pés) a causa é diabetes, esta diabetes foi adquirida de 1 ano pra cá, a glicemia agora está sob controle, mas os ultimos exames, constaram colesterol alto e tireoide, ela faz o acompanhamento com uma medica endocrinologiista, mas quanto as dores da neuropatia, não tem melhorado quase nada, ela está tomando (carbamapezina 1 comp ao dia e tramadol para tirar a dor) eu gostaria de levar minha mãe á um especialista , minha dúvida é qual especialista devo procurar? neurologista ou um fisiatra?

    Antecipadamente agradeço sua atenção e despreendimento para ajudar as pessoas.

    Jesus Albertino

    • Olá, Jesus!
      A neuropatia causada por diabetes demora muito anos para se instalar, na maioria das vezes 15 após o diagnóstico e com níveis altos de glicemia associado.
      Sugiro que sua mãe seja avaliada por um médico Fisiatra para elucidar mais precisamente o diagnóstico que está causando suas dores.
      Boa Sorte!

  53. Obrigado pela resposta. Só mais uma rsrsrs, ele estara indo realizar uma tomografia do cerebro. o que teremos que avaliar no resultado dessa tomo ??
    Obrigado mais uma vez.

    • Olá , Roger!
      Se foi solicitado uma TC de crânio, provavelmente ele apresenta alguns distúrbio neurológico que fale a favor de lesão cerebral. A TC visualiza melhor partes ósseas, calcificações e coleção de líquidos (se for contrastada), a ressonância nuclear magnética é mais indicada para avaliar partes moles.
      Para saber o motivo desta solicitação, você deve conversar com o médico dele para saber o que ele achou no exame clínico e o que está suspeitando.

  54. olá thais,minha irmã mais nova, hoje com 27 anos sofre de neuropatia periferica devido a hanseniase q tratou aos 13 anos. hoje ela tem dores horriveis nos pés e alguns dedos das maos, perdeu a sensibilidade dos pés. nos ultimos exames q fez apareceram ainda uma dermatite cronica na pele e a presença do citomegalovirus. gostaria q nos informasse sobre um profissional q tratasse deste problema ou uma clinica. Moramos em Rondonia , e a falta d profissionais no estado é muito grande. Por favor nos indique um lugar especializado, pois ela esteve no parana para exames e nada foi resolvido. as dores estao só aumentando, e precisamos de orientação. obrigada.

    • Olá, Ingrid!
      Com relação à dermatite crônica e o citomegalovírus, sugiro que procure um dermatologista e um infectologista. Podem ser consequencias das medicações que ela usa para o tratamento da Hanseníase.Acredito que estes profissionais você encontrará na Universidade Federal de Rondonia.
      Com relação à dor o ideal seria que ela procurasse um médico Fisiatra para orientá-la com relação à medicação para a dor, uso de órteses ou palmilhas se for necessário e o tratamento de reabilitação. quanto ao Fisiatra de Rondônia, infelizmente não conheço nenhum, sugiro que você procure no site da Associação Brasileira de Fisiatria para achar em um local mais acessível para vocês.(temos o link aqui)
      Boa Sorte!

  55. Há 10 anos após pegar um grande peso adquiri Hénias de disco na coluna lombar. Estou em tratamento. O Neurocirurgião informou-me que não é caso para cirurgia. Passou-me exame de eletroneuromiografia que concluiu: …no momento sugere polineuropatia sensitiva e motora de caratér desmielinizante. Sinto fortíssimas dores da cintura até a ponta dos pés, quando ando a dor aumenta sinto endurecer , pricipalmente a perna esquerda, tenho que parar agaixar e após um tempo melhora o sintoma e se continuar a andar todo o processo recomeça. Já fiz tratamento fisioterapico, apucuntura, ondas curtas , laser, cine… , sem melhora. Tomo muitos remédios para dor . Celebra 200, Tylex 30 , … além de remédio para pressão e diabét. Estes remédios logicamente me aliviam, porém sinto-me impossibilitado de viver realizando minhas atividades normais pois não posso ficar muito tempo sentado, em pé ou até mesmo deitado. Por favor peço uma orientação.

    • Olá, Wilton!
      Provavelmente sua dor é de origem muscular, a famosa Síndrome Dolorosa Miofascial.A sua polineuropatia que vc descreveu não justifica sua dor e incapacidade.Todos estes tratamentos que você citou ajudam na analgesie tratam a causa de sua dor, mas não reabilitam sua musculatura . Na fisioterapia é necessário fazer uma cinesioterapia adequada ao exame muscular que você apresenta, ou seja, a avaliação médica do quadro muscular é imprescindível para determinar como será a fisioterapia que deve ser feita. O médico mais indicado para esta avaliaçào e prescrição é o médico Fisiatra.
      Boa Sorte!

  56. Oi..desculpe foi uma Ressonancia Magnetica que foi solicitada e ao a TC. O que poderei avaliar nesse quadro ?? POis o medico esta em viagem e sobrou pra mim..rsrs No aguardo e obrigado mais uma vez.

    • Olá, Roger!
      Converse com o paciente e explique que você não está apto para fazer esta avaliação, pois quem deve ter esta responsabilidade é o médico.
      Se o paciente estiver impaciente, oriente a procurar outro médico que não esteja viajando.
      Não puxe esta responsabilidade para você, pois as consequências podem ser graves, ok?

  57. to passando soh pra dizer q gostei muito do site pois os medicos suspeitam q eu esteja com neuropatia e tinha minhas duvidas q lendo os comentarios gerais m ajudaram muito, parabens pelo site.
    abçs

  58. Olá Thais Saron,

    que bom que encontrei esse site MARAVILHOSO, obrigada por essa grande contribuição.
    Gostaria muito que você elucidasse as minhas dúvidas. A minha mãe é uma senhora de 64 anos de idade e há mais ou menos um ano e meio ela vem apresentando um quadro de cansaço extremo. Hoje, ela mal consegue andar pelas cômodos da casa, pois, se cança muito. Eu a levei no neurologista, foi feito o exame ENMG dos 4 membros e o diagnóstico foi de polineuropatia.
    Foram feitos vários exames:
    (Eletroforese das proteínas sericas; imonologia; glicemia de jejum; ácido folico; vitamina B-12; tiroxina T4 Livre; hormônio tireoestimulante *TSH*; Bacterioscopia Pesquisa de BAAR (orelha, joelho e cotovelo); Fator reumatóide – Teste do Latex; Bioquimica (Soro e soro/plasma); Hemograma completo; fator antinuclear)
    Todos os exames deram normais, com exceto da GLICEMIA (deu 114 mg/dl – intolerância a glicose) e as PLAQUETAS estão aletradas para mais 446.000.

    As minhas dúvidas são:

    ** o que significa a conclusão do exame ENMG: “Os achados neurofisiológicos são compativeis com POLINEUROPATIA PERIFÉRICA SENSITIVO – AXONAL compromentendo os membros superiores e inferiores, axonal, de moderada intensidade, associando comprometimento focal do nervo mediano ao nível do túnel do carpo, bilateral, de leve intensidade, envolvendo as fibras sensitivas.”

    **A minha mãe vai voltas a ter forças? A doença dela tem cura?

    ** A minha mãe pode morrer por conta da polineuropatia?

    **A mamãe está tomando o LYRICA, mas estou muito preocupada, pois, eu estava lendo a bula e em praticamente todos os tópicos da bula estão dizendo do forte risco de dar problemas renais sérios. Por favor, me responda essa pergunta mais que tudo nessa vida. Eu só tenho a minha mãe, não tenho mais ninguém por mim, me responda, por favor, se a mamãe TEM ALGUM RISCO DE TER PROBLEMAS RENAIS, por conta do LYRICA? OBS: os rins da mamãe são perfeitos.

    **Qual um médico neurologista especialista em polineuropatia que atende pela UNIMED aqui em Goiânia?

    **Qual um fisiatra aqui em Goiânia que atende pela Unimed? OBS: ( o Dr. Victor Telles do CRER, não atende pela Unimed)

    Muito obrigada pela atenção,
    Danielle

    • Olá, Danielle!
      A ENMG que vc descreveu significa que além da polineuropatia, ela apresenta Sd do túnel do carpo nos dois punhos.
      Para saber o prognóstico da polineuropatia é necessário saber sua causa e através do exame clínico, saber o que será possível recuperar com reabilitação. Pela polineuropatia ela não morrerá, mas é necessário determinar sua causa.
      A bula de qualquer medicamento não é escrita por médicos e sim, por advogados.O Lyrica é uma medicação segura e é muito utilizado para tratar polineuropatia.Fique tranquila.
      Quanto a um fisiatra, além do DR Victor Telles, a Dra Ana Cristina Ferreira Garcia é muito competente e poderá lhe indicar um neurologista. Não sei se ela atende Unimed, ela trabalha no CRER e em uma clínica.
      Boa Sorte e fique tranquila!

  59. Por favor preciso saber se tem cura a neuropatia periférica englobando o nervo fibular esquerdo, ou o melhor tratamento?
    Desde já muito grato!

    • Olá, José Marcos!
      Para saber o prognóstico desta lesão do nervo fibular, é necessário uma avaliação clínica e uma ENMG.Para conseguir esta resposta e ter o melhor tratamento, sugiro que procure um médico Fisiatra.
      Boa Sorte!

  60. lI MUITO ARESPEITO DE DOR NOS PÉS. AINDA NÃO CONCLUÍ O NOME DESSA DOR QUE ESTÁ NAS PONTAS DOS DEDOS (TIPO GARRA) E NESSA PARTE QUE VEM LOGO ATRÁS DOS DEDOS QUE NUM DOS TEXTOS LI COMO “AMORTECEDORES”. ESQUENTAMENTO CONTÍNUO, SENSIBILIDADE REDUZIDA E DOR TERRÍVEL AO CAMINHAR DESCALÇO EM SUPERFÍCIE RÍGIDA. tENHO OS DEDOS COMO SE ESTIVESSEM CONGELADOS. nÃO TENHO DIABETES, NÃO TENHO NENHUM PROBLEMA DE ARTICULAÇÃO, SALVO DORES LOMBARES EM PERÍODOS ESPARÇOS E RAROS. JOGO BASQUETE. tENHO 68 ANOS E EMBORA SUPORTE ESSE PROBLEMA PROGRESSIVO HÁ MAIS DE DEZ ANOS, PELA 1ª VEZ FICO 20 DIAS SEM JOGAR POR CAUSA DE INFLAMAÇÃO NAS PONTAS DOS PÉS.

    • Olá, Irineu!
      Existem várias patologias que podem ocasionar dor nas pontas dos pés.
      É difícil dizer o diagnóstico pela sua descrição e sem uma avaliação clínica.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para fazer esta avaliação e identificar o diagnóstico (se necessário realizar uma podobarometria) e prescrever o melhor tratamento medicamentosos e de reabilitação para você voltar a jogar o seu basquete sem problemas.

  61. sinto uma dor terrivel abaixo do joelho , as minhas pernas doi,dormece,formiga,as estria parece que tem uma faca cortando aos poucos.o meu medico suspeita de seja polineuropatia.vamos fazer os exames para ver,o que o senhor mim diz sobre a minh dor

    • Olá, Maria Gorete!
      Somente a avaliação clínica juntamente com exames complementares poderão identificar o seu diagnóstico.
      Converse com o seu médico.

  62. Gostaria de saber se o paciente pode tomar o LYRICA sem medo de adquirir problemas renais.

    Também gostaria de saber se há relatos de pacientes que utilizam o LYRICA e, por meio dele tiveram problemas nos rins

    Posso tomar o LYRICA sem medo de ter problemas renais?

    Faço essa pergunta porque na bula do referido remédio contém informações assustadoras de fortes probabilidades de adquirir problemas renais.

    Desdes já,
    agradeço.
    Doutor X

    • Olá, Doutor X!
      Desde que o paciente não tenha problemas renais prévios, não há porque temer se utilizar nas doses recomendadas.
      Fique tranquilo e converse com seu médico.

  63. Prezada Dra.; A conclusão do exame eletroneuromiográfico evidencia um quadro de POLINEUROPATIA PERIFÉRICA predominantemente axonal de membros inferiores, de longa duração, de moderada intensidade, preservando as fibras mielinicas sensitivas e motoras. Não foi observado sinais de desnervação axonal em atividade. Por favor, gostaria de um diagnóstico seu.

    • Caro, Wellington!
      Desculpe-me, mas não posso dar nenhum diagnóstico sem ver o paciente e sua clínica, apenas com resultados de exames.
      É necessário fazer uma avaliação. Se você tem dúvidas com relação ao exame que realizou, pergunte ao médico que o solicitou, ele te explicará o motivo pelo qual pediu o exame (ele foi motivado a pedir devido a alguma coisa que ele observou na sua história ou no seu exame físico).
      Para outras dúvidas, estou à disposição!

  64. boa tarde. Tenho 43 anos, nunca havia sofrido nenhum sintoma de dor. Há dez meses comecei a sentir formigamento nas pontas dos dedos das mãos e no mesmo dia, perdi a sensibilidade dos dedos dos pés e na parte superior da planta dos pés. Não sou diabético, não tenho HIV, não tive nenhum histórico de doença que pudesse originar a neuropatia. Não tenho histórico familiar da doença. Trato com neurologista desde o início, tomo gabaneurim 400 mg 2 x ao dia, cymbalta 30mg 1x ao dia. O quadro não melhora (nem piora, ainda bem..) Mas não tenho diagnóstico da causa. Fiz váriox exames para diagnosticar a causa mas ainda não encontrei. O meu médico me diz que no meu caso é do tipo “idiopática”. Existe isto mesmo? As dores nas mãos e pés aumentam nos dias de frio, quando digito e ando. Estou sentindo perda de força . Por favor, me ajude. Sou pai e arrimo de família. Existe algum tratamento paralelo à medicação que possa me auxiliar nesta situação? Obrigado.

    • Olá, Luis!
      Sim, quando se identifica a causa da neuropatia, ela é chamada de idiopática.
      Infelizmente nem todas as causas ainda estão esclarecidas para a medicina.
      O tratamento medicamentoso que você está fazendo é uma das melhores combinações para o tratamento da neuropatia atualmente. Se você ainda não iniciou o tratamento de reabilitação, creio que é isto que está faltando. Este tratamento pode ser melhor orientado por um Médico Fisiatra. Posteriormente ao tratamento de reabilitação você deverá praticar atividade física específica para o seu caso, que também será indicada pelo Fisiatra e ajudará a diminuir as chances de progressão dos sintomas caso eles persistam após a reabilitação.
      Boa Sorte!

  65. ola…fiz um exame de eletroneuromiografia, onde foi diagnosticado mononeuropatia sensitiva, axonal , distal com leve envolvimento do nervo fibular superficial e severo do nervo sural…sinto dor, formigamento, queimaçao, entorpecimento no pe esquerdo…isso tudo começou, depois que eu fiz força na perna..na msm hr senti algo rasgando, como se fosse um estiramento…a dor foi instantanea..fiz uma semana de fisioterapia e tomei proflan…fiquei bem melhor…depois de um mes, voltou tudo de novo…novamente fiz fisioterapia e melhorou um pouco…em fevereiro, tive outra crise q esta durando ate agora, embora seja em menor intensidade..noto q a dor começa quando faço algum alongamento…da tipo um pontado na parte posterior do joelho…nao sei qual deve ser a ligaçao com a dor nos pes…gostaria de saber qual o melhor tratamento….sera q poderei voltar a jogar futebol…estou com 6 meses completos dessa lesao…tive tb uma distençao no isquio, um anos atras e nada de ficar bom..sinto um formigamento na virilha( do reto em direçao aos testiculos)…sera q tb estou com alguma lesao de nervo…ja fiz varias sessoes de fisioterapia, hidroterapia, rpg e nada de melhora….a dor começa quando fico muito tempo sentado….fiz um ressonancia magnetica lombo sacra, onde nada foi encontrado..o medico suspeita de esclerose e diminuiçao da articulaçao sacro iliaca…pediu para q eu fizesse uma TC da bacia….este exame pega tb a parte da virilha onde sinto o formigamento…caso nao pegue, qual exame eu poderia fazer…obrigado pela atençao!

    • Olá, Emanuel!
      A mononeuropatia e a distensão da musculatura (pelo que você citou parece ser no ileopsoas) podem ser tratadas com a combinação da medicação com a reabilitação. Pelo que descreveu sua eletroneuromiografia, você já apresenta um comprometimento axonal, ou seja, “machucou” mais profundamente os seus nervos, o que significa que o tratamento de reabilitação deve ser bem monitorada para não haver perda de função e tentar aliviar o máximo que puder de sintomas. é difícil dizer para você qual será seu prognóstico(se vai melhorar da dor ou voltar a jogar futebol) sem uma avaliação clínica e sem saber como foi feito o seu tratamento de reabilitação até agora(foi realizado meios físicos, quais?Cinesioterapia?estímulo da propriocepção?Dessensibilização?), tudo isto deve ser englobado na fisioterapia entre outros detalhes.
      Com relação à dor que você tem virilha deve ser descartado a Síndrome Dolorosa Miofascial do íleopsoas que é caracterizada pelos sintomas que você descreveu, para isto uma boa avaliação com um médico Fisiatra e sem necessidade de realização de exames seria suficiente.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para tais considerações.
      Boa sorte!

  66. HA ALGUNS ANOS TENHO SENTIDO MINHAS MÃOS DORMENTES E MUITAS DORES ,CONSULTANDO COM UM NEURO POR OUTRO MOTIVO(TIVE AVCI) FALEI SOBRE OS SINTOMAS ONDE FIZ UMA ELETRONEUROMIOGRAFIA COM RESULTADO DE SINDROME DO TUNEL DO CARPO,FIZ CIRURGIA NAS DUAS MÃOS HÁ 10 MESES,MAIS AINDA SINTO MUITAS DORES E FRAQUEZA NOS BRAÇOS E MÃOS ,FIZ OUTRA ELETRONEURO E O RESULTADO FOI;NEUROPATIA FOCAL SENSITIVO-DESMIELINIZANTE DO NERVO MEDIANO NOS PUNHOS COM ENVOLVIMENTO AXONAL MOTOR PREVIO NOS PUNHOS,MEU MEDICO RECEITOU ETNA POR 30 DIAS E SE NÃO MELHORAR DISSE QUE VAI INVESTIGAR A DOR ,MAIS ELE ME DISSE QUE OS PUNHOS ESTÃO BONS DEPOIS DA CIRURGIA MAIS ENTÃO O QUE QUER DIZER O RESULTADO DO EXAME E PORQUE TEM QUE INVESTIGAR SE JÁ TEM O RESULTADO DO EXAME ,MESMO COM ESSE RESULTADO E SINTOMAS O NERVO MEDIANO NOS PUNHOS ESTÃO REALMENTE BEM?SE PUDER ME AJUDAR AGRADEÇO.

    • Olá, Carmen!
      Essencial para que tem Síndrome do Túnel do Carpo e para quem teve um AVCi é o tratamento de reabilitação. Suas incapacidades geradas pelo AVCI podem piorar o posicionamento de seus punhos e piorar os sintomas da Sd do Túnel do Carpo.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-la no tratamento de reabilitação que é tão importante nestes casos.

  67. Boa tarde! Minha mae teve cancer de mama em 2003. Fez quimioterapia, teve que tirar 1 quadrante da mama do lado esquerdo. De 6 em 6 meses ela vai para Barretos ver se está
    tudo ok. Mas o grande problema é que ela nao aguenta de dor nas pernas, ela disse que sente um peso muito grande nas pernas, secura na boca, nao tem mais o paladar,pois ela toma varios remedios para que o cancer que ela ja teve nao ramificar. Gostaria de saber qual tipo de remedio ou que medio procurar para que ela melhore das dores e volte a ser feliz novamente sem dores.agora de cabeça eu nao tenho o nome dos remédios. outro dia eu mando os nomes. Ela diz que os medicos falam que é “neropatia”???? mas o que é preciso fazer para combater essa neropatia e ao mesmo tempo nao acabar com o fígado (pois é muito remedio)… Obrigada e abraços.

    • Olá, Valéria!
      Primeiramente é necessário fazer uma avaliação de sua mãe para termos certeza de que o que causa suas dores é neuropatia e se for neuropatia, que tipo de neuropatia e qual a sua causa. Com estas informações fica mais fácil determinar o tratamento.
      Como é uma paciente que toma uma grande variedade de medicamentos, o dieal seria prescrever apenas o tratamento de reabilitação.Para isto, sugiro que procure um médico Fisiatra que saberá orientá-la sobre qual tratamento de reabilitação é mais indicado nocaso dela.
      Boa Sorte!

  68. eu sofro com polineuropatia periferica axonal sensitivo motora hereditaria nos pés faz uns 8 anos faço tratamento no hospital sarah de BH,gostaria de perguntar a vc se o peso nas pernas q sinto utimamente pode ser pela neuropatia ou é algo circulatorio, ja que sinto alivio somente quando fico com os pes pra cima????

    • Olá, Valmir!
      É mais provável que seja da polineuropatia periférica, mas não dá para descartar alterações na circulação. Se tiver problemas de circulação, geralmente apresentará outros sintomas associados. Converse com seu médico a respeito, existem exames como o Doppler venoso ou arterial(que será escolhido conforme sua clínica)que descartam ou evidenciam problemas circulatórios.
      Boa Sorte!

  69. GOSTARIA DE SABER O QUE QUER DIZER NEUROPATIA FOCAL SENSITIVO-DESMIELINIZANTE E ENVOLVIMENTO AXONAL MOTOR PRÉVIO DO NERVO MEDIANO.AGRADEÇO MUITO SE PUDER ME ESCLARECER.

    • Olá, Carmen!
      Estes termo são técnicos e querem dizer que você apresenta exatamente o que diz (o tipo de lesão do nervo mediano), em outras palavras, você apresenta uma Síndrome do Túnel do Carpo com envolvimento sensitivo e motor.
      Espero ter ajudado.

  70. Bom dia . Eu percebi a mais ou menos uns 2 anos um formigamento em umas das mão e logo se extendeu para as duas, nos pés muito pouco.
    Queimação eu tinha sim, mas não sinto mais, e dores nunca tive e nem perda de força, fiz eletroneuromiografia e o resultado foi positivo embora leves perdas de senssibilidade e tb exame de sangue e nada consta .
    Os medicos ainda não descobriram as causas, e procuro saber se meu problema tem cura embora não sabendo a causa ainda, e se pode piorar e corre risco mais graves.

    • Olá, Mario!
      Somente uma avaliação clínica somada aos seus exames complementares pode responder qual é o problema que você apresenta.
      Não entendi o que você quiz dizer com eletroneuromiografia positiva.
      Sugiro que converse com o seu médico e solicite uma elucidação diagnóstica e uma investigação da causa de seus sintomas.
      Boa Sorte!

  71. Sinto dores terriveis em todo o corpo, apos consultas com ortopedistas e exames foi diagnosticado lesoes na coluna lombar, bursites, inflamação no joelho, punhos enfim… mesmo assim procurei o reumatologista que apos ums exames diagnosticou fibriomalgia… tratamento medicamentoso, fisioterapias e acunpultura. Por não estar resolvendo muito e as minhas mãos estarem doendo demais ela pediu um eletroneuromiografia, resultado: tunel do carpo leve, de predominio sensentivo. Minha duvida é? Apesar de tantas lesões, o diagnostico de fibrio é correto? Ou a fibrio piora mais as dores, mesmo pq as lesões são todas de origem leve. Tenho 47 anos, seria para estar com todas essas lesões?

    • Olá, Josy!
      É muito comum a associação de Fibromialgia com Síndrome do Túnel do Carpo.
      Quando o tratamento de reabilitação é insuficiente, os sintomas se agravam.
      A sua idade é a faixa etária mais comum de aparecimento dos sintomas.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-la com relação a um tratamento multiprofissional de reabilitação.
      Boa Sorte!

  72. ME DESCULPE ,MAIS LÁ VOU EU DE NOVO ,DIZER QUE CONSULTEI UM MEDICO FISIATRA E ELE ME RECEITOU FISIOTERAPIA E ARNICA EM GOTAS E CHAPEU DE COURO ,TAMBEM EM GOTAS,ESSES REMEDIOS NÃO FAZEM MAL E REALMENTE RESOLVEM?

    • Olá, Carmen!
      Já é um bom passo, iniciar com a fisioterapia.
      Quanto as medicações, elas são homeopáticas e não conheço suas propriedades terapêuticas na neuropatia periférica.
      Provavelmente ele não quiz introduzir medicações alopáticas por algum outro motivo que você tem de perguntar a ele.
      Espero ter ajudado.

  73. Fiz o exame eletroneuromiografia o qual foi compátivel com uma Polineuropatia sensitivo-motora, de padrão desmielinizante, com sinais de degeneração axonal secundária e sinais de reinervação crõnica e também um Liquor que indicou um aumento nas hermácias: 342/mm3 e um aumento nas proteínas: 64mg/dl. Basiado nesses 2 exames o meu neurologista me deu um diagnóstico de sindrõme de guillain barré crõnica. Gostaria de saber qual a diferença da sindrõme de guillain barré crõnica para a aguda? Esse aumento de proteínas em meu liquor é suficientemente auto para que o médico confirme o diagnóstico de Sindrome de Guillain Barré?

    • Olá, Adriano!
      A diferença entre Aguda e Crônica é somente o tempo da doença. A crônica é quando persiste por mais de 3 meses.
      Para saber se é suficiente precisaria de um exame clínico que provavelmente seu médico deve ter feito em você para chegar neste diagnóstico.
      Se cuide!

  74. Meu filho tem 1 ano e 9 meses, fez o exame de eletroneuromiografia, o resultado foi polineuropatia periferica sensitivo-motora desmielizante simetrica sem comprometimento axonal associado.
    Qual o tramamento para essa doença?
    Moramos em Belo Horizonte, existe algum centro de estudo especifico? (se possível relacionar os locais)
    Agradeço,

    • Olá, Sérvulo!
      É necessário saber a causa e o quadro clínico que seu filho apresenta para determinar qual o melhor tratamento.
      Depois que você conversar com o neuropediatra e ele determinar qual é a causa ficará mais fácil dizer se existe algum local em BH que tem tratamento específico para o problema.
      Boa Sorte!

  75. Meu marido sofreu AVCI em 2005. Decorridos alguns meses, passou a sentir dor (queimação) em todo o lado direito do corpo. Atualmente, a dor intensifica-se na ponta do dedão do pé (sente como se não tivesse o pé). Já tomou gaba;cymbalta, enfim tudo o que os neurologistas dão pra dor neuropática; contudo sem resultado algum. Tomou LYRICA por 5 meses, sem resultado algum e largou p/ conta própria pq engordou 6 k. Atualmente vem sendo diagnosticado com nervo ciático preso (compressão). As dores tem aumentado muito. Existe tratamento medicamentoso para essa patologia ou só através de cirurgia? Ele está com 70 anos. E tem tb síndrome metabólica, mas a glicose é controlada, até aqui não deu problemas com ela.

    • Olá, Natascha!
      Esta dor que seu marido apresenta do lado que ficou hemiparético é chamada de Dor Central, consequência da área cerebral afetada pelo AVCi que sofreu. É a dor neuropática mais difícil de tratar. Pelo que você descreveu, as medicações que ele está utilizando são adequadas, mas existe algumas coisas que podem ser instituídas que podem ajudá-lo, como por exemplo, o tratamento de reabilitação. Existe comprometimento muscular?Ele está fazendo fisioterapia?E um programa de Condicionamento Físico dentro de suas limitações?Tem espasticidade? Já tratou?
      Acredito que seu marido tenha uma dor que simule ciatalgia mas na verdade de origem muscular devido à imobilidade e ao aumento de peso. (leia o post o Mito da Dor do ciático na categoria Lombalgia)
      Minha sugestão é que procure um médico Fisiatra para verificar estas e outras questões e indicar qual o melhor tratamento de reabilitação que poderá aliviá-lo destas dores e melhorar sua qualidade de vida.

  76. Agradeço muito pelas respostas as minhas dúvidas,tem me ajudado muito,gostaria de saber se epicondilite tem alguma relaçao com sindr.tunel carpo pois ha 10 meses fiz a cirurgiade uma mão e ha 7 meses fiz a outra e continuo afastada e agora estou com epicondilite no ms direito,sou auxiliar de enfermagem,tenho 34 anos e como mencionado antes tive um avc há um ano e meio sem sequelas (pequena diminuiçao força braço direito)tudo isso tem alguma relaçao quanto ao quadro que tenho apresentado?

    • Olá, Carmen!
      Devido à hemiparesia (diminuição de força de uma lado do carpo) e à Sd do Tunel do Carpo, você pode estar compensando com outros músculos para realizar atividades rotineiras e que tenha acarretado a inflamação no epicôndilo(epicondilite).Por outro lado, a má utilização destes músculos sem relação nenhuma com suas outras patologias, pode levar à epicondilite.
      Para ter certeza da resposta sugiro que procure seu médico e comente o assunto, com o exame clínico ele poderá responder sua pergunta com exatidão.
      Boa Sorte!

  77. Parabéns e mto obrigado pelas explicações,Dra,me responda por favor uma pergunta; seja qual for a forma, o método,neuropátia de um nervo periférico tem cura? obgdo pela atenção Dra!!

  78. doutor, tenho formigamento nas pernas, queimação, sensação de fraqueza ah alguns anos, fiz exames de sangue para saber se é falta de vitamina, diabetes e eetc, deu tudo normal, fiz eletroneuromiografia e não apareceu nenhum alteração, ressonancia da coluna entre outros exames e deu tudo normal, mas lendo os comentários vi que pessoas com o virus HIV, podem ter esses sintomas, eu nunca fiz o teste, devo me preocupar com estes sintomas em relação a HIV, pode ter algo associado?

    • Olá, Guilherme!
      Você só deve ter preocupações em ter contraído o HIV, se for grupo de risco.
      Formigamentos, queimações e sensação de fraqueza podem ser devidos ao sedentarismo que descondiciona seus músculos.
      Se estes sintomas estão te incomodando procure um médico Fisiatra.
      Boa sorte!

  79. Olá….

    Em 14 de Abril de 2008 foi-me diagnosticado um adenocarcinoma no estômago. Foi-me removido o estômago e fiz 6 sessões de quimioterapia. Fiquei a sofrer de neuropatia periférica e estou medicada com lyrica, 150 mg dia. Não tenho vindo a sentir melhorar algumas antes pelo contrário, as dores, as caímbras, formigueiro e falta de sensibilidade (provocando por vezes a falta de equilíbrio) têm vindo a agravar-se, principalmente nos dias de alta temperatura. Estes factores impossibilitam-me de ter uma vida normal, nomeadamente a de ir trabalhar, quando os sintomas referidos se agravam.
    Tenho ido ao médico que me diz que não há nada a fazer, quando me tinha dito que isto era uma situação passageira provocada pela quimioterapia.
    Não há mesmo nada a fazer? Tenho que viver sempre com este sofrimento?
    Obrigado, fico à espera de um conselho!!!!!!

    • Olá, Maria!
      A quimioterapia pode causar neuropatia periférica e a eletroneuromiografia pode diagnosticar e prognosticar esta lesão, ou seja, mostrar qual a gravidade desta lesão e informar se pode ter regeneração.
      Para a melhora dos sintomas da neuropatia, além do tratamento medicamentoso, é imprescindível a tratamento de reabilitação.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-la quanto a isto tudo.
      Boa sorte!

  80. ESTOU EM TRATAMENTO A MAIS DE UM ANO E NAO ESTOU OBTENDO RESULTADO ALGUM.A 14ANOS ATRAZ TIVE O MESMO PROBLEMA PAREI DE ANDAR FIQUEI EM UMA CADEIRA DE RODAS UM BOM TEMPO.AGORA ESTOU TOMANDO OS MEDICAMENTOS .ETNA,RUBRANOVA INJETAVEL NAO SEI MAIS O QUE FAZER AONDE FAÇO TRATAMENTO DEMORA MUITO O RETORNO. POR FAVOR ME DE UMA ORIETAÇAO MUITO OBRIGADO.CIDADE JUIZ DE FORA MG.

  81. OLa Meu marido fez uma etromm pois esta com polineuropatia sensitiva motora devido a diabetes tem sofrido dores horriveis e esta piorando as dores gostaria de saber o que fazer para ele melhorar remedios ja esta tomando carmaz e amitrip não sei o que fazer me corta o coração ve-lo sentindo tanta dor?

    • Olá, Jucemara!
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra para orientar seu marido quanto ao tratamento de reabilitação que pode melhorar muito as suas dores.
      boa sorte!

  82. Ola, gostaria de saber
    se tem algum tratamento para a neuropatia
    causada pela desnutrição após a cirurgia bariatrica.
    estou sem andar a 3 meses
    fiquei internada 23 dias, e estou a dois meses em casa.
    tomo vitaminas e faço fisio 3 vezes por semana.

    • Olá, Isabella!
      Para este tipo de neuropatia é necessário fazer a reposição dos nutrientes e reabilitação física, principalmente muscular. Isto trata a causa e impede a progressão da neuropatia, mas é necessário fazer um exame de eletroneuromiografia para saber a condição dos nervos e se é possível reverter a lesão já instalada.
      Sugiro que procure um neurologista e um fisiatra para coordenar sua reabilitação.
      boa sorte!

  83. Gostaria de saber a diferença da Sindrome de Guillain Barré crõnica pra Polirradicuneuropatia inframatória crõnica (CIDP)?

    • Olá, Adriano!
      A Síndrome de Guillain Barre é uma doença aguda, de carater autoimune, caracterizada por uma inflamação da célula nervosa que ocasiona a perda da mielina. Geralmente, se manifesta após infecção viral (maioria das vezes por doença respiratória). Estas alterações levam a perdas motoras e sensitivas. Sua progressão é muito rápida.
      Suas características são muito semelhantes à CIDP, o mesmo ocorre com os sintomas. A diferença é que a CIDP é uma doença de progressão muito lenta e em alguns casos pode haver remissão e depois recidiva. A Sd Guillain Barre é auto limitada, aproximadamente após 18 meses se resolve na maioria dos casos.
      Espero ter ajudado.

  84. Ola, sou portador de polineuropatia-sensitivo motora axonal, ha varios anos vem me tratando, mas quero saber mesmo e a respeito da celula tronco nesse tratamento. Tenho 47 anos, e espero com ansiedade essa curo atraves da celula tronco, Vcs tem uma previsão?????
    oswaldo

    • Olá, Oswaldo!
      Não existem previsões quanto ao tratamento com células tronco em humanos. Por enquanto, as pesquisas foram realizadas com células nervosas de animais.
      Espero ter ajudado a esclarecer..

  85. Estou com excesso de frio nos pés, frio tão intenso que nem com meias consigo aquece-los e as vezes dá um leve, muito leve formigamento .Vc acha que tem a ver com neuropatia, ou pode ser fibromialgia?Tive um contato de risco, fiz exames de hiv com 41 dias e repeti agora com 140 dias. Agora com 155 dias estou sentindo esse sintoma extranho.

    • Olá, Sergio!
      Se os sintomas permanecerem, sugiro que faça uma avaliação médica para saber o que está originando seus problemas.
      boa sorte!

  86. Fiz uma cirurgia às ATMs há 3 anos e desde então sofro de parestesia labial e mentoniana com sensação de rigidez, queimadura e formigueiro. Este inferno tem condicionado e afectado bastante a minha vida. Fiz fisioterapia, osteopatia, laser e tomei vitamina B. A minha situação não evolui favoravelmente, antes pelo contrário, parece que a sensação de queimadura e rigidez é cada vez mais intensa. Tenho pesquisado bastante sobre o assunto e não há relatos objectivos bem sucedidos. Disseram-me para me focar nos tratamentos destinados a neuropatia axonal periférica já que há muito mais matéria sobre o assunto e tudo indica que o meu caso se deve a uma falha na regeneração axonal pós operatória. Estou bastante perdida e desesperada já que a minha luta tem sido por conta própria e inglória e sem qualquer apoio ou colaboração por parte do médico que me operou. Solicito o vosso parecer neste tipo de lesão e alguma orientação quanto à terapeutica a seguir. Muito obrigada. Lina

    • Olá, Linah!
      Infelizmente pelo que descreveu não deve estar sendo fácil passar por isto.
      Sem uma avaliação clínica é difícil dizer o que fazer.
      Sugiro que faça uma avaliação com um médico fisiatra para orientá-la quanto ao melhor tratamento medicamentosos e de reabilitação.
      Boa sorte!

  87. osvaldo fernandes torres neto

    tenho neuropatia preriferica proviniente de cirurgia pariatrica, sentido dores a mais de um ano tenho tomado ante convulsivos com gapapentina, tramol, topiramato e não tenho tido resultado o que fazer.

    • Olá, Osvaldo.
      Procure um médico fisiatra para avaliá-lo e orientá-lo quanto ao melhor tratamento de reabilitação para o seu caso.
      Boa sorte!

  88. MEU GENITOR SOFRE DE NEUROPATIA PERIFÉRICA QUE SEGUNDO O MÉDICO, FOI CAUSADA PELO CONSUMO DE ALCOOL. ESTRANHEI SUA MATERIA NÃO TER FIETO MENSÃO AO CITADO. MAS ME DIGA: O ALCOOL PODE OU NÃO SER AGENTE CUASADOR E NEUROPATIA PERIFÉRICA?
    RESPEITOSAMENTE AGUARDO RESPOSTA.

    • Olá, Elvio!
      Sim, o álcool pode levar à neuropatia periférica e é bastante frequente acontecer. Ele é considerado como distúrbio metabólico adquirido.
      Espero ter ajudado.

  89. Boa tarde Thais, parabéns pelo site.
    Tenho 35 anos e fiz minha primeira ENMG em 2004, que acusou polineuropatia periférica de padrão predominantemente axonal com desnervação em todos os músculos estudados. O exame repetido em 2008 acusou polineuropatia sensitivo-motora axonal de grau leve e desnervação apenas em alguns músculos. Na última ENMG feita este mês, o resultado, para minha surpresa, foi NORMAL. Levarei os exames ao meu neurologista no final do mês, mas gostaria de saber de antemão: é possível isso ocorrer? Informo que os três exames foram efetuados no mesmo laboratório, a investigação através de exames clínicos diversos não mostrou uma causa definida para a polineuropatia, nunca tive sintomas que me impedissem de levar uma vida absolutamente normal e, portanto, não fui submetida a nenhum tratamento durante este período.
    Um abraço e obrigada.

    • Olá, Mariana!
      O mais importante para se determinar um diagnóstico, ou seja, a confirmação de que temos algo, é o quadro clínico que apresentamos(sinais e sintomas).Se você nunca apresentou nenhum sintoma, é bem provável que nunca teve nada e que houve algum engano nos exames, ou se tinha, não se manifestou e resolveu por si só.
      Considere-se sortuda!
      Abraços

  90. Qual as causa da neuropatia sensintiva,estou com essa doença e ainda naum sei como faço pra tratar,a saude aqui na minha cidade é muito ruim,estou sofrendo muito com dores e queimação nas pernas naum configo ficar em pé…e naum tomo medicamento nenhum.

    • Olá, Darley!
      Como você deve ter lido no post “O que é neuropatia periférica?”, existem diversas causas de neuropatia sensitiva.
      Para saber a causa da sua, é necessário uma avaliação clínica e alguns exames.
      Sugiro que procure um neurologista para ajudá-lo a descobrir a causa e depois prescrever um tratamento.
      Boa sorte!

  91. nelice ferreira moura

    Tenho polineuropatia periférica diagnosticado por ENM, exame clinico. Fui ao Neuro e ele disse que a causa é metabólica, pois tenho hipotiroidismo há 32 anos, hipertensão,esteatose hepática, calculos renais,sindrome do colon irritável,gastrite cronica . Perdi minha filha com 11 anos de Leucemia Mielóide Aguda. Iniciei tomando Lyrica 150 mg, porém apresentei plaquetopenia e disturbio de coagulação. O Neuro disse desconhecer esse efeito colateral , mas resolveu trocar o medicamento para Gabapentina 400 mg 8/8 hs. Já fiz acupuntura e naõ resolveu nada, até piorou.O Neuro disse que não adianta fazer fisioterapia. Disse ainda que é uma doença progressiva que pode acometer outros nervos do corpo , dando até sintomas graves como disturbio respiratório e outros mais graves.
    Tomo antidepressivo, pois tive uma depressão grave em 2006 e tomo amitril até hoje.
    Perguntas:
    1) a neuropatia é uma doença progressiva?
    2) Será que esta relacionado com a leucemia de minha filha?
    3) Seria bom eu procurar um Fisiatra?
    4) Poderia me informar se existe algum Fisiatra na regiaõ do Morumbi?
    5) Tenho muito medo dessa doença progredir e eu ficar incapacitada, pois sou enfermeira há 40 anos e trabalho de dia e de noite com muito sacrificio atualmente.
    Aguardo resposta
    Nelice Moura
    22/09/2010

    • Olá Nelice!
      1)Sim, infelizmente pela sua descrição, o seu quadro é progressivo se não houver correção dos níveis do hormônio tireóideo.
      2)Não há relação com a leucemia de sua filha.
      3)Sim, pois um programa de reabilitação com fisioterapia entre outras terapias podem aliviar e MUITO seus sintomas, inclusive porque você apresentou efeitos colaterais a algumas medicações.
      4)Existem vários fisiatras no Morumbi, inclusive, há atendimento gratuito na Rede Lucy Montoro, que fica atrás do shopping jardim sul.Para conseguir atendimento lá (é também uma unidade do hospital das clínicas) você precisa levar um encaminhamento médico.
      5)a função do fisiatra é justamente evitar a incapacidade e uma vez instalada, tratá-la.
      Boa sorte!

  92. Marcus Vinicius Gallo

    Meu pai tem 77 anos e à 4 mêses fez uma angioplastia de carotida a qual segundo exames foi um sucesso. Um mês após esse procedimento ele começou apresentar sintomas de neuropatia diabética que foi diagnosticada pelo neurologista. Ele tem sentido muitas dores e dificuldades em se locomover. O neurologista receitou gabapentina e disse que ele deve tentar se exercitar aos poucos para recuperar os movimentos. Gostaria de saber o porque dessa neuropatia ter se manifestado após a angioplastia, pois meu pai era muito ativo mesmo tendo diabetes a muito tempo. Desde já fico grato.

    • Olá, Marcus!
      A angioplastia não tem nada a ver com a neuropatia diabética.
      A neuropatia diabética se instala insidiosamente (aos pouquinhos) através da passagem dos anos, com níveis glicêmicos altos.
      Existem pesquisas que referem que mesmo paciente com a glicemia controlada podem desenvolvê-la após 10 anos de diabetes diagnosticado. Simplificando, é como se o açúcar do sangue fosse corroendo aos pouquinhos a membrana da célula nervosa até uma hora que ela se rompe e não “conduz” normalmente, gerando os sintomas.
      Espero ter ajudado.

  93. Olá, Thais Saron
    Gostaria muito de ter sua opinião sobre o quadro clínico que vou relatar abaixo.
    Minha mãe está com 82 anos, à mais ou menos 3 anos vem sentindo uma fraqueza progressiva nas pernas e formigamento nos pés. Ela só consegue andar com o auxílio de uma muleta ou se apoiando em alguma coisa ou em alguém. Seu estado vai piorando ao longo do dia, tem dias que ela mal consegue ficar de pé, ela quase NÃO sente dor, ela só se queixa da imensa fraqueza nas pernas e formigamento e repuxe dos nervos dos pés. No início procuramos ajuda de um – ortopedista e traumatologista através dos exames de tomografia e ressonância magnética foi constatado que ela tinha ‘estenose do canal lombar’, o médico disse que só uma cirurgia poderia ajudá-la. A cirurgia foi feita e não resolveu nada, segundo ela, até piorou o quadro. Procuramos um neurologista e pelo quadro clínico dela, ele falou que ela tinha ‘ neuropatia sensitivo motora’, não deu muitas explicações, disse que ela deveria se exercitar, fazer fisioterapia e caminhar bastante. Vamos procurar outro neurologista, mas, gostaria de saber se os sintomas que minha mãe sente pode ser realmente desse processo degenerativo e se um especialista em neurologia pode realmente nos ajudar? Ah! mais um detalhe, ela diz que toda vez que sente uma fadiga maior nas pernas, tem um zumbido muito forte na cabeça, será que tem alguma relação?

    Thaís, aguardo anciosamente pela resposta.

    Muito obrigada!
    Atenciosamente.
    Carmen Ferreira

    • Olá, Carmen!
      É difícil dizer qual o diagnóstico de sua mãe sem avaliá-la, ouvir suas queixas e ver seus exames.
      Tanto no caso de estenose do canal vertebral, como na neuropatia periférica é indicado o tratamento de reabilitação para melhora dos sintomas.
      Sugiro que procure um médico fisiatra para fazer esta avaliação e definir se é uma causa ou outra, ou até mesmo as duas que fazem sua mãe se apresentar assim. O fisiatra vai orientá-la sobre o tratamento de reabilitação e definir o prognóstico conforme sua condição física.

  94. Gostaria de saber se a Polirradiculoneuropatia desmielinizante inflamatória crõnica tem cura pois um neurologista me falou que nao tem cura e nem tratamento mas já um outro neuro quer que eu faça um tratamento com prednisona e azatioprina durante mais ou menos 1 ano e meio à 2 anos?

    • Olá, Adriano!
      Depende do grau de lesão que o neurônio está apresentando, o tratamento com corticóide pode ajudar a doença não progredir e minimizar seus sintomas.
      Se você ainda tiver dúvidas, peça uma terceira opinião!

  95. Bom dia! Tenho um filho adotivo que apresenta contração permanente involuntária bilateral MSDE nas mãos. Após oito meses de exames e consultas em várias especialidades médicas ainda não conseguimos fechar um diagnóstico; o desenvolvimento das alterações nas mãos(dedos para ser mais específico) só ficaram evidentes a mais ou menos um ano, através de comentários feitos na escola onde ele estuda por colegas de sala de aula.
    RM DO ENCEFALO: NORMAL;
    USG ABDOMEM TOTAL: SEM ALTERAÇÕES
    RX PANORAMICA COLUNA: SEM ALTERAC.
    ENMG MSDE: NORMAL
    ECOCARDIOGRAMA: NORMAL
    PESQUISA DE SORO HORMONAL: NORMAL
    PESQUISA DE SORO AUTO ANTICORPOS: NORMAL
    PESQUISA DE SORO DIABETES, HIV, TOXOPLASMOSE, COLESTEROL, GLICEMIA EM JEJUM, FATOR REUMATÓIDE, VDRL, TREPONEMA, ALDOLASE, CPK, TGO,TGP: NORMAL.

    IGG TOXOSCARA CANIS: REAGENTE – IGM T. CANIS – NEGATIVO
    IGG CMV: REAGENTE(250) – IGM NEGATIVO
    EOSINOFILIA: PERSISTENTE A PARTIR DE 2008, atual em 14% <1000
    ÁCIDO ÚRICO: 6.2 após dieta, anterior 8.2.
    O PACIENTE JÁ TERAPIA COM ALBENDAZOL PARA VERMINOSE.
    NÃO APRESENTA DORES ARTICULARES. PESO ATUAL 70KG, ALTURA 1,70m, idade 13 A.

    Existe algum caso semelhante que vocês já tenham avaliado com essas caracteristicas? estamos diante de uma neuropatia ou miopatia? poderia ser mitocondrial DNA metabólica?

    • Olá, Valdir!
      Não examinei seu filho para saber o motivo destas contrações.
      Na maioria das neuropatias não há contrações. Já foi descartado distonia?Cãimbra do escrivão?
      Sugiro que procure um neurologista para obter um diagnóstico e tratamento adequado.
      Boa sorte e depois nos conte!

  96. Thais
    minha mãe tem neuropatia periférica, tem acompanhamento medico neurologista a cada 6 meses e faz fisioterapia 2 vezes por semana; existe algo a mais que possar ser feito para melhorar …acumpuntura, massagem etc????
    aonde é seu consultorio??
    obrigada Vera

    • Olá, Vera!
      A acupuntura pode ajudar a melhorar alguns sintomas da neuropatia periférica como os formigamentos e as dores musculares. A massagem, desde que feita por um bom terapeuta pode ajudar também.
      A fisioterapia é essencial para esta melhora, o que precisa ser avaliado é se esta terapia está atendendo às necessidades neuromusculares que sua mãe apresenta.
      Eu atendo em SP, mas existem médicos fisiatras no Brasil todo.Sua mãe tem indicação para ser avaliada por este especialista.

  97. Pedro Luciano Nogueira

    Boa noite!
    Antes de colocar a minha questão gostaria de lhe agradecer e dizer o quão gratificante é para nós que sofremos por qualquer que seja o motivo, saber que existem pessoas como você para nos ajudar e nos dar algum conforto com atenção e conselhos.
    Vou tentar ser breve mas se for necessário posso dar-lhe mais detalhes posteriormente.
    Há 2 anos tive uma queda forte quando fazia Mountain Bike no qual e entre muitas outras lesões sofri uma do Plexo Braquial com arrancamentos dos nervos C5,C6 e estiramentos dos C7,C8 e T1. Estive em coma durante 20 dias porque também tive um traumatismo craniano grave e passado o primeiro mês é que verificaram a lesão do plexo. O acidente foi um pouco mais complicado e grave mas depois de 3 meses e meio aproximadamente internado estava de regresso a casa,pena que muito debilitado ainda e com a lesão do plexo por tratar. Na semana seguinte eu já estava de regresso ao hospital para ser operado pelo cirurgião Dr. Gerardo Millan em Lisboa-PT, cidade onde moro há quase 10 anos(sou de São Paulo). Entrei no bloco operatório as 8:30 da manhã e lembro-me de ver as horas quando saí,17:30! Apesar de eu estar meio sonolento ainda com a anestesia logo dei conta de que passei por uma intervenção cirúrgica complicada dada as horas que estive no bloco. Antes eu não tinha a mínima noção da gravidade da minha lesão mas agora e depois de tanta dor,sofrimento e depressão fui a net e já estou mais informado a respeito da lesão do plexo,até fiz amigos virtuais que também estão passando por esta triste realidade.
    Bom,acabei por me prolongar um pouco,peço desculpas. A questão é a seguinte: Sei que ficarei com sequelas para o resto da vida mas venho tendo alguma melhora relativa a movimentos mesmo que muito limitados,a custa de fisioterapia diária e recentemente hidroterapia 2 x por semana. O problema é que sinto espasmos na mão e tenho a sensibilidade alterada não podendo tocar com a palma em nenhum tipo de superfície sem sentir muitas dores e um ardor/queimação 24 horas por dia!…disseram-me uma vez sobre a presença de quisto aracnóideu ao nível desse arrancamento mas perguntei ao meu médico e ele não se aprofundou sobre o assunto. Tomo 2 tipos de comprimidos de 12 em 12 horas para aliviar um pouco as dores,Gababentina e Tramadol,mas no início do pós-operatório eu chegava a tomar 7 comprimidos para aliviar as dores.
    Posso ter alguma esperança em poder me ver livre destas dores no futuro ou terei que me habituar com elas? Se já não bastasse a sensação horrível de ter meu braço assim,da depressão que venho passando e do medo em encarar a vida daqui para frente como um deficiente físico,quando me olho no espelho fico triste e me culpo por agora estar sofrendo tanto por um momento de loucura e por ter sido tão inconsequente não tomando os devidos cuidados,desvantagem que as pessoas,como eu,possuem por gostarem de aventuras… Daqui em frente a minha maior aventura será continuar minha vida com as dificuldades claras que terei de enfrentar de cabeça erguida, com fé em Deus e cheio de esperanças em poder dar a volta por cima superando mais uma fase difícil da minha vida,sem dúvida a pior de todas…
    Muito obrigado pela atenção e a sua ajuda,que Deus te recompense em dobro pelo bem que está fazendo a mim e aos outros que por aqui deixam seus tristes relatos.

    • Olá, Pedro!
      Sua dúvida ajudará a esclarecer muitas pessoas.
      Vamos lá: a dor que você sente na palma da mão, que é caracterizada por senti-la mesmo sem um estímulo doloroso (só de tocar na região já dói) é chamada de alodínea e é muito comum em neuropatias traumáticas. O tratamento da alodínea é feito com anticonvulsivantes, analgésicos opióides e em alguns casos associa-se antidepressivos. Pelo que relatou, você já está em uso de gabapentina e tramadol, só não está em uso de antidepressivos. Se esta dor estiver impossibilitando você de realizar algumas tarefas, seria interessante conversar com seu médico sobre a melhora desta analgesia com antidepressivos (ajudaria também no seu estado depressivo). Lembre-se que quanto mais medicações você tomar, maiores serão os efeitos colaterais e mais difícil fica o desmame delas quando você começar a melhorar, mas as medicações podem ajudar muito no alívio.
      Quanto à sua incapacidade funcional, ou seja, suas deficiências, elas vão melhorar pois você está fazendo tratamento de reabilitação; o quanto vão melhorar, somente você poderá responder para nós, pois depende muito de sua força de vontade e de seu organismo.
      Pelo que referiu, você está no caminho certo, pois está fazendo fisioterapia (lembre-se que quanto mais fazer os exercícios da fisio, melhor e mais rápidos serão os resultados). A hidroterapia é MARAVILHOSA pois além de facilitar os alongamentos e exercícios na água, estimula a sensação tátil da sua pele auxiliando no combate da alodínea também. Uma dica boa para você, é fazer terapia ocupacional (T.O.), pois esta terapia pode focar no trabalho de desensibilização e ajudar muito na melhora da alodínea e da recuperação de movimentos; vai ajudar a fisio a focar em um objetivo enquanto a T.O. foca em outro. Além disso, vai te orientar na realização das tarefas do dia-a-dia sem piorar a dor.
      Apesar de ser um caminho bem tortuoso que você terá de percorrer, nunca desista, pois você vai ver que vale muito a pena e ficará orgulhoso de si mesmo!
      Se perceber que está ficando muito desanimado e depressivo, não hesite em procurar alguém da área para te ajudar, um psicólogo por exemplo. A dor deprime as pessoas e você tem muito a ganhar, não pode deixar ela tomar conta de você.
      Como você tem espírito aventureiro e desafiador, tenho certeza de que será mais um vencedor!!!Estou torcendo!
      Boa sorte e muita paz no coração!

  98. Pedro Luciano Nogueira

    Olá Thaís!!!

    Mto obrigado por responder sobre a minha dúvida,fiquei mto feliz!
    Eu esqueci-me de referir antes mas tbm já faço Terapia Ocupacional desde o início da minha fisioterapia,minhas terapeutas são espetáculares,sempre preocupadas em me ajudar e ver resultados positivos,para mim é importante porque não tenho família aqui e assim me sinto mais seguro. Tbm fui visto por uma psicóloga no início do tratamento mas pelos vistos vou ter que marcar uma outra consulta para breve…sofri com muita depressão quando tive a real noção da gravidade da minha lesão mas melhorei um pouco com o passar do tempo. Agora,depois de 2 anos,estou meio em baixa de novo porque as melhoras existem mas são tão poucas e lentas…e eu não queria tomar anti-depressivos pelo motivo que vc citou,a possível dependência dos remédios no futuro. Mas tem o outro lado,ajudar a diminuir a dor,para mim é mto importante,desde que acordei do meu coma em 13 de Dezembro de 2008 eu não sei o que é ter um dia sem dor… Meu objetivo é tentar ter uma qualidade de vida melhor,mesmo que ficando com sequelas,mas as dores são muito incomodas… Estou recuperando alguns movimentos no braço mas não tenho sensibilidade na palma da mão,somente dor e um ardor forte.
    É difícil estar passando por isso,eu era muito ativo,trabalhava bastante,fazia academia,viajava,praticava esportes…é muito triste mesmo estar assim.
    Mas tenho fé em Deus que irei superar mais esse obstáculo na minha vida,vou continuar lutando para recuperar o máximo possível do PEDRO de antes do acidente!

    Muito obrigado e fica com Deus tá!

    • Olá,Pedro!
      Fico feliz por você ter encontrado profissionais competentes, bem todos têm a mesma sorte!
      Acho que não me espressei bem quanto aos antidepressivos…eles não causam dependência, quanto a isto fique tranquilo, mas como toda medicação, eles têm efeitos colaterais e somados a outros remédios, será mais um para se livrar depois. Porém, em casos como o seu, que a dor neuropática atrapalha bastante e há depressão associada, eles são muito úteis e ajudam muito a melhorar os sintomas, geralmente por volta de 15 dias após o início do uso.
      Pense nisto e continue sua luta!
      Boa sorte!

  99. Boa noite Thais,td bem?
    Minha mãe sofre com dores e dormencia nos pés o médico diagnosticou neuropatia,acontece que ela ainda não fez o exame para verificar qual o tipo de neuropatia .Toma remédios a mais ou menos dois anos e os sintomas não desaparecem.Utimamente ela começou a sentir dores em outros locais .Gostaria de saber qual a melhor indicação ,será que é trocar de médico?Vi que o especialista no assunto é um Fisiatra.
    Abraço

    Lisângela

    • Olá, Lisângela!
      Antes de trocar de médico converse com o médico que já a acompanha há tanto tempo e esclareça suas dúvidas. Se isto não acontecer, sugiro que procure uma segunda opinião.
      O médico Fisiatra é o especialista para o tratamento de reabilitação da neuropatia, que é muito importante que ela faça para conseguir sua melhora.
      Boa sorte!

  100. Dra. Thais,
    Gostaria de parabenizá-la pelo site e pela sua dedicação a todos que a procuram querendo uma resposta que possa amenizar sua dor. Sei que seu tempo é excasso, o que não a impede de responder às inumeras perguntas de pessoas aflitas e sofridas de dores desse mal chamado “neuropatia periférica”. Sou portadora dela, diagnosticada há 3 anos, aproximadamente, em consequência de hanseníase. Sinto dores terríveis… formigamento, dormência… Minha pergunta é: uma vez instalada a doença, existe possibilidade de cura? Se não, ela é progressiva ? Meu medo (pavor…) é de perder os movimentos dos pés e das mãos. Tomo Neurotin 400mg, 3 vzs ao dia, Stilnox 10mg (tomo 1/2 comp.) e Efexor XR 75mg. Mas deixei de tomar a dosagem que minha neuro havia prescrito e a dormência e a dor vieram com tudo ! Voltei a tomar e ainda não tive uma melhora. Sera que ainda existe possibilidade de uma melhora ? Estou muito triste (depressiva…), pois tenho apenas 54 anos e uma vida pela frente… Obrigada por ser tão generosa com todos nós e que você posso prestar esse serviço por muito tempo ainda.
    Um grande e afetuoso abraço.
    Mara

    • Olá, Mara!
      A neuropatia causada por hanseníase pode ser de diversos tipos. Por este motivo, a eletroneuromiografia é muito importante para mostrar como está o comprometimento nervoso, com ela sabemos o quanto o nervo está machucado, que tipo de lesão foi ocasionada e se há possibilidade de regeneração. De qualquer modo, o tratamento da hanseníase por si só é muito importante para evitar a progressão do acometimento nervoso.
      Felizmente melhora e controle dos sintomas podem ser realizados com tratamento medicamentos e de reabilitação.
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra para orientá-la quanto ao tratamento de reabilitação que pode ser feito.
      Boa sorte!

  101. Bom dia Thais td bem?
    Tenho Sindromew do Desfiladeiro Toracico, em 2008 fiz uma esquemia digital e fui internada,descobriram essa doença e que eu tenho costela cervical bilateral. Fui submetida a uma cirurgia para descompressão e retirada de parte da costela cervical.Seis meses depois as dores aumentaram procurei um neurocirurgiao (especialista em nervos perifericos)ele solicitou varios exames(eletroneuromiografia,ressonancia magnetica etc.)foi diagnosticado lesão parcial do plexo braquial direito, e foi realizada outra cirurgia.Hoje após 2 anos ainda tenho muita dor no braço que se estende até os dedos, formigamento, escurecimento da mão
    (fica roxo bem escuro toda ela) do pescoço até o ombro tenho a senação
    que estao me torcendo ,queimação e fisgada. Meu medico solicitou RM
    mais até hoje não consegui marcar hora para mostrar o resultado.
    A RM deu : Irregularidade nas partes moles do triangulo interescalenico,notando-se área com sinal isointenso em T1 e T2 nesta topografia, acometendo os troncos do plexo braquial, notadamente o médio e o inferior, podendo correspoder a alterações pos-cirurgicas, não podendo ser completamente afastada a possibilidade da presença de neuroma em continuidade. Nota-se ainda discreto espessamento e sinal hiperintenso em STRI nos troncos e cordões do plexo braquial direito no presente exame.
    VC poderia me dar sua opiniao , ficarei muito agradecida

    • Olá, Nadia!
      O resultado da ressonância não mudará muito o seu diagnóstico, pois pelo que descreveu, você desenvolveu uma Sd Complexa de Dor Regional ou Distrofia Complexa. Esta distrofia é a responsável por todos os sintomas que você está apresentando e infelizmente o tratamento é bem difícil.
      É necessário medicação e reabilitação intensiva por longos períodos para obtenção de alívio destes sintomas.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-la quanto a esta reabilitação!
      Boa sorte!

  102. Gostaria de saber se doenças auto-imune tem cura? Sou portador de Polirradiculoneuropatia desmielinizante inflamatoria crõnica e gostaria de saber se essa doença é auto-imune e se tem cura?

    • Olá, Adriano!
      Infelizmente ainda não se tem certeza se esta doença é autoimune, há chances de ser.Como não sabemos a causa, ainda não há cura, mas há controle dos sintomas com o tratamento adequado.
      Espero ter ajudado.

  103. Gostaria de saber se o aumento de proteínas no LCR pode ser apresentado por acidente de punção lombar?

  104. fiz cirurgia do tunel do carpo ha um ano e os sintomas voltaram e repeti o exame de eletroneuromiografia e o resultado ;neuropatia focal sensitivo motora no nervo mediano nos punhos e acometimento mielinico focal moderado das fibras sensitivas e motoras e envolvimento axonal motor cronico a direita será que vou ter de fazer a cirurgia de novo porque o problema voltou?tenho epicondilite e tendinose no ombro direito,mais acho que são problemas diferentes ……OBRIGADA ,FIQUE COM DEUS

    • Olá, Carmen!
      Sugiro que converse com o médico que a operou pois ele sabe do resultado da ENMG anterior e seus aspectos clínicos durante todos este tempo.Na maioria das vezes, quando já foi realizada uma cirurgia, o tratamento é conservador.
      Caso ele diga que precisa fazer reabilitação, sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-la.
      Espero ter ajudado!

  105. Explicando melhor a minha pergunta! Sei que o aumento de glicose como também o aumento das hermácias no liquor podem ser por consequencia de acidente na punção lombar! Gostaria de saber se o aumento de proteínas no liquor também pode ser consequencia de acidente da punção lombar?

    • Olá , Adriano!
      Não. O aumento dos níveis liquóricos de proteínas é um bom indicador, embora não-específico, da presença de doença.
      As proteínas no Líquor podem estar elevadas em diferentes patologias, como meningites, especialmente as bacterianas, doenças neurológicas, hemorragias e tumores, entre outras.
      Espero ter ajudado.

  106. Sou acometido de polineuropatia axonal sensitiva periférica, e gostaria de saber se este problema evolui e é degenerativo, pois estou sendo cuidado a mais de dois anos por um Neuro e a insensibilidade nas mãos e dores nos membros inferiores continuam do mesmo jeito. fiz treis(03) neuromiografias sendo que as primeiras o laudo foi leve e esta ultima agora foi media.

    • Olá, Natal!
      Existem várias causas de polineuropatia axonal sensitiva periférica e são as causas que definem o prognóstico da doença (sua evolução). Se você já faz o tratamento há mais de dois anos, provavelmente o seu médico deve saber a causa e o prognóstico. Com relação à fisioterapia, é necessário saber se você está fazendo adequadamente, com meios físicos (aqueles aparelhinhos), alongamentos, fortalecimento e propriocepção.
      Com relação à sua reabilitação, sugiro que procure um médico Fisiatra.
      Boa Sorte!

  107. Dra.
    Tenho 45 anos, ha quase 3 anos sofro de alguns sintomas para os quais nao sei sequer se ha um diagnostico confiavel ate agora. Repentinamente apareceram os seguintes sintomas –
    1- especie de colica vesical
    2- queimacao nos pes
    3- constipacao (qdo consigo evacuar, as queimacoes nos pes diminuem)
    4- algumas dores nos ombros (dores musculares com as quais tenho dificuldade de tirar uma camiseta por exemplo)
    Fiz um monte de exames em laboratorios excelentes como o Fleury (LCR, viroses, Eletros e etc maioria sem detectar nada) salvo um exame de fibras finas (em Ribeirao Preto) que detectou neuropatia autonomica.
    Atualmente tomo Cymbalta 60mg que elimina as dores visicais (pior sintoma) porem sem ajudar nos demais sintomas e ainda com alguns efeitos colaterais como libido. Os medicos seguem avaliando mas nao sabem a causa e tb nao propoem qualquer tratamento para tentar uma cura ou melhora desses sintomas. Vcp oderia me ajudar indicando um centro de excelencia no Brasil ou ate mesmo exterior que possa ajudar no diagnosticos e quem sabe com isso aumentar as chances de solucao…

    • Olá, Celso!
      Felizmente temos no Brasil grandes profissionais e centros que não deixam nada a desejar com relação aos do exterior. Em São Paulo há o Dr Manoel Jacobsen Teixeira que é especialista nisto e conhecido mudialmente, acredito que se alguém puder ajudá- lo a descobrir algo, este alguém é ele.
      Boa sorte!

  108. Ola. Há 2 semanas fui diagnosticada com herpes zoster no pé direito. Como ja havia passado tempo nao pude tomar o antiviral. Sou alergica a analgesicos e antiinflamatorios por isso estou tomando gabapentina para as dores. As dores do pé não passam. Começaram umas dormencias e dores nas mãos ao amanhecer, depois foi para o cotovelo e agora é nos dois braços. De manhã mal consigo abrir as mãos de tanta dor. Agora estou muuito assustada, sinto meu lado direito inteiro dormente. Quando tomo banho não sinto a esponja na pele, é muito apavorante. Fui no reumatologista e ele disse que isso é reflexo do herpes no pé. Não passou nenhum medicamente nem exames. Mas como estou percebendo que está evoluindo, me apavora muito. O que vcs podem me aconselhar?

    • Olá, Isabel!
      Realmente a neuropatia por Herpes Zoster é uma das piores dores conhecidas e em alguns casos ela pode cronificar.
      Para saber o motivo do aumento e mudança de localização da dor, é necessário uma avaliação minuciosa. Sugiro que procure ou um neurologista especialista em neuropatias ou um médico Fisiatra. Boa sorte!

  109. gostaria de saber o que quer dizer tunel do carpo com quadro neuritico associado.

  110. E o quer dizer quadro neuritico ?obrigado.

  111. Olá, gostaria de uma orientação sobre o meu caso.
    Em junho de 2009 tive o diagnóstico de HIV confirmado (contagem de 7.070.000 de cópias), ou seja, segundo os médicos a minha infecção foi crônica e galopante…tive proliferação de linfonodos, pneumonia, etc…., dois meses antes (abril) eu fui internado com muitas dores no corpo, caimbras, pele avermelhada e com lesões….após o exame de sangue o resultado foi sifilis…tomei injeções de penicilina e a mesma regrediu, já com o resultado do HIV eu comecei imediatamente a tomar o coquetel (lamivudina, tenofovir e kaletra) , a princípio a resposta foi boa, ganhei peso rapidamente, meus linfonodos sumiram, etc…., em outubro do mesmo ano comecei a sentir dores, caimbras e formigamento nas pernas, além de formigamento nas pontas do dedos das mãos, falta de equilíbrio, tonturas, fraqueza, prostração, diminuição acentuada da marcha…enfim, fui ao infecto e o mesmo me disse que os sintomas não eram da medicação e que ele não tinha histórico de nenhum paciente com os mesmo sintomas que eu….sempre fui uma pessoa agitada e sempre gostei de esportes (caminhadas e corrida), um belo dia (novembro de 2009) fui fazer uma caminhada e acabei no hospital…levei um tombo e desmaiei em plena rua…a partir daí eu resolvi procurar um neuro, fiz vários exames, entre eles a eletroneuromiografia de membros inferiores onde foi constatado um quadro crônico de processo neurológico periférico dos membros inferiores e região paravertebral lombar bilateral, sensitivo-motor, axonal e mielínico, simétrico, de predomínio distal e de grau acentuado a muito acentuado….., desde então o quadro permanece inalterado, tomei gabapentina por alguns meses e agora tomo lyrica, mas sem nenhum resultado prático. Estou com a contagem de CD4 em 354 e o neuro me disse que o quadro só começa a reverter quando o vírus ficar “indetectável”.
    Peço uma dica com relação à técnicas alternativas, o que eu posso fazer para diminuir a dor e o desconforto (principalmente psicológico) , agradeço a atenção e desculpe pelo texto extenso.

    • Olá, Mário!
      Um tratamento de reabilitação poderá melhorar muito seus sintomas, ele deve ser específico, ou seja, prescrito conforme seu quadro clínico.
      Um médico Fisiatra poderá fazer esta avaliação e indicar fisioterapia com meios físicos analgésicos, promover equilíbrio muscular(nestes casos há Síndrome Miofascial associada), estimular a propriocepção, etc…Uma terapia cognitivo comportamental também pode ajudar o lado psicológico.Com relação à medicações, existem várias alternativas, mas no seu caso,é necessária uma avaliação minuciosa devido às medicações que você já toma.
      A boa notícia é que apesar da neuropatia, você tem outros métodos que podem ajudar a aliviar os sintomas e melhorar sua qualidade de vida.
      Boa sorte!

  112. Gostaria de saber se CIDP (POLIRRADICULONEUROPATIA DESMIELINIZANTE INFLAMATÓRIA CRÕNICA) tem cura?

  113. Minha mãe em 2008 teve a neuropatia periferica aguda, cronica; paralisou todos os membros no hospital porem nao chegou a ir para a U.T.I, nao constatou o Guilanbarre; tudo começou com a formigação e foi subindo nervo a nervo paralisando tudo….
    Ficou com sequelas nas pernas, nao voltou ao normal.
    No dia 01 de janeiro sofreu um acidente de carro que veio a falecer meu padastro e uma amiga que estava tbem no carro; com ela ferimentos leves; porem notei que as pernas ficaram mais debilitadas e consequentemente o equilibrio.
    Minha pergunta, neuropatia periferica pode voltar no grau de quando deu ?
    O emocional interfere ?

    • Olá, Erica!
      Não entendi direito o seu relato, mas a resposta da sua pergunta é sim, o psicológico pode piorar o quadro de dor e motor de quem uma polineuropatia.
      Espero ter ajudado!

  114. Boa noite.

    Meu pai é diabetico de longa data e foi diagnosticado comm polineuropatia diabética periférica. Faz uso de Etna e outro medicamento que nao me recordo, mas as dores parecerm se tornar mais intensas e frequentes. Qaul o especialista pode ajudar a amenizar as dores e se há atualmente um medicamento que reduz as dores e trata a polineuropatica?
    Agradeço pela atençao.

    • Olá, João!
      Sim, existem várias medicações atualmente que aliviam as dores da neuropatia diabética, os mais utilizados e com melhores resultados são os antidepressivos e anticonvulsivantes.
      O tratamento medicamento e de reabilitação podem ser prescritos por um médico Fisiatra.
      Espero ter ajudado!

  115. TENHO 37 ANOS TENHO DIABETES DESDE OS 4 ANOS FIZ UM ELECTROMIAGRAMA QUE ACUSOU UM ACENTUADA POLINEUROPATIA SENSITIVO-MOTORA NESTE MOMENTO TENHO MUITAS DORES A NIVEL DA COLUNA SERA QUE É DEVIDO A POLINEUROPATIA

    • Olá, Susana!
      Suas dores na coluna podem ser pela neuropatia, mas podem ter outras causas também (leia o post Você tem lombalgiacrônica?)
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para uma avaliação, pois ele irá definir o diagnóstico e orientar quanto ao tratamento medicamentoso e de reabilitação.
      Boa sorte!

  116. Olá!!
    Gostaria que vc me indicasse algum tratamento para polineurite , neuropatia periferica pois minha mãe está sofrendo muito com eesa doença e não conseguimos neum sucesso até hje. Já tomou Gabapentina, Lyrica e até uma cirurgia nada resolveu! Moramos em MG e se possivel precisamos de um especialista em BH eu Juiz de Fora !!Urgente! gratos

    • Olá, Sandra!
      Sugiro que você leve sua mãe para uma consulta com um médico Fisiatra para lhe orientar quanto ao tratamento medicamentoso e de reabilitação mais adequado para seu exame físico.
      boa sorte!

  117. Olá Dra…
    Tenho 21 anos, moro em BH-MG…tenho uma filha de 1 ano e 5 meses, e acontece q apos a gravidez dela,comecei a ter uma certa dificuldade para andar e procurei ajuda…fiz uma eletroneuromiografia, q detectou uma neuropatia hereditaria Charcot-Marrie sobreposta a uma CIDP.
    Sugerido pela minha Neurologista, comecei um tratamento com corticoides (prednisona 20mg) em casa mesmo,2 comprimidos e meio, por cerca de 1 mes,mas parece q comecei a piorar, pois tenho cada vez mais dificuldade de andar,sinto muita fraqueza,e minhas mão e pernas tremem muito principalmente apos algum esforço ou estado nervoso,quase nao consigo mexer os pes,nao consigo levantar a ponta deles e nem mexer muito os dedos dos pés.
    Vou tentar agora um tratamento de Imunoglobulina endovenosa,espero a liberação atraves do plano de saude (Golden Cross) .
    O que mais me incomoda nisso tudo e a dificuldade de andar,alem da dificuldade de andar,é estranho o jeito como ando parece q os musculos da panturrilha estão atrofiados…tenho vergonha de andar na rua,pois as pessoas olham estranho…
    Gostaria de saber se tenho chances com o tratamento de Imunoglobulina e se vou voltar andar normal como antes,ja q mesmo possuindo Charcot Marrie (meu pai tem tbm e anda quase q normal) antes da gravidez não sentia dificuldades,so naum conseguia correr muito,enfim gostaria de saber se tenho chances de me curar da CIDP e voltar a ser o q era antes da gravidez,pois preciso cuidar da minha filha e esta cada vez mais dificil carrega-la,estou desesperada…
    Desde ja agradeco…
    No aguardo,
    att Raphaela

    • Olá, Raphaela!
      ficar desesperada só piorá sua situação, vai se sentir mais incapacitada ainda.
      É difícil pela internet, sem uma avaliação clínica dizer seu prognóstico.
      Sugiro que converse com sua neurologista e peça para ela dizer abertamente sua impressão. Outra coisa: nestes casos a reabilitação ajuda e muito a melhorar as incapacidades no dia-a-dia, assim, é interessante que você seja acompanhada também por um médico Fisiatra. Juntos, ele e sua neurologista pode melhorar muito seu prognóstico.
      Boa sorte!

  118. Boa tarde,
    A mais ou menos 25 dias venho tendo dos nas coxas, queimação nos pés e pernas, fraqueza e dor nas costas!!!Além disso meu rosto esta sempre vermelho e sinto muito calor. Fiz uma eletroneuromiografia e nada acusou!
    Posso descartar a neuropatia periférica??Meu ortopedista solicitou uma RM da coluna lombo para ver se é hernia!!!Esta correto??

  119. Oi,há 7 anos venho sofrendo de uma Neuropatia periférica,devido a um medicamento p/ hanseníase,hoje sinto enfraquecimento nos nervos,meu intestino não funciona mais sem ajuda de medicamento,estou sentindo dores na coluna,formigamento e como se estivessem anestesiados os pés, tratei uns 5 anos com doses alta de Gabapentina 300 mg ,mais não vi resultado será que vou viver sempre assim ? se puder me ajudar desde já agradeço.

    • Olá, Maria de Lourdes!
      Para saber a gravidade da neuropatia é necessário uma avaliação clínica e uma eletroneuromiografia, assim é mais fidedigno falar de prognóstico.
      O tratamento de reabilitação é essencial nestes casos, sugiro que procure um médico Fisiatra.
      Boa sorte!

  120. OLá!
    Sou fisioterapeuta especialista em ortopédia, e alguns assuntos de neuro fico meio pertida, estou com um tia com diagnóstico polineuropatia sensitiva modora moderada, tipo mista, axonal desmielizante carater simétrico, que atingiu o músculos tibiais e gastrocnemio.Gostaria de saber o prognóstico desta patologia???
    Obrigada

    • Olá, Morgana!
      O prognóstico depende de vários fatores clínicos: idade da sua tia, tempo de neuropatia, comprometimento neurológico, quadro clínico, doenças associadas, tratamento realizado, etc…
      Sugiro que ela consulte um médico Fisiatra e vc poderá ajudá-la se for junto na consulta e tirar suas dúvidas.
      Boa sorte!

  121. 1. Silvia | 28 28UTC fevereiro 28UTC 2011 às 11:45 | Responder
    O seu comentário aguarda moderação.
    Ola Dra Thais, estava pesquisando na interne, vi este blog, li ele inteiro e resolvi escrever para solicitar algumas orientações. sei que é dificil dar uma opinião sem uma consulta pessoal.
    eu nome é Silvia, moro em Nagoia-Jp, e com o periodo da crise estive um bom tempo desempregada, então fui buscar um curso de capacitação em massagem e estética holística, curso este que toma o dia inteiro.
    Em uma das aulas de shiatsu, ficando de modelo para outra aluna minha cervical me deixou com alguns barulhinhos estranhos no pescoço, não sei se foi isso ou não. Isto aconteceu medade de janeiro 2011.
    Logo alguns dias depois comecei a ter formigamentos na mao esquerda até o punho, mas não dei bola pois estando em período de inverno,e minha casa não tem água quente e nem ar condicionado, apenas um pequeno aquecedor eletrico, como moro sozinha resolvi não comprar mais nada, achei que fosse decorrente do frio, pois lavo tudo na agua fria….(aqui neva)
    Passou mais alguns dias, começou dor de cabeça, até que dia 8/fev tive uma crise feia, perdi sensibilidade, força nas duas mãos direita e esquerda, até o antebraço, com dormencia e formigamentos, minha perna direita do joelho para baixo e tbm meu pe esquerdo, passei muito mal, mas não queria faltar a aula pq era uma aula muito importante, meu nariz sangrou o dia inteiro com pressao na cabeça, voltei para casa, continuou de noite, e no dia seguinte meu braço direito estava um pouco melhor mas meu esquerdo foi a´te embaixo do braço, o formigamento, dormencia atingiu principalmente dedo mínimo , anular e médio, ficando os outros dois sãos.
    Fui ao médico clinico geral (estava gripada tbm) me encaminhou ao neurologista que me encaminhou ao ortopedista, que tirou algumas radiografias, fez uma ressonancia magnetica e me encaminhou para um outro hospital especializado em RM mais profunda. Com os exames e chapas retornei ao Fujita Byoin, um dos maiores hospitais universitario do estado de Aichi-ken, perto da cidade de Nagoia.
    O retorno foi encaminhado paa um especialista de coluna que me queria interna no mesmo dia e disse que meu caso seria cirurgia para colocação de pino no pescoço.
    As radiografias deram desvio da cervical 5, e 6 que estão para frente fora do alinhamento da coluna, e com isso esta prensando minha medula espinhal com lesão nos nervos da plexo braquial e reflexos na c7,c8.
    Dia 20 de fevereiro tive minha formatura do curso de estetica e massagem, e com minha turma fomos comemorar em uma disco, fui de salto alto e dancei bastante. dia 21 tive de fazer acupuntura, fiz dia 15, dia 18 e dia 21 1 dia apos a formatura. Semana passada comecei a usar colar ortopedico para o pescoço, para imobilizar um pouco, o lado direito esta um pouco melhor, mas o lado esquerdo perdi um pouco da força e da sensibilidade, no retorno o médico me deu mais 2 semanas, se até dia 15 não voltar o pescoço no lugar o recurso é fazer a cirurgia para que a lesão nos nervos não paralise meus membros superiores e inferores.
    Minha vida apesar de não fazer exercícios físicos é saudável, me alimento pouco mas com qualidade, não como frituras, e nem refrigerantes, mais frutas e verduras naturais, não bebo e não fumo, e que eu saiba não tenho antecedentes na família nem de diabete e enem de neuropatia.
    Tenho 1,53 de altura e peso 50 kk, 48 anos, 2 filhos adultos e sou dedicada ao trabalho.
    Minha pergunta diante de meus sintomas, o que estou tendo pode ser um tipo de neuropatia periférica? porque está acontecendo tudo tão rápido? tenho mesmo que fazer esta cirurgia, não existe alguma alternativa para colocar minha cervical no lugar?posso fazer natação? o médicorecomendou que não se fizesse nenhum tipo de tração, aongamento, ou massagem que possa agravar a situação.
    Esta situação pode esta decorrente de que? o que poderia ocasionar e levar meu organismo a estes sintomas? Será que tenho alguma deficinecia óssea ou fraqueza neurológica? Depois disso esta semana tenho sentido muita dor de cabeça, e não é na cabeça toda, apenas atás nabase do cerebelo em junção com a 1 vert.cerv. axxis, sinto dor e pressão com peso na nuca, nãoé da vista, já fui no oftalmologista, e não é de fome visto que faço minhas refeições 3 a 4 vezes por dia regularmente, e mais alguns lanchinhos de frutas e iogurte. Minha vista esta turva, meus dedos minimo e anular da esquerda parecem bobos, apenas dormencia , e sem sensibilidade.]
    Semana passada meu pé esquerdo começou a incomodar, outras vezes sinto muito cansaço e peso na canela esquerda, tem momento que se toca doi a tíbia, a fíbula não, hora é dor no osso, ora é dor no musculo, ora é dor nos nervos, o mesmo se sucede abaixo da escapula esquerda, uma semana antes era escapula e trapezio direito, esta semana é a esquerda, e sensação de peso na nuca. Tem momentos que tenho sensibilidade nas mãos, outra nem consigo tomar banho, como também naoconsigo distinguir se o que estou usando é shampoo ou se é condicionador, pela falta da sensibilidade.
    Moro sozinha, não tenho familiares aqui, meus filhos estão no Brasil, como sou separada, desque que eles são pequenos, sempre trabalhei muito, e achei que tal dormencia e formigamento tbm pudesse ser do excesso de trabalho e não dei muita bola. Também não domino o idioma japones, o que dificulta um pouco a comunicação, os médicos daqui não saõ de dar explicação, examinam pouco e falam menos ainda, apenas indicam o que tem de ser tomado e o que tem de ser feito, mas não é costume dos médicos ficarem falando da doença com seus pacientes ( neste ponto o Br é melhor).
    Ele me receitou emplastos para dores musculares chamado rokisonin tepu-100mg, e meticobaru – 500 mg 3xs ao dia, não tenho certeza mas pelo que entendi é meticobalamina – vitamina B12 ou derivado ou alguma coisa parecida…. não fui com intérprete, eles são muito caros e como estou desempregada fui acompanhada de 3 dicionarios, um de termos médicos, outro de port-japo, e vice e versa. Nossa comunicação foi meio monólogo, eles veem a gente com preconceido e certa discriminação, talvez por não entender e ou como falar com alguem que não domina o idioma e mesmo assim teima em passar por uma consulta médica.
    Que medicação é esta, como ela funciona, quais suas indicações e contra indicações e o que ou como ela pode ajuda meu organismo?
    Eu não estou doente, mas um deslocamento da cervical 5, e 6 esta gerando uma série de consequencias que nunca imaginei acontecer. até que ponto c5,c6,c7c,8 podem me deixar com paralisia? ate que ponto pode ocorrer lesão e em que gravidade? O que pode ter gerado tudo isso, o que pode ter ocasionado esta situação? e como posso fazer para melhorar?
    É um monte de dúvidas, onde posso buscar referencias bibliográficas ou com quem devo buscar maiores informações?
    Tem alguma coisa para comentar e ajudar a esclarecer minhas duvidas?
    Aguardo seu retono, e agradeço sua atenção, desculpas se estou abusando.
    Abraços.
    Att.
    Silvia
    21 de marco de 2011-03-22
    Ola Dra Thais, tenho entrado de vez em quando para ver se tem alguma resposta para mim, tbm escrevi para o Dr Claudio do hospital nove de julho e dele tbm não obtive repostas, estou meio perdida procurando nos sites e blogs alguém que possa me ajudar.
    Para não necessitar fazer cirurgia comecei a procurar vários especialistas inclusives fora da área médica, fui para outras cidades, Toyohashi, Shizuoka, e me indicaram um quiropraxista especialista em lesões de coluna em Tókyo e outro em Nagoya.
    Fui nos dois, mas retornei neste de Nagoya umas 3 vezes, que é mais perto de casa, ele mexeu em meu pescoço, e disse que não é 5, 6 que foi para frente, mas sim 3, 4 que foram para trás, com isso a curvatura do pescoço esta invertida, parece uma cobra em s para trás, não esta nem curvatura côncava única normal para a frente, tirei novas radiografias e ressonâncias magnéticas que adquiri uma copia, e posso enviar via e-mail, para que a senhora possa analisar as imagens com mais detalhes, se tiver numero de fax posso escanear e passar por fax.
    Os formigamentos periféricos diminuíram um pouco, semana passada estava melhor, esta semana houve reincidência, o lado direito pouco a pouco volta a força, e a sensibilidade mas a esquerda esta mais devagar, a nuca continua com peso e barulhos estranhos, crock, crock, cada vez que faz semi rotação ou gira o pescoço para os lados, segundo o médico tem um osso na base da nuca que na radiografia não aparece no lado esquerdo e pode estar deslocado, na ressonância feita depois das sessões de quiropraxista ela aparece mais alinhada,fui a outro ortopedista clinico de outro hospital, ele acha que não tem jeito mesmo com cirurgia, ele não recomenda e disse ser muito delicada uma cirurgia no pescoço.
    Retornei ao ortopedista especialista de do pescoço do hospital Fujita Byoin, que estava me atendendo ele não acredita em quiropraxistas e recomenda a cirurgia e ele em função da melhora adiou a cirurgia por mais um mês para ver como fico ate La, mas ampliou minha medicação, alem dos dois anteriores :methycobal 500mg. E emplastos indicou:
    Nairotorobin, celecox 100mg, loxonin 60mg, myonal 150mg,gasion 2mg, neurotropin 4 N.U.
    Com medo que tanta medicação possa afetar meu fígado ou meu estomago, com excessão do methycobal os demais tomo na metade da prescrição médica.
    O quiropraxista, da qual estou me atendendo é considerado um talento excepcional em lesões irreversíveis de coluna, so trabalha com lesões de coluna fazem quase 40 anos, muito famoso por atender pessoas famosas no JP, não atende por convênio só particular, e cada vez que retorno é uma cacetada, sem poder trabalhar no momento, já estou sem reservas financeiras, e com isso o emocional e o psicológico de vez em quando entram em depre tbm….fora que não contei nada para meus filhos no Br, e não tenho amigos no JP, nesta hora sumiu todo mundo ate parece que estou com algo muito contagioso, nem mesmo por telefone ninguém liga para saber se estou bem ou não, no JP as pessoas são assim, fica cada um na sua…toca sua vida cada um tem seu ritmo de trabalho e de vida. Na verdae umas duas ligaram, mas estava muito depre bem e acabei não atendendo também…
    Se tiver alguma resposta por favor, estou perdida, sem saber o que fazer ou a quem recorrer, pelo desconhecimento do assunto tenho medo que isso possa se agravar, ou se melhorar agora tenha reincidência futura, por isso estou atrás de informações ou alguém que possa me ajudar. Na escola onde aconteceu alem da desconfiança que realmente tenha acontecido La, eles ficam mais a escanteio. Não sei se processo ou não, estou sem ação, e agora com o terremoto do Jp, em Sendai, tudo fica parado em função da situação geral de lá. Com razão a situação de lá é bem mais grave, eu ainda estou andando e moro mais ao sul….
    Onde posso buscar informação? Qual a causa e como ela pode prejudicar futuramente se persistir? Os médicos me dispensaram e disseram que não preciso mais voltar, disseram que são muito ocupado para eu ficar em casa , retornar so se agravar e eu não estiver bem para retornar, mas eu não estou bem, pode me orienta em alguma coisa, ou alguém a quem recorrer?
    Aguardo retono, e agradeço sua atenção
    Atenciosamente
    Silvia Ito

    • Olá, Silvia!
      Infelizmente é impossível dar um diagnóstico apenas pela descrição do paciente pela internet.
      A medicação que ele passou para vc é
      Vitamina B, alguns médicos a prescrevem no tratamento de dor crônica relacionado a lesão nervosa.
      Sugiro que a próxima vez que for ao médico, leve alguem que entenda a língua para tirar todas as suas dúvidas,se não tiver esta possibilidade ou se os sintomas piorarem, sugiro que volte ao Brasil.
      Boa sorte!

  122. luiz altair sackser

    bom dia.
    descobri que minha esposa tem neoropatia periférica, gostaria de que me informassem qual o medico especializado neste assunto que devo procurar…
    aguardo retorno…
    obrigado

    • Olá, Luiz!
      O neurologista vai diagnosticar o tipo de neuropatia e sua causa, o médico Fisiatra vai prescrever o tratamento de reabilitação quando necessário.
      Boa sorte!

  123. Boa tarde,
    Em julho de 2010 fiz uma eletroneuromiografia devido a perda de força e sensibilidade nos dedos mindinho e anular e dimnuição da força das mãos. Mas ainda desenolvia atividades como comer, escovar dentes, pentear cabelo, etc. O diagnóstico foi Polineuropatia periférica sensitivo-motra assimétrica, crônica, axonal e desmielinizante mais importante em membro superior direito com presença de denervação ativa, ufa ! Faço quimioterapia há 4 anos, fiz radio em junho de 2007 e ainda tenho linfedema no braço direito. Faço fsioterapia mas não sei se é a recomendada porque sinto despreparo da profissional nesse sentido, mas preciso fazer por causa do inchaço do linfedema. Estou perdida e preocupada porque de lá (julho de 2010) pra cá piorei muito, pois não tenho força na mão inteira e a falta de sensibilidade aumentou e tenho dores no antebraço e região em torno da escápula. Qual o profissional mais indicado para me ajudar. Desde já muito grata.

    • Olá, Mariuza!
      A causa da polineuropatia provavelmente é o tratamento quimioterápico e radioterápico que realizou. A fisioterapia é essencial para melhorar o linfedema, a sensibilidade e a função motora de seus braços.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra que a orientará com a Fisioterapia, Terapia Ocupacional, enfim todos os terapeutas que serão necessários para sua reabilitação e indicará bons profissionais.
      Boa sorte!

  124. Olá, minha irmã tem neuropatia periferiaca provocada por um medicamento para tuberculose(ZYVOX) a médica já suspendeu a medicação mais a dor persiste,gostaria de saber se tem cura e qual a previsão de cura,ela já está com essa dor há pelo menos 2 meses,grata pela ajuda.

    • Olá, Ana Paula!
      Geralmente a neuropatia ocasionada por medicação pode reverter com a suspensão da medicação, mas depende muito do tempo que ela usou a medicação.
      Para ter certeza, sugiro que ela faça uma eletroneuromiografia para saber se houve uma lesão neuropática mais séria.
      Espero ter ajudado!

  125. OLÁ gostaria de saber algumas informaçoes sobre ; há 1 ano fiz cirurgia do tunel do carpo, e desde então ainda não consegui voltar a trabalhar ,pois logo após descobri que estava com epicondilite no msd e comecei a fazer fisioterapia ,logo iniciou uma dor nos ombros (dor em queimaçao)onde foi feito ressonancia dando sindrome do impacto com tendinopatia do supra espinhoso e subescapular e artropatiadegenerativa acromio clavicular com reduçao do espaço agora o meu medico disse que é cirurgico ,ainda não sei se vou fazer a cirurgia,tenho ainda tomado medicaçao thioctacid para queimaçao nas palmas das maos e nao sei como tudo isso foi se desenvolvendo num periodo em que eu estou em casa sem esforços fisicos,nao sei mais o que fazer e a quem procurar ,tenho dores e nao consigo reslover o problema,peço que se possivel me esclareça se esses problemas vão surgindo assim mesmo do nada e como tentar ameniza-los ,desculpe mais peço ajuda e orientaçao.obrigado.

    • Olá, Carmen!
      Poucas são as indicações de cirurgia de ombro, pois seus resultados não são satisfatórios.
      Sugiro que se você tem dúvidas do que é melhor para você, deve procurar uma segunda opinião.
      A maioria das patologias de ombro apresentam excelentes resultados com uma reabilitação bem feita, minha sugestão é que você procure um médico Fisiatra.
      Boa sorte!

  126. Ola. Preciso tirar uma duvida.
    A minha mae esta com neuropatia periferica, ela começou a sentir no dedao, depois no pe, depois nas pernas, na coxa, e agora esta na bunda…essa doença é grave?

    • Olá, Sthefany!
      Para sabermos o prognóstico da neuropatia, é necessário saber a sua causa e fazer uma eletroneuromiografia. O médico que fez o diagnóstico poderá orientá-la melhor!
      Boa sorte!

  127. Olá,
    Desde janeiro de 2009 convivo com efeitos de uma polineuropatia sensitvo motara desmielinizante (no resultado da EMG o laboratório não afirma, diz só que é sugestivo)
    Os sintomas começaram com dormencia e formigamento nas plantas dos pés e durantes os meses seguintes foram aumentando de intensidade, subindo atés as coxas da perna esquerda enquando que na perna direita parou nos pés.
    Hoje o meu quadro é: formigamento, dormencia, sensação de vibração, queimação e cãimbras constantes na perna esquerda, e os dedos do pé esquerdos ficam mexendo o tempo inteiro como se estivessem em convulsão.
    A perna esquerda é menos afetada, so pé um pouco adormecido mas constantement formigando e o joelho um pouco dormente.
    Fiz acumpultura durante um período, mas o máximo que consegui foi aliviar um pouco, nada de muito relevante.
    Segundo a minha infectologista, a causa foi infecção por HIV, tratado tardiamente, e com a subida do CD4 os efeitos passariam.
    Atualmente, me encontro com carga viral zerada há mais de 1 ano e meio e cD4 acima de 500, no entanto nada mudou, na verdade só aumentou.
    Já passei por vários estágios, no começo fiquei atordoado, depressivo, com o tempo me acostumei com o sofrimento, e agora estou cansado de conviver com isso, apesar de dar graças a Deus por não ter ficado mais debilitado.
    Na minha ultima consulta ela me solicitou um exame do liquor para avaliar melhor as causas e me disse que existem remédios para este problema e devido ao alto custo era necessário uma avaliação minunciosa.
    De meu lado, gostaria de saber se voces conhecem algum neurologista que seja especialista neste problema, aqui no Rj, que possa me indicar?
    Vou ficar eternamente grato se puderem me ajudar nessa luta.
    Forte abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s