Afinal, o que é a Dor?


A dor é uma sensação desagradável que nos alerta de que alguma coisa não está funcionando corretamente no organismo. Aparece de diversas formas, como cólicas, queimação, choques, fisgadas, um peso,etc… e pode ser contínua ou parar tão rápido quanto começou.
É denominada aguda quando dura até 3 meses e logo após se torna crônica.
As diferenças culturais mostram variação na percepção, no comportamento e nas reações quanto à dor. Os latinos são mais emocionais que os caucasianos, que são mais emocionais que os orientais. Os americanos são mais incapacitados.

Anúncios

8 Comments

Dra. Thais, amei o site , amei o tratamento! Obrigada por tudo, profissionais como voce vieram ao mundo para fazerem a diferença. Falo isso por conhecimento de causa!
Um grande abraço, Te Amo!

Mari

    Oi, Mari!
    Obrigada pelos elogios!
    O site foi feito para vocês, use e abuse, tire todas as suas dúvidas!
    Quanto ao tratamento, ele é um empurrãzinho que damos em vocês, a melhora é seu mérito!
    Beijos

Dra, boa tarde
Minha Mãe tem 88 anos e teve herpes (zolters?) e depois disso tem uma dor que as vezes muscular e as vezes diz que é um ardume no local, já fomos a um médico de dor (tomou injeções no local), toma para isto somente Gabapentina, mas só reclama e eu não sei mais o que fazer nop caso especifico, esta dor não tem fim mesmo ?????

    Olá, Ifigênia!
    A dor neuropática causada pelo Herpes zoster é uma das mais intensas, no entanto, hoje está mais fácil tratá-la. O herpes zoster é um vírus que se instala na célula nervosa e toda vez que a imunidade do paciente cai, ele se manifesta.
    Para controlar a esta dor, é necessário medicações (a gabapentina é indicada, mas às vezes não é suficiente) e um tratamento de reabilitação. Além disso, é importante melhorar a imunidade do paciente com uma alimentação saudável e menos estresse.
    Sugiro que sua mãe faça avaliação com um médico Fisiatra para orientá-la quanto ao tratamento de reabilitação.
    Boa sorte!

Sou Terapeuta Ocupacional. e adoreis as informações contidas acima.

Dra, boa tarde.
Gostei muito do blog pela linguagem acessível, mas de bom nível, e pelas ilustrações. Estou com uma dor de calcâneo para a qual não tenho encontrado descrições similares na internet. O mais próximo foi o da fasceíte plantar, mas ela não ocorre após o repouso e quando a fáscia é destendida. Ela pode ocorrer a qualquer momento. Já chegou a me acordar. Ela vem em pulsos muito, mas muito intensos mesmo. Algumas vezes, em que ocorreu ao caminhar, precisei parar e me apoiar na parede. Dá uns três pulsos, repentinos e com duração de alguns segundos, e como veio se vai. Dá uma enorme sensação de alívio quando cessa. Não me parece de inflamação, mesmo não permanece. Parece algo mais nevrálgico; aquilo que nós leigos chamamos de pinçamento. E a sensação é a de um longo estilete sendo introduzido por baixo do calcâneo. Já fui ao ortopedista, mas com resultado paliativo e não total. E as dores estão voltando. Perdão pela longa descrição.
Um abraço e grato.

    Olá, Alvaro!
    Obrigada pelos elogios ao blog.
    A dor que você descreve parece de origem muscular, mas para termos certeza é necessário uma avaliação clínica e talvez até uma podobarometria para avaliarmos se comporta seu pé e como descarrega seu peso nele quando você anda.
    Sugiro que procure um médico Fisiatra para fazer esta avaliação, dar um diagnóstico e propor o tratamento de reabilitação.
    Boa Sorte!

Obrigado, Dra.
Vou buscar essa especialidade.
Atenciosamente,
Álvaro.

Deixe um comentário

Name and email address are required. Your email address will not be published.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <pre> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

%d blogueiros gostam disto: