Arquivo da tag: Esporão

Esporão ou Fasceíte Plantar?

A Fasceíte Plantar é a causa mais comum de dor na planta do pé. Seus outros nomes são: Síndrome da Dor do Calcanhar, Dor do Esporão, Calcanhar de corredor, Dor Subcalcanea, Calcaneodenia e Periosite de calcâneo.
Não é uma manifestação inflamatória e sim, um processo degenerativo.
A fascia plantar é uma “membrana” formada por tecido conjuntivo que se origina no calcanhar e segue até se inserir após o arco do pé, antes da cabeça dos dedos do pé. Assim, contribui na função da corrida e do caminhar. Sua finalidade é promover o suporte do arco longitudinal e serve como um amortecedor dinâmico do choque do pé para a perna.

Fáscia Plantar

CAUSAS:
-Atletas- sobrecarga, erro de treinamento, treinamento em superfícies irregulares, aumento do impacto no treinamento e tênis desgastado.
-Obesidade e sobrepeso- aumento da sobrecarga e impacto nas deambulações.
-Idosos-alterações de envelhecimento nas estruturas do pé.
-Diabéticos- a polineuropatia periférica causada pelo Diabetes leva a uma atrofia muscular, pé cavo, dedo em martelo com alterações no passo.
-Pé plano

SINTOMAS
Dor na sola do pé, na região do calcanhar. Piora nos primeiros passos no despertar de manhã ou depois de um tempo prolongado de atividades de descarga de peso. Após alguns passos e durante o curso do dia, a dor do calcanhar diminui, mas retorna com atividade intensa ou prolongada de descarga de peso.

Fasceíte Plantar

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico é feito baseado na historia e exame físico.
A investigação feita por imagem raramente é indicada para avaliação inicial e tratamento, mas pode ser útil em alguns casos para excluir outras causas de dor no calcanhar. O RX simples pode excluir fratura de calcâneo por estresse ou espondiloartropatia. A ultrassonografia e a Ressonância magnética podem evidenciar a fasceíte plantar. Escanometria óssea pode ser útil, mas não é rotineiro.

Ressonância Magnética:Fasceíte Plantar

A Fasceíte Plantar é considerada auto-limitante, ou seja, acredita-se que por volta de 6 a 18 meses haverá melhora dos sintomas. Para isto, é necessário um diagnóstico e tratamento precoce.

TRATAMENTO
-Repouso de atividades que descarreguem peso nos pés,
-Adequação de sapatos,
-Uso de palmilhas,
-Fisioterapia,
-Medicações- antiinflamatórios e nos casos crônicos antidepressivos tricíclicos.
-Acupuntura- resultados controversos.
-Infiltração muscular com lidocaína (anestésico) nos casos crônicos.
-Terapia por Onda de Choque Extracorporal-usa pulsos de alta pressão de ondas sonoras para bombardear o tecido danificado para aliviar a dor.É utilizada como uma alternativa para a cirurgia para aqueles com muito tempo de dor. Não é invasivo e tem uma taxa de sucesso comparada com a cirurgia.

Terapia Por onda de Choque na Fasceíte Plantar

Se você apresenta estes sintomas deve procurar um médico Fisiatra. Este especialista vai fazer o diagnóstico rápido com alívio da dor (através de medicações), orientar o fisioterapeuta e o resto da equipe de reabilitação(nos casos crônicos), prescrever palmilhas (se necessário) e fazer procedimentos quando indicado.
Pés Saudáveis