Causas e Consequências da Hérnia Discal


As causas mais comuns da Hérnia de Disco são: predisposição genética, envelhecimento, atividades de impacto na coluna (atletas e determinadas atividades profissionais que carregam, levantam muito peso ou com muita vibração), sedentarismo e tabagismo. Acredita-se que estes fatores contribuem para uma degeneração precoce do Disco Intervertebral.
A Hérnia Discal pode migrar para o orifício da medula espinhal, anteriormente e ocasionar uma compressão medular que pode originar perda de força muscular até paralisias. Os músculos acometidos dependem do local desta compressão. Se a Hérnia se localizar em região cervical ou torácica alta o paciente pode ficar até tetraplégico. A compressão da Medula Espinhal pode ser identificada por Dor, perda de força muscular progressiva e alterações de esfincteres (diminuição/ausência do controle urinário ou fecal).

Compressão Medular Cervical

A Hérnia Discal pode migrar lateralmente comprimindo a raiz nervosa da raiz correspondente. Nestes casos, pode haver 3 comprometimentos: Sensitivo, Motor ou Sensitivo-Motor. Quando levar a uma lesão sensitiva, o paciente apresenta formigamentos ou adormecimentos (até a perda total da sensibilidade) e dor intensa, localizada na região que o nervo acometido inerva. No caso da lesão motora o paciente apresenta perda da força muscular progressiva no membro relacionado ao nervo comprimido, podendo chegar até a paralisia.

Hérnia Discal comprimindo a Raiz Nervosa

Eventualmente a Hérnia pode causar uma lesão sensitivo-motora apresentado os sintomas mesclados.
Há muita confusão no diagnóstico porque as pessoas confundem Hérnia com abaulamento e protusão. O diagnóstico da Hérnia Discal é feito através do exame clínico e confirmado pela Ressonância Nuclear Magnética. Na falta deste exame, pode ser observada também pela Tomografia Computadorizada. Estudos mostram que mais de 80% das pessoas com mais de 40 anos tem alterações nos exames de imagem e não apresentam dor. A Eletroneuromiografia é utilizada para o estudo da lesão, avalia se é medular ou da raiz nervosa e ainda caracteriza se é sensitiva, motora ou ambas.

Ressonância Nuclear Magnética com Hérnia Discal Lombar

A Hérnia Discal pode levar a Dor Aguda e Dor Crônica. Para saber qual o seu Diagnóstico, tipo de lesão e melhor tratamento, procure um Médico Fisiatra.

About these ads

159 Respostas para “Causas e Consequências da Hérnia Discal

  1. Ficou mto bom o Twitter por aqui… ta que tá hein!!! bjos

  2. paulo césar dos santos

    ENTREI NA EMPRESA EM 1989,COMO AJUDANTE DE PRODUÇÃO TRABALHEI 4 ANOS COMO AJUDANTE CARREGANDO E DESCARREGANDO CAMINHAO DE BOTIJOES DE GAS(GLP) TODOS OS DIAS, E ADQUIRI UMA HERNIA DE DISCO E EM 1996 TIVE QUE FAZER UMA CIRURGIA DE HERNIA DE DISCO, FIQUE AFASTADO 68 DIAS DO TRABALHO E A EMPRESA NÃO ABRIU A CAT PARA MIM, HOJE EM 2009, ESTOU MUITO MAL COLUNA DEVIDO A ESTA CIRURUGIA, ESTOU COM DEGENERAÇAO DA VERTEBRA E INFLAMAÇÃO
    O MEDICO NEURICIRURGIAO ESTA ME ENCAMINHADO PAR O INSS, FOI A EMPRESA PEDIR PARA ELES ABRIREM A CAT PARA MIM ME DISSERAM QUE EU NÃO TENHO DIREITO A CAT POIS NÃO SE TRATA DE UM ACIDENTE DO TRABALHO INCLUSIVE O PROPRIO MEDICO DO TRABALHO DA EMPRESA DE DISSE QUE EU NÃO TENHO DIREITO A CAT, O QUE DEVO FAZER PARA CONSEGUIR ESTA CAT PARA LEVAR PARA INSS,POIS TENHO UMA PERICIA MARCADA PRA DIA 22/05/2009,E QUANTO A NÃO ABERTURA DA CAT EM 1996, QUANDO FIZ A CIRURGIA O QUE DEVO FAZER?

    PRECISO MUITO DESTA INFORMÇÃO, POIS NÃO SEI A QUEM RECORRER,PRA ME AJUDAR,POR FAVOR ME DE ALGUMA ORIENTAÇÃO

    NO AGUARDO
    PAULO
    SERRA-ES

    • Olá, Paulo!
      Realmente se o Médico do Trabalho não relacionou seus sintomas com seu trabalho será muito difícil para você conseguir o CAT.
      Procure o seu Sindicato pois eles têm um departamento jurídico que pode avaliar os detalhes de seu caso e te dar uma orientação mais correta.
      Atenciosamente,
      Thais

  3. Oii Thais

    Meu pai está exatamente com esses sintomos, ja foi diagnosticado por um Tramatologista, Hérnia de Disco lombar.
    Perdeu as forças muscular, os Nervos estão atrofiando, dores frequentes.
    Gostaria de saber se existe algum tratamento? Ou so uma Cirurgia por salva-lo?
    Se puder entre em contado mais breve possivel.
    Obrigado

    Triunfo/RS

    • Olá, Rafaela!
      É importante ter certeza se o que seu pai tem é uma hérnia, uma protusão ou ainda um abaulamento discal (isto é demonstrado na Ressonância Magnética).
      Se realmente for uma hérnia que comprime a raiz nervosa (dor e perda de força muscular progressiva), o tratamento pode ser feito com reabilitação. Para ser bem orientado, é importante fazer uma avaliação com um médico Fisiatra.
      Se for uma hérnia que está localizada em região central que comprime a medula, ele sente dor, perda da força muscular e alteração de esfincteres (perda do controle da urina e das fezes), aí não haverá escapatória e a cirurgia é indicada urgentemente.
      Devo te alertar que a protusão e abaulamento discal podem levar a uma Síndrome dolorosa miofascial com muita dor e uma perda de força relativa (o paciente fica com dificuldade de se movimentar devido ao encurtamento muscular e pela dor), e nestes casos, não há indicação de cirurgia e sim de tratamento de reabilitação. Mais uma vez uma avaliação do médico Fisiatra é imprescindível.
      Gostaria de lembrar que minhas considerações não são um diagnóstico ou uma proposta de tratamento, são hipóteses baseadas nas informações que você me deu e na literatura científica.
      Se você tiver mais dúvidas, estou à disposição!

  4. Oi Thais,

    Há algum tempo quero lhe parabenizar pelo sucesso do Blog. Excelente. Meus parabéns.

    Grande Beijo, Flá

  5. Marilene Lessa Bicalhom

    Olá, me chamo Marilene, tenho 45 anos e tenho sofrido há muito tempo com dores nas pernas onde à noite nem tinha posição na cama para dormir. Atualmente as dores dominuiram, e passei a sentir fortes dores no pescoço(queimação) e nos braços, principalmente o direito. Meu intestino nunca funcionou direito, e agora está pior, não sei se devido aos analgésicos e antiflamatórios que já tomei. Fiz recentemente uma ressonância e o resultado foi:

    Alterações degenerativas discais em C3-C4, C4-C5 e C5-C6 caracterizadas por desidratação e redução da altura discal.
    Protusões disco-osteofitárias posteriores assimétrica à esquerda em C4-C5 e C5-C6, determinando compressão sobre o espaço subaracnóideo anterior e impressão sobre a face anterior da medula espinhal.
    Osteoartrose das articulações uncovertebrais com formações osteofitárias posteriores em C4-C5 e principalmente em C5-C6, que se projetam para o interior dos foramens neurais promovendo redução de suas dimensões e compressão das raízes correspondentes.
    Articulações interapofisárias apresentam alterações degenerativas com esclerose subcondral e irregularidades das facetas.
    Amplitude do canal vertebral encontra-se reduzida em C5-C6.

    IMPRESSÃO DIAGNÓSTICA:

    Alterações degenerativas discais e protusões discais C4-C5 e C5-C6 com as características descritas acima.
    Estenose foraminal C4-C5 e principalmente em C5-C6.
    Osteoartrose das articulações interapofisárias.

    Thaís, você acha que vou precisar fazer cirurgia? As dores são intensas, e tomo atualmente “codaten”, porque tomava outro com tramal e não estava adiantando nada pra dor.
    Agradeço a gentilezase me esclarecer as possibilidades.

    • Olá, Marilene!
      A Clínica sempre será será soberana com relação aos exames para o médico definir o tratamento, principalmente quando a opção é cirurgia, que é um tratamento invasivo.
      Pela sua exposição, há necessidade de uma avaliação clínica mais profunda à procura de alterações neurológicas para optar o tratamento.A Estenose pode ter indicação cirúrgica dependendo das manifestações neurológicas que ela apresenta,de sua evolução até o momento e de seu grau de comprometimento. Para visualizarmos melhor partes ósseas e no caso, verificar o grau de estenose o melhor exame é a Tomografia Computadorizada.
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra, leve todos os seus exames já feitos e exponha suas queixas. Com a avaliação clínica, o Fisiatra vai verificar se há necessidade de fazer a Tomografia Computadorizada ou outros exames e se há necessidade ou não de cirurgia.Se não houver indicação, ele prescreverá o melhor tratamento medicamentoso e de reabilitação para melhorar seus sintomas.
      Gostaria de lembrar que minhas considerações não são um diagnóstico ou uma proposta de tratamento, são hipóteses baseadas nas informações que você me deu e na literatura científica.
      Boa Sorte!

  6. gostaria de saber o que é exatamente desidratação discal eabaulamento discal? desde já agradeço.

    • Olá, Maria Aparecida!
      A desidratação e o abaulamento discal são alterações degenerativas do disco intervertebral, ou seja, um envelhecimento desta cartilagem.A desidratação é a diminuição da quantidade de água, que também acontece em outros tecidos do nosso corpo com a idade.O abaulamento acontece quando há uma alteração da forma do disco intervertebral consequente às alterações degenerativas, sendo uma delas a desidratação. Observe no Post “A Hérnia Discal” a forma do abaulamento.
      Se mesmo assim permanecer dúvidas, coloque aqui!

  7. Marilene Lessa Bicalhom

    Prezada Thaís,
    Sua explicação foi importante para mim, mas preciso que me diga: se caso eu não fizer fisioterapia como me foi indicado, e ficar apenas tomando análgésicos terei complicações ainda piores mais tarde?
    Veja bem, no momento me encontro desempregada, sem convênio, dependendo do SUS, e sabe que além da dificuldade para conseguir exames e tratamento, os remédios são caros. Nos últimos dias tenho sentido zumbidos no ouvido, tive um mal estar com enjoô e minhas mãos ficaram formigando. Meus braços, principalmente o direito, ao contrário do que o médico disse que meu exame detectou para o braço esquerdo, estão perdendo a força, pois não consigo segurar peso nem fazer movimentos bruscos. O esquerdo começa a se manifestar enquanto o direito aumenta ainda mais as dores. Meu pescoço que até então não sentia com frequencia, agora doem muito. Não consigo ficar mais que alguns minutos para baixo ou para o alto. Não tenho posição de conforto em qualquer situação. Não tenho condições de procurar um fisiatra, nem fazer tomografia, por isso quero saber quais os sinais ou sintomas de alerta para que eu peça socorro antes que fique com alguma sequela. Sou muito forte, consigo segurar a dor mesmo que intensa, por muito tempo antes de tomar remédios, mas temo por aguentar até que seja tarde. Sei que você não pode se comprometer, apenas fazer considerações, mas peço que entre em contato por email “marylenefb@gmail.com” para falar sobre o assunto mais à vontade e me alertar sobre minha real situação. Minha família diz que tenho costume de minimizar meus problemas, e por isso posso deixar de me tratar adequadamente e evitar um mal maior. Obrigada mais uma vez, e que Deus lhe abençõe por esse trabalho de esclarecimento aos leigos e necessitados.

    • Olá, Marilene!
      Sim, se você não fizer a fisioterapia adequada você tem muita chance de seu quadro piorar.
      Não é pelo fato de me comprometer ou não, mas como disse no comentário anterior, a clínica é soberana.Somente com uma avaliação clínica bem feita poderia dizer sobre prognóstico. Pelos dados que você me deu, já te relatei minha opinião baseada na literatura científica.
      O seu tratamento encontra-se inteiramente disponibilizado no SUS, inclusive com médico Fisiatra se você mora em cidade com Centro de Reabilitação. A única diferença é que nem sempre é rápido, mas melhor entrar em uma fila do que ficar esperando, pois senão o tratamento nunca acontecerá.Quanto mais você demorar para procurar tratamento, mais sintomas irão aparecer.
      Boa Sorte!

  8. Olá Thais,Tenho 40 anos e estou em tratamento da coluna há quase 2 anos e gostaria que se possível você me tirasse uma dúvida.Nunca fui encaminhada para um neuro, mas na última consulta o médico me falou que a hérnia que tenho esta mexendo com o nervo, nea ressônancias o esultado é esse:MÍNIMAS PRONTRUSÕES DISCO-OSTEOFITÁRIA PÓSTERO CENTRAIS DE C3-C4-C4-V5,COM LEVE COMPRESSÃO CONTRA A FACE VENTRAL DOS SACRO DURAL.
    DESIDRATAÇÃO PARCIAL,REDUÇÃO DA ALTURA E PRONTRUSÕES DISCAIS POSTERO-CENTRAIS DE L4-L5 E L5-S1 COMPRIMINDO O SACO DURAL E RAIZES NERVOSAS.
    Na coluna sacro-coccígena diz DISCRETA ESCLEROSE SACRO-ILÍACA ESQUERDA. Tenho fortes dores de cabeça,no pescoço que se estende por todo meu lado esquerdo, além é claro de inchar e esquentar como se tivesse queimando.Tomo medicamentos controlados para aguentar as fortes dores. Pelo seu conhecimento e analisando os resultados dos exames você acha que são os nervos? Sua informação será bem-vinda pois meu maior desej é me livrar de todos esses medicamentos e voltar a ter uma vida normal.

    • Olá, Median!
      Os resultados do exames que você comentou não são suficientes para chegarmos a qualquer conclusão pois são alterações degenerativas, ou seja, próprias do envelhecimento. A sua história clínica, associada com o exame clínico apurado(observar sua musculatura, postura, força motora, sensibilidade, etc…) e com a complementação dos exames que você já fez poderá elucidar a forma de tratamento ideal para você. Existem diversas maneiras de controlar a dor como descritas nos Posts e tudo depende da avaliação adequada do paciente.
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra para esta avaliação e para uma proposta de tratamento medicamentoso e de reabilitação visando sua melhora funcional e de seus sintomas.
      Espero ter ajudado.

  9. JOSÉ IVALMIR NEVES CAVALCANTI

    Boa Noite!!!

    Tenho diagnóstico de discretas protusões discais l4/l5 e l5/s1… QUAL O TEMPO MÉDIO DE TRATAMENTO?

    • Olá, José!
      Infelizmente tratar dor não é como uma receita de bolo pois temos muitas variáveis e a principal delas é o paciente.
      É impossível dizermos quanto tempo irá durar o tratamento sem conhecermos o paciente, seus sintomas, seu comprometimento muscular, sua idade, suas incapacidades, seu estado psicológico, sua história de doenças, sua aptidão para atividades físicas, suas condições sociais, sua vontade de melhorar, medicações já utilizadas, etc…
      Sugiro que você procure um médico fisiatra que te ofereça um programa de tratamento e inicie o quanto antes para um alívio mais rápido de seus sintomas.
      Boa sorte!

  10. FIZ UMA ELETRONEUROMIOGRAFIA,QUE CONSTATOU COMPRESSAO DA RAIZ NERVOSA C5,TENHO MUITA DOR NO BRAÇO DIREITO E PESCOÇO Q VAI ATE A COSTA E TAMBEM AS X PERNA D,DO LADO ESQUERDO NO OMBRO PARECE QUE ALGO ANDA COMO SE INFORMIGASE OU ALGO ASSIM,TENHO MUITA DOR E NAO PASSA COM NADA POIS JA TOMEI DE TUDO,ATE UM REMEDIO QUE CONTEM MORFINA…,OQUE VEM A SER ISSO?E QUAL O TRATAMENTO OU TEM Q FAZER CIRURGIA ,MUITO OBRIGADA.

    • Olá, Rosângela!
      A sua eletroneuromiografia mostrou que você comprometimento no nervo além do muscular.
      É difícil dizer se você precisa fazer cirurgia sem te examinar, mas pelo que referiu, você precisa procurar um médico Fisiatra ou especialista em dor para a prescrição do tratamento medicamentoso mais adequado juntamente com o tratamento de reabilitação. A indicação de cirurgias nestes casos dependem de muitos fatores, mas o mais provável é que você melhore com medicação juntamente com reabilitação. Poucos são os casos cirúrgicos.
      Boa Sorte e procure um tratamento o mais rápido possível para não piorar seus sintomas!

  11. Olá, eu fiz um exame onde constatou que eu tenho lesao degenerativa discal incipiente com discreta reduçao do espaço intervertebrais entre C5 – C6. Isso é grave??? Tem Tratamento?? Pode se agravar mais???

    • Olá, Sérgio!
      Fique tranquilo que não é nada grave.
      Como disse anteriormente, lesão degenerativa = envelhecimento da articulação.
      Sim, a tendência é aumentar a degeneração conforme os anos se passam.
      O tratamento não “cura” a degeneração já instalada, mas deixa o processo mais lento.
      Se você tem dor ou outros sintomas, provavelmente não são ocasionadas pela degeneração, já que a maior parte da população tem e não apresenta sintomas.
      Se for seu caso procure um médico Fisiatra para fazer o diagnóstico e prescrever o tratamento mais correto.
      Boa sorte!!!

  12. ola boa tarde.
    fiz uma RM que dizia : ligeira atenuaçao da lordose lombar.
    esboça-se em L4-L5 incipiente abaulaemto discal que aplana a vertente anterior do saco dural,sem imagens de compresao radicular. tenho dtido dias que tenho muita dor,nao consigo tar muito tempo sentado nem de pe,tenho que me deitar,sinto-me fraco das pernas e dos braços,sinto formigueiros e dermencia nas pernas e braços ate por vezes so os dedos.
    ja tou assim a 5 meses e ja nao sei o que fazer.
    minha profisao e motorista de pessados , e trabalho sosinho,tenho que carregar e descarregar umas gaiolas que transportam roupa hoteleira que pessam dos cem quilhos.
    ja me disseram que para a minha saude eu nao podia fazer mais este trabalho.
    gostaria de saber a sua opiniao,sobre o que tenho realmente o que devo fazer,para melhorar,e se devo deixar o meu trabalho vendo que e muito esforço,

    melhores cumprimentos

    • Olá, Luis!
      Você apresenta sintomas e na sua Ressonância não há nada significativo segundo sua descrição. Isto significa que provavelmente você desenvolveu uma Síndrome Dolorosa Miofascial (leia o post Síndrome Dolorosa Miofascial), ou seja, está apresentando um desequilíbrio muscular. Seu trabalho ou qualquer esforço físico que faça irá acentuar estes sintomas a não ser que você reequilibre e condicione sua musculatura. Para isto, é necessário fazer fisioterapia específica. Procure um médico Fisiatra para orientar seu tratamento de reabilitação e assim, ter uma vida normal e sem dor.
      Boa Sorte!

  13. ola … gostaria de colocar uma questao. comecei com dores nas costas a 8 meses e fiz imediatamente um TAC lombar que nao acusou nada. passado semanas comeca uma dor na perna direita que nao passou ate hoje. sera possivel ter uma hernia e como o TAC foi feito logo de inicio nao ter detectado?… aconselha-me uma RM ? tenho dores insuportaveis na perna que me impedem de levar uma vida normal..
    Obrigada

    • Olá, Daniela!
      Sugiro que você leia os posts “Mito do Ciático ou Sd do Piriforme” e “Síndrome dolorosa miofascial”, pois assim entenderá que suas dores podem ser também de origem muscular.
      Para saber o exame mais adequado para você no momento, é necessário uma avaliação clínica e assim, com base nesta avaliação e o resultado de seus exames, saberemos qual o próximo passo (se repetir exame, se já deve partir para o tratamento medicamentoso e de reabilitação, necessidade de eletroneuromiografia, etc…)
      Procure um médico Fisiatra para ajudá-la a definir seu diagnóstico e prescrever o melhor tratamento medicamentoso e de reabilitação.
      Espero ter ajudado.

  14. olá gostaria de alguns esclarecimentos fiz uma tc e o resultado foi abaulamento discal difuso leve l4-l5 e l5-s1tocando a superficie anterior do saco dural seria caso de cirurgia o meu médico disse que se os medicamento não resolverem é caso de cirurgia e agora o meu intestino vive preso tem aguma coisa haver com a hérnia por favor me responda desde já agradeço.

    • Olá, Tânia!
      Sem uma avaliação clínica do paciente é complicado fornecer um prognóstico. O tratamento das dores na coluna são baseados nas medicações que auxiliam no alivio dos sintomas, mas não eliminam a “causa da dor”; no tratamento de reabilitação e em menos de 10% dos casos em cirurgias.
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra para a confirmação do diagnóstico e prescrição do tratamento de reabilitação mais adequado para você. Quanto à realização de cirurgias, sempre procure uma segunda opinião quando forem indicadas.
      Boa Sorte!

  15. Ola
    Meu nome é Glaucia tenho 31 anos e tive de fazer uma cirurgia para extirpação de hernia discal cervical c4,c5 e c5,c6 em abril de 2009, desde então venho passado por tratamento de fisioterapia de mobilzação.Só q as dores persistem e a dormencia no braço direito contua e a falta de força tambem, fiz uma ressonacia onde não acusa compreenção medular. Ja me deram alta para voltar ao trabalho mas depois de 1 dia e meio de jornada voltei as urgencias com dores insuporaveis.
    Ha algum tratamento recomendado ou outro exame a ser feito pois o martilho e mto grande e com isso minha vida se tornou uma montanha russa de altos e baixos em relação as dores e a incapacidade.
    Vivo em Lisboa-Portugal, onde fui operada no Hospital dos Lusiadas pelo Srº Drtº Bordalo Amado.
    Obrigado.

    • Olá, Glaucia!
      Você já tinha comprometimento de raiz nervosa ou medular antes da cirurgia? Existem várias causas das chamadas “Síndrome Pós- Laminectomïa”, que é a persistência dos sintomas após a cirurgia da coluna e para saber qual é a sua, é necessário uma avaliação minuciosa.
      Sei que em Lisboa temos grandes referências na Medicina de Reabilitação (Médicos Fisiatras), sugiro que você procure este especialista para determinar qual o melhor tratamento medicamentoso e de reabilitação para proporcionar sua melhora. Se tiver dificuldades em encontrar, me avise para poder ajudá-la.
      Boa Sorte!

  16. oi boa noite minha filha tem 15 anos e tem trez (3) hernia de disco e o lado direito esta inchado e um pouco torta me diz oque faço o dotor me disse que vai voltar ao normal mas faz sete(7) meses um abraço claudio

    • Olá, Claudio!
      É raro uma pessoa nova ter hérnia discal, sugiro que você converse com o médico dela e verifique se realmente é hérnia ou apenas um abaulamento ou protusão.
      De qualquer forma, é necessário descobrir o porque desta degeneração em uma criança.Ela faz algum esporte com grande impacto? Converse com o médico e tente definir o que está acontecendo!
      Boa Sorte!

  17. Oi. Muito bom esse espaço para tirar duvidas . Parabéns!
    Tenho 38 anos e comecei a sentir dores quando sentado. Nao sinto dormencias .
    Recebi as análises da ressonancia e fiquei meio desesperado … Revelou vários problemas na coluna :
    -desidratacao discal em l1-l2, l4-l5 e l5-s1 , com alteracoes degenerativas dos platos opostos.
    -rotura radial do anel fibroso l4-l5.
    -abaulamento difuso em l4-l5 e l5-s1, indentando a face ventral do saco dural e reduzindo as porcoes inferiores dos forames de conjugacao em correspondencia.
    Isso é grave?
    Será que isso pode ser resolvido sem cirurgia?
    Tenho pânico dessa intervencao.
    Obrigado

    • Olá, Carlos!
      Pela sua descrição, o resultado de sua ressonância é esperado para uma pessoas acima de 40 anos pois são apenas alterações degenerativas que não são a causa da sua dor. Por este motivo, o seu tratamento não é cirúrgico baseado neste exame.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-lo sobre o diagnóstico e o tratamento medicamentoso e de reabilitação que deverá fazer para eliminar os sintomas. Não deixe isto para depois, pois se cronificar o tratamento será mais longo e difícil.
      Boa Sorte!

  18. Procurei o medico sim , mas ele disse que é uma hernia e que era pra fazer fisioterapia. Afinal, é hernia ou nao? Devo procurar outro medico? No resto do exame diz ‘nao há evidencias de hernia discal’ .

    • Olá, Carlos!
      Só conseguiria te dizer se é hérnia ou não te examinando e olhando o resultado de seus exames. Como expliquei anteriormente, abaulamento e protusão não é a mesma coisa que hérnia e hérnia discal só tem indicação cirúrgica quando há compressão de raiz nervosa ou medular.
      Sugiro que se voc6e tem dúvidas com relaçào ao diagnóstico e ao tratamento proposto pelo seu médico, você deve procurar uma segunda opinião.
      Boa Sorte!

  19. Olá…fiz cirurgia de coluna.na regíäo lombar,L3,l4 e L4,L5,protuzäo S1.e como sou produtor rural,tenho que trbalhar no pesado,mas antes da cirurgia eu tive que andar de andador pois perdi o equilibrio quase todo,apos a cirurgia fiquei com sequelas,a perna direita diminuiu a força e meu pé perdeu o movimento,agora tenho fortes dores na regiáo do torax,pelo jeito será hernia tb…será que to correndo risco de paralisia por trabalhar em seviço pesado?pois numa RM lombar as hernias voltaram.

    • Olá, Luiz!
      É difícil dizer seu prognóstico sem te examinar ou ver seus exames anteriores e atuais.
      Se a hérnia discal estiver comprometendo a medula , a resposta é sim, você pode ter diminuição da força das pernas, alteração dos esfincteres e até paralisia.Entretanto se for compressão da raiz nervosa, você pode ter alteração de força e/ou sensibilidade no lado afetado. Se não houver nenhuma compressão, sua lombalgia é o que chamamos de mecano-postural, ou seja, devido às suas atividades que sobrecarregam seus músculos.De qualquer maneira se voc6e já está apresentando incapacidades, está mais do que na hora de procurar um médico Fisiatra para fazer um tratamento de reabilitação.
      Boa Sorte!

  20. tenho hernia lombar a1 ano e minha ressonacia deu que —hernia discal extrusa postero laterdireita em S5 -SI com migração inferior no material discal de 1,0 cm abaixo do plato SUPERIOR DE SI , questionando-se um pequeno fragmento sequestrado local. desidratação do disco l5-S1COM PEQUENA RUPTURA FOCAL DO ANULO FIBROSO POSTERIOR

  21. Fui operado no dia 23 de Março de 2010 a uma hernia L4-L5. No dia seguinte á operação estava cheio de dores nos pés. Aos poucos essas dores passaram e veio um formigueiro muito forte. Pasado um mês e meio após a operação tenho muita dificuldade em andar e se o faço fico com tanta dormencia que parece que os pés estão a ser queimados. Tenho medo que alguma coisa tenha corrido mal. Antes da operação tive 2 ciáticas, uma em cada perna, por isso o nervo ficou bastante danificado. Será que a dormência nos pés têm alguma relação com esse facto? Também gostaria de saber se o facto de andar me pode ajudar ou pelo contrário, porque se ando um pouco mais a dormência aumenta durante a noite. Obrigado e agradeço uma resposta.
    Francisco

    • Olá, Francisco!
      É difícil responder sua pergunta sem conhecer todo o seu histórico, exames anteriores e sem uma avaliação clínica atual.
      Para sabermos o seu prognóstico e qual a melhor orientação de atividade física para seu caso, sugiro que faça uma avaliação com um médico Fisiatra para saber se há necessidade de uso de medicações e qual o tratamento de reabilitação mais indicado.
      Boa Sorte!

  22. Quero agradecer-lhe a resposta que me enviou. Fiquei bastante esclarecido.

  23. Tenho 30 anos, 1,89 de altura e peso 96 kg. Ando á 6 mesês com uma dor na região lombar, apanha-me o fundo da nádega da perna esquerda e irradia até ao pé com fortes picadas .
    Já fiz uma sessão de mesoterapia, 5 de ozonoterapia para-vertebrais, 3 de acupuntura, já foi a um osteopata e tomo medicação durante todo este tempo (Voltaren, Iboprufen, Lyrica e Tramadol) … nenhum destes tratamentos fez efeito e me ajudou .
    Já fiz um TAC á coluna lombar que diz : “Não se observam alterações da estrutura óssea, notando-se a existência de espondilolistese de L5 de grau I por lise ístmica bilateral e certa produsão subligamentar do disco intervertebral L5-S1 com componente foraminal para os canis de conjugação das raizes L5 podendo condicionar compromisso radicular L5 a nível foraminal. Discreta osteofitose marginal L4-L5 posterior para-mediana esquerda associada a área densa na continuidade do disco intervertebral L4-L5 para-mediano esquerda (S# 21 e 22) compatível com hérnia discal que preenche o recesso lateral L5 esquerdo com apagamento da gordura peri-radicular a nível da emergência radicular L5 esquerda .”
    A RM da coluna lombar-sagrada diz: ” A nível L1/L2, observamos desidratação discal com redução da altura do disco estando conservado o contorno posterior do disco bem como os espaços perirradiculares. A nível L2/l3 e L3/l4 tudo bem. A nível de L4/L5, observamos procidência discal posterior descendente com discreto desvio retrolistésico de L4 sobre L5, procidência discal posterior e inferior a este nível que ocasiona moldagem na vertente antero-lateral esquerda do saco dural e atinge o buraco de conjugação esquerdo, este aspecto é compatível com hérnia discal posterior lateralizada á esquerda a este nível que atinge o buraco de conjugação e o recesso lateral esquerdo de L5 na sua porção cranial .
    A nível de L5/S1, obervámos discreto desvio anterolistésico de grau I de L5 sobre S1 estando conservado o contorno posterior do disco bem como os espaços perirradiculares l
    Não foram observadas moldagens anormais do saco dural nem das emergências radiculares .
    Ando desesperado sem saber o que fazer, já agora o que pensa da Ozonoterapia? estou pensando em fazer a infiltração intra-discal mas tenho receio porque estou farto de gastar dinheiro e não vejo resultados .

    • Olá, Helder!
      Não existe nenhum estudo científico que mostre evidências de que a ozonoterapia seja eficaz para tratamento de dor lombar.
      O melhor tratamento e que apresenta os melhores resultados é o de reabilitação.
      Sugiro que procure um médico fisiatra para uma avaliação e indicação do melhor tratamento para o seu caso.Tenho certeza que você não irá se arrepender.

  24. Obrigado pela ajuda… já agora será que me poderia dizer se de acordo com o meu TAC e RM se é mesmo hérnia discal que eu tenho e com base na sua experiência se acha que o meu caso é grave ou não ?! Quando estou sentado, deitado ou principalmente a conduzir é que tenho bastantes dores mas assim que me levanto e começo a caminhar as dores vão desaparecendo gradualmente, até aliviar bastante . Acha que o meu caso e para operar ou não é para tanto ?Tenho receio de ser operado, há casos de pessoas que são operadas e ficam piores para o resto da vida e isso é medonho porque a vida de uma pessoa depois já não é a mesma e todos nós sabemos que a saúde é um negócio e essas operações custam bastante dinheiro em clínicas privadas pois porque se formos estar á espera de sermos atendidos pelo hóspital público então nunca mais !

    • Olá, Helder!
      O laudo de sua TAC e RM dizem que você tem uma espodilolistese grau I, osteoartrose e uma herniação. Não vi suas imagens e nem tenho uma avaliação clinica sua. E como já dizia Hipócrates, a clínica é soberana, ou seja, nem sempre os exames de imagem são compatíveis com a clínica. Alguns estudos mostram que a maioria das pessoas acima dos 40 anos apresentam alterações nos exames de imagem e não apresentam dor. Isto quer dizer que não podemos dar um prognóstico por exames de imagem sem um exame clínico do paciente.
      Raros são os casos de indicação de cirurgias por estas alterações que você descreveu.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-lo quanto ao tratamento medicamentosos e de reabilitação.
      Se você for procurar atendimento em algum Centro de Reabilitação mesmo do Sus, este tratamento costuma ser rápido. (pelo menos em SP)
      Boa Sorte!

  25. Bom dia doutora… nestes últimos dias piorei, agora nem consigo sentar-me ou deitar-me que passado algum tempo aparece-me logo dores horriveis, nunca senti nada assim, são insuportáveis e paralisantes e o pior é que quero dormir e nem isso consigo pois agora seja em que posição for acordo sempre com isto e o medo de não conseguir-me levantar da cama é horrível . Já meti baixa e enquato isto não se solucionar não vou trabalhar . Não consigo conduzir , ontem fiquei quase 1 hora para sair do carro e começar a andar , assim que me sento ou deito e depois tento me levantar parece que vou morrer , são dores de “cortar á faca” com caimbras e picadas musculares a descer pela minha perna . Já fiz o que a Dtrª. me disse, marquei uma consulta de Fisiatria mas a consulta é só para dia 30 de Junho, são muitos dias ainda de espera . Ontem fui ao Hospital, fiz um RX e o diagnóstico foi : LOMBOCIATALGIA CRÓNICA. Já marquei para Segunda-Feira consulta com um neurocirurgião . A Dtrª. tinha-me dito que com base no meu TAC e RM tinha uma espodilolistese grau I, osteoartrose e uma herniação . Doutora por favor acha que com estes meus sintomas possa ter que vir a ser operado? Acha que é muito grave?

    • Olá, Helder!
      Como disse anteriormente, a indicação de cirurgia acontece em poucos casos.
      Tenha paciência até o dia de sua consulta que tenho certeza de que vai melhorar aos poucos e poderá voltar a fazer tudo o que deixou por causa das dores com as devidas preucações, é claro!
      Estou torcendo para dar tudo certo!

  26. Olá doutora!!
    A aproximadamente 2 meses meu marido vem sofrendo de dores na coluna, e no braço direito; é uma dor que irradia segundo ele. Através da tomografia constatou protusão discal. Gostaria de saber se tem cura, se ela pode virar uma hérnia de disco, e se a fisioterapia ajuda mesmo?
    E, se a natação é uma boa para este problema ou não?

    • Olá, Cristiane!
      O seu marido tem grandes chances de ficar sem estes sintomas se fizer o tratamento adequadamente. Nos casos de dor lombar, a reabilitação física é o tratamento mais indicado.
      A natação pode ser tanto heroína como vilã, precisa ser indicada no momento certo, pois se não for pode piorar os sintomas.
      Sugiro que seu marido procure um médico Fisiatra para saber o diagnóstico adequado do que apresenta, qual o tratamento que vai apresentar melhores resultados e quais atividades físicas são recomendadas.
      Boa Sorte!

  27. Olá Dtr ª. Thais!!
    Resolvi não esperar mais e fui a uma consulta de Neurocirurgia onde fui atendido pela Dra. Alexandra Adams que viu o meu TAC e RM e disse-me que tinha que ser operado! Penso que sendo a neurocírurgia a especialidade para causas de hérnias discais já não há muito mais a fazer senão me conformar com a ideia, contudo no dia 30 do mês corrente sempre vou á consulta de Fisiatria para ver o que dá! O que não entendo e o que me confunde ainda mais é esta diferença de opñiões!

    • Olá, Helder!
      Tudo o que coloco no site, principalmente no caso de indicações cirúrgicas, são descritas nos Consensos Brasileiros e Internacionais do tema. Estes Consensos são elaborados por especialistas de várias especialidades que abordam o mesmo assunto e através de trabalhos científicos que trazem as melhores evidências os formam. Portanto, não há diferentes opiniões. Se ao TE examinar, ela viu alterações neurológicas (vide post) que indicam cirurgia, realmente a indicação é cirúrgica. Para informação, não é somente a neurocirurgia que trata hérnias discais, qualquer médico especialista em dor pode tratar (Fisiatras,Neurologistas, Reumatologistas, Ortopedistas,Anestesiologistas, etc…), inclusive porque os casos de indicação de cirurgia são raros. Se você ainda tiver dúvidas procure os consensos de lombalgia e hérnias que estão disponíveis gratuitamente no site da APM (Associação Paulista de Medicina).
      Boa sorte!

  28. Olá!!
    Tenho 28 anos e à cerca de 60 dias sofro de uma dor crônica na coluna. Fiz RM e deu desidratação, dois edemas, hemangioma e abaulamento discal em l4 e l5. Já fiz fisioterapia e acupuntura, troquei minha medicação por 7 vezes, tomei mais de 1 injeções e nada, nenhuma melhora. Atualmente tomo um medicamento chamado ULTRACET que tb não faz efeito algum.
    Troquei de médico e agora como estou com febre baixa a cerca de 10 dias, me foi solicitado exames de cintilografia óssea, urina e sangue. Ele também me receitou um anti-depressivo. Não consigo ficar muito tem em pé, nem muito tempo sentada e durmo cerca de 3 hrs por noite.
    Gostaria de saber se a depressão pode ter sido provocada pelo meu problema e ainda, para que servem os exames solicitados.
    Estou profundamente irritada pois muitos médicos me olhavam como se eu fosse um Alien quando descrevia minha dor, como se não acreditassem. Nunca tive problemas de saúde, sempre fui ativa, e agora que estou com problemas que me estão me enlouquecendo parece que as pessoas não acreditam!!!

    • Olá, Cassia!
      O resultado de sua RM não justifica suas dores, provavelmente com um exame clínico bem feito poderá ser determinada causa de origem muscular (veja o post Síndrome Dolorosa Miofascial). A fisioterapia para ter bons resultados nestes casos precisa ser bem feita com a utilização de meios físicos e cinesioterapia(exercícios prescritos conforme a condição muscular apresentada), se foi realizada de maneira inadequada é só perda de tempo (na maioria dos casos não fazem a cinesioterapia adequada). A acupuntura auxilia no tratamento de reabilitação somente para amenizar a dor e relaxar a musculatura por um período, não é curativa, ela facilita a cinesioterapia. Nenhuma medicação vai aliviar sua dor por completo, assim como a acupuntura elas aliviam para auxiliar no tratamento de reabilitação. Os antidepressivos em doses baixas são utilizados para aliviar a dor crônica e não para o tratamento de depressão. Se for o caso de você estar com depressão sugiro que faça psicoterapia também.
      Para tratar sua dor na coluna, sugiro que procure um médico Fisiatra para prescrever medicação, o tratamento de reabilitação com todos os terapeutas que forem necessários no seu caso.
      Boa Sorte!

  29. paulo henrique patricio

    sou portador de protusoes disco-osteofitarias e uncoartrose bilateral na minha coluna cervical
    e protusoes discal postero-mediana e alteraçoes degenerativas nas articulaçoes interpofisiarias na minha coluna lombar.

  30. Boa tarde! Após duas semanas sentindo dores lombares, fui ao ortopedista e ele me passou uma ressonância magnética. O laudo do laboratório acusou: alterações degenerativas incipientes da coluna lombo-sacra e abaulamento discal posterior paracentral esquerdo em L4-L5 determinando obliteração da gordura epidural e impressão sobre o saco epidural adjacente. Estou na sessão de número 31da fisioterapia, apresentando uma recuperação instável, pois na maioria dos dias pouco sinto dor, mas há dias em que sinto dores a todo momento. Com a fisioterapia e posterior fortalecimento da musculatura lombar e abdominal posso ficar curado?

    • Olá, Paulo!
      É difícil responder sua questão sem uma avaliação da sua musculatura da coluna, já que sua lombalgia é de causa mecano-postural ou seja, devido a um desequilíbrio muscular.
      Teoricamente com a reabilitação bem feita, ou seja, reeducação dos fatores causais, cinesioterapia adequada e prescrita conforme o desequilíbro muscular que você apresenta e posterioremnte a introdução de atividade aeróbica, você ficará sem dor.
      Sugiro que você faça uma avaliação com um médico fisiatra que é o especialista para a prescrição da reabilitação.
      Boa Sorte!

  31. Nathália Campos Queiroz

    Há mais ou menos 8 anos atrás constatamos através de tomografias e ressonância magnética a presença de três hérnias de disco na cervical e duas protusões na coluna lombar ,só que refiz as tomografias recentementea, e deram o seguinte resultado: 1.Não foram constatadas as hérnias na cervical apenas alterações degenerativas nas articulações uncovertebrais de C5-C6. 2.As protusões da lombar permanecem .Como isso é possível?Estou em tratamento a quase seis meses e as dores persistem.Será que somente uma ressonância vai mostrar as hérnias ?O que pode ter acontecido ? Se eu não fui operada como as hérnias desapareceram e a dor continua?

    • Olá, Nathália!
      Há provavelmente algum viés nos resultados de seus exames.
      A dor pode continuar se o seu problema for de origem muscular e não ter sido realizado um tratamento de reabilitação adequado.
      Sugiro que procure um médico fisiatra para esclarecer seu diagnóstico e prescrever um tratamento medicamentosos e de reabilitação adequados ao seu caso.
      Boa sorte!

  32. preciso saber se hernia discal l4 l5 tocando a face ventral do saco dural e hernia posterior mediana tocando a face ventral da medula em c5 c6 com iradiaçao para os membros enferior e superior podem me deixar invalida? e caso cirurgico ? pois tenho feito fisioterapia e nao melhoro.
    obs:sou auxiliar de creche tenho 34 anos . por favor me ajude pois estou desesperada com muitas dores .

    • Olá,Andréia!
      Para saber a gravidade de seu problema, assim como seu prognóstico, é necessário uma avaliação médica.
      Procure um médico Fisiatra.
      Boa sorte!

  33. PASSEI 7 DIAS INTERNADA COM DORES INSUPORTAVEIS QUE N ME PERMITIAM MEXER NA CAMA, NA TOMOGRAFIA FOI DETECTADO LEVE ABAULAMENTO DO DISCO L4/L5. SAI DO HOSPITAL HOJE MAS AINDA PERMANEÇO COM MUITAS DORES E NÃO CONSIGO ANDAR NEM FICAR EM PÉ SOBRE A PARNA ESQUERDA, COMO SANO TANTA DOR?

    • Olá, Raquel!
      Como leu no texto, o abaulamento discal não causa dor. Geralmente a causa mais frequente de dor lombar é de origem muscular, a famosa Síndrome Dolorosa Miofascial (leia o post sobre ela neste site).
      Sugiro que procure um médico fisiatra para definir o diagnóstico e fazer o tratamento adequado.
      Boa sorte!

  34. Boa
    noite, Tenho 43 anos e desde adolescência sinto dores nas costas, mais
    precisamente nas regiões cervical e torácica, que com o passar do
    tempo, só pioraram. Perdi as contas das entradas que dei nas
    emergências da vida, completamente travada e sem conseguir me mexer,
    com edemas espantosos nas pernas. Os diagnósticos eram diversos,
    finalizando com fibromialgia. Mas um especialista em coluna não
    concordando, me pediu um cintilografia óssea e o resultado foi:
    PROCESSO DEGENERATIVO ÓSTEO ARTICULAR NOS OMBROS, COTOVELOS, PUNHOS, EM
    TODA COLUNA VERTEBRAL, JOELHOS E TORNOZELOS. Iniciei então um
    tratamento à base de corticóides e antiflamatórios, hidro,
    fisioterapia, enfim, me senti quase boa por um bom tempo. E por
    incrível que pareça, muitos reumatologistas me disseram que eu não
    tinha idade para sentir o que dizia. Há três anos, tive meu filho (pois
    nunca havia engravidado antes), foi tudo tranquilo até o oitavo mês
    quando tiveram que engessar minhas duas pernas para que eu conseguisse
    chegar ao nono mês. Meses após o parto, as dores voltaram sem dó nem
    piedade, inclusive afetando a parte lombar, irradiando para as pernas,
    até que em outubro de 2009, passei a andar com ajuda de uma bengala.
    Então no dia 27 daquele mês, fiz uma ressonância magnética e o
    resultado foi: 1 _ PRESENÇA DE PEQUENAS IMAGENS NODULARES E
    HIPERITENSAS NO T1 E T2, ENVOLVENDO OS CORPOS VERTEBRAIS DE L1 E L2,
    SUGESTIVAS DE HEMANGIOMAS ÓSSEOS.
    2 _ MÍNIMAS PROTRUSÕES DISCAIS POSTERIORES DIFUSAS EM L3-L4 À L5-S1, AS
    QUAIS DETERMINAM LEVE ENDENTAÇÕES VENTRAIS SOBRE O SACO DURAL.
    3 _ CONE MEDULAR DE ASPECTO ANATÔMICO SITUADO POSTERIORMENTE A L1;
    DISTRIBUIÇÃO NORMAL DAS RAÍZES NA CAUDA EQUINA.
    4 _ NEUROFAMENS VERTEBRAIS: ESTENOSE BILATERAL INCIPIENTE DOS
    NEUROFAMENS VERTEBRAIS DE L4-L5. Após esse diagnóstico, fiz uma série
    de tratamentos que já havia feito antes, melhorei e agora, piorei de
    novo. Mas para minha surpresa, a última ressonância magnética que fiz
    agora em 06/09/10 em outro serviço, deu um resultado diferente:
    1 _ ZONA FOCAL HIPERITENSA EM T1 E T2 NO CORPO DE L2 E QUE SOFRE
    SUPRESSÃO DE GORDURA, QUE CORRESPONDE A PEQUENO ACÚMULO FOCAL DE
    GORDURA/HEMANGIOMA ÓSSEO.
    2 _ O DISCO INVERTEBRAL L4-L5 APRESENTA MÍNIMO ABAULAMENTO DIFUSO, COM
    PEQUENA PROJEÇÃO PARA O FORAME DE CONJUGAÇÃO ESQUERDO
    3 _ OS DEMAIS DISCOS INVERTEBRAIS NÃO APRESENTAM ALTERAÇÕES; CONE
    MEDULAR COM MORFOLOGIA E SINAL NORMAL PROJETANDO-SE POSTERIOR A D12/L1;
    DISTRIBUIÇÃO HABITUAL DAS RAÍZES DA CAUDA EQUINA. Bem, por tudo o que
    relatei, gostaria muito de saber a sua opinião, inclusive gostaria que
    me dissesse o que acha dessa diferença de diagnóstico. Afinal, em quem
    confiar? Ainda não levei para o médico solicitante. Desde já agradeço e
    fico no aguardo.

  35. Boa tarde,
    Tenho 43 anos e desde adolescência sinto dores nas costas, mais
    precisamente nas regiões cervical e torácica, que com o passar do
    tempo, só pioraram. Perdi as contas das entradas que dei nas
    emergências da vida, completamente travada e sem conseguir me mexer e até respirar, com edemas espantosos nas pernas. Os diagnósticos eram diversos, finalizando com fibromialgia. Mas um especialista em coluna não concordando, me pediu um cintilografia óssea e o resultado foi:
    PROCESSO DEGENERATIVO ÓSTEO ARTICULAR NOS OMBROS, COTOVELOS, PUNHOS, EMTODA COLUNA VERTEBRAL, JOELHOS E TORNOZELOS. Iniciei então um tratamento à base de corticóides e antiflamatórios, hidro, fisioterapia, enfim, me senti quase boa por um bom tempo. E por incrível que pareça, muitos reumatologistas me disseram que eu não tinha idade para sentir o que dizia. Há três anos, tive meu filho (pois nunca havia engravidado antes), foi tudo tranquilo até o oitavo mês quando tiveram que engessar minhas duas pernas para que eu conseguisse chegar ao nono mês. Meses após o parto, as dores voltaram sem dó nem piedade, inclusive afetando a parte lombar, irradiando para as pernas, até que em outubro de 2009, passei a andar com ajuda de uma bengala.
    Então no dia 27 daquele mês, fiz uma ressonância magnética e o
    resultado foi: 1 _ PRESENÇA DE PEQUENAS IMAGENS NODULARES E HIPERITENSAS NO T1 E T2, ENVOLVENDO OS CORPOS VERTEBRAIS DE L1 E L2, SUGESTIVAS DE HEMANGIOMAS ÓSSEOS.
    2 _ MÍNIMAS PROTRUSÕES DISCAIS POSTERIORES DIFUSAS EM L3-L4 À L5-S1, AS QUAIS DETERMINAM LEVE ENDENTAÇÕES VENTRAIS SOBRE O SACO DURAL.
    3 _ CONE MEDULAR DE ASPECTO ANATÔMICO SITUADO POSTERIORMENTE A L1; DISTRIBUIÇÃO NORMAL DAS RAÍZES NA CAUDA EQUINA.
    4 _ NEUROFAMENS VERTEBRAIS: ESTENOSE BILATERAL INCIPIENTE DOS NEUROFAMENS VERTEBRAIS DE L4-L5.
    Após esse diagnóstico, fiz uma série de tratamentos que já havia feito antes, melhorei e agora, piorei de novo. Mas para minha surpresa, a última ressonância magnética que fiz agora em 06/09/10 em outro serviço, deu um resultado diferente:
    1 _ ZONA FOCAL HIPERITENSA EM T1 E T2 NO CORPO DE L2 E QUE SOFRE SUPRESSÃO DE GORDURA, QUE CORRESPONDE A PEQUENO ACÚMULO FOCAL DE GORDURA/HEMANGIOMA ÓSSEO.
    2 _ O DISCO INVERTEBRAL L4-L5 APRESENTA MÍNIMO ABAULAMENTO DIFUSO, COM PEQUENA PROJEÇÃO PARA O FORAME DE CONJUGAÇÃO ESQUERDO
    3 _ OS DEMAIS DISCOS INVERTEBRAIS NÃO APRESENTAM ALTERAÇÕES; CONE MEDULAR COM MORFOLOGIA E SINAL NORMAL PROJETANDO-SE POSTERIOR A D12/L1;
    DISTRIBUIÇÃO HABITUAL DAS RAÍZES DA CAUDA EQUINA. Bem, por tudo o que relatei, gostaria muito de saber a sua opinião, inclusive gostaria que me dissesse o que acha dessa diferença de diagnóstico. Afinal, em quem confiar? Ainda não levei para o médico solicitante. Desde já agradeço, fico no aguardo e parabéns por esse trabalho de esclarecimento.

    • Olá, Geni!
      O diagnóstico da causa das suas dores depende muito mais do seu quadro clínico, que é sua história das características da dor e seu exame físico (postural,muscular,articular e neurológico)do que as ressonâncias.Para você ter uma idéia, alteraçōes degenerativas correspondem a um processo de envelhecimento normal que todos nós passamos.
      Por este motivo, fico impossibilitada de dizer o que penso de seus diferentes dignósticos sem te examinar e sem olhar seus exames.
      Sugiro que você se consulte com um médico fisiatra para lhe fornecer o diagnóstico e prescrever um tratamento medicamentoso e de reabilitaçāo para tratar acausa de seus problemas e posteriormente prescrever o tratamento preventivo.
      Boa sorte!

  36. Estou sentindo dores na coluna, fui ao medico e ele pediu um raio x com os seguintes laudos, Retificação do eixo lombar, Osteofito marginal em L4. Pinçamento discal de L5/VT e VT/S, Corpos vertebrais e pediculos integros, nota-se vertebra de transição lombo-sacro com megaapofise transversa bilateralmente eoarticulada ao sacro. Desde ja agradeço.

    • Olá, Antonio!
      A vértebra de transição (eles não definem se é uma lombarização ou sacralização) pode ser a causa de suas dores.
      Sugiro que procure um médico fisiatra para lhe orientar com a reabilitação muscular e postural.
      Boa sorte!

  37. Meu irmão fez exames coluna lombar sacra resultado foi, eixo lombar normal,depressão central nos corpos vertebrais de L2 a L5,pediculos processos transversos e apofises espinhosas sem alterações, espaços intervertebrais preseivados, articulações interaposisarias de aspecto anatomico.Gostaria de saber o que pode ter causado isso pois ele trabalha como ajudante de padeiro ou é envelhecimento ou porque ele é muito alto?

    • Olá, Eliene!
      Sugiro que procure um médico fisiatra que faça uma avavliação do seu irmão, ouvindo suas queixas, examinando e vendo seus exames para definir o diagnóstico e prescrever o melhor tratamento.
      Boa sorte!

  38. Boa noite,tenho 28 anos e trabalhoem uma enpresa a 6 anos,com 5 anos comecei a sentir dores nas costas todos os dias ,procurava o medico da firma e ele falava que era apenas dores musculares.As dores foram aumentando entao procurei um espsecialista que pediu uma ressonancia magnetica e concluiu um abauloamento discal l4el5 e fui encaminhado ao inss.No inss foi me pedido a cat, a empresa me negou ,entao o inss me concedeu afastamento por acidente de trabalho,ja passei por 2 pericias medicas a empresa nunca recorreu o meu afastamento.
    Minha funçao dentro da empresa era a seguinte:
    -ficava parado em frente a uma maquina fazendo movimentos de rotaçao com o tronco,pega e empurra mais ou menos 30 vezes por minuto , por 10 horras por dia sem revezamento apenas almoço .
    Minha duvida
    -Posso recorrer ao ministerio do trabalho?
    -Posso recorrer a justiça federal,ja que a cat e obrigatoria por lei?
    -Tenho direito a uma endenizaçao por isso?
    Desde de ja agrdeço pela atençao.

    • Olá, Anderson!
      Sugiro que converse com especialistas em medicina do trabalho para saber seus direitos.
      Infelizmente não sou perita, sou médica fisiatra especialista em dor.
      Boa sorte!

  39. Olá,gostaria de algumas informações,se fosse possível…
    À mais de 2 anos,eu sofri um acidente de trabalho(cai de uma escada,em cima de uma estrutura metálica),e tive uma fratura de cócxi,além de discopatia degenerativa L4-L5…
    Após +de 1 ano de tratamentos,minhas dores só aumentavam,e eu tinha muita sdores nas pernas(principalmente a esquerda)…,em 2009(junho)fui submetido a uma cirurgia.
    N a minha última ressonância magnética ,apareceu:
    -Status pós cirúrgico com elementos de fixação na apófise espinhosa de L5;
    -Discopatia com desidratação inicial entre L4-L5;
    -Discreta protrusão posterior de base larga,posterior,central e paracentral esquerda,do disco intervertebral L4-L5,estenosando o foramen neural esquerdo nesta altura e impressionando a face correspondente do saco dural,
    -Artrose discreta das interapofisárias entre L4-L5.
    Eu sinto muitas dores no local da cirurgia,dificuldades para dormir com as dores,e também dores nas pernas,principalmente a esquerda…
    Eu ainda estou recebendo o auxílio doença,mas o INSS vai me desligar próximo dia 28/09/2010,pois os peritos disseram que eu posso trabalhar em outra funçao na empresa,apesar das dores constantes…
    Gostaria muito de uma explicação dos meus problemas…
    Muito obrigado.
    Paulo Romero.
    João Pessoa,PB.

    • Olá, Paulo!
      Provavelmente a causa de suas dores agora é de origem muscular.
      Sugiro que procure um médico fisiatra para ter certeza disto e faça um tratamento de reabilitação adequado ao seu quadro muscular para não apresentar recorrência da dor. E lembre-se : atividade física adequada será essencial para sua reabilitação pelo resto da vida!
      Boa sorte!

  40. olá o que seria uma:
    CARACTERIZAÇÃO DE VÉRTEBRA DE TRANSIÇÃO LOMBOSSACRA?! e
    CONE MEDULAR EM TOPOGRAFIA MAIS BAIXA QUE O HABITUAL?!
    obg

    • Olá, Alana!
      Significa que ou sua última vértebra lombar tem a forma da primeira vértebra sacral(sacralização) ou vice-versa(lombarização), por este motivo seu cone medular fica mais baixo.
      Ou seja, esta sua característica congênita pode levar a dor lombar. Para evitar que isto aconteça sugiro um programa de reabilitação muscular e postural.
      Boa sorte!

  41. Ola, tenho 33 anos, sou metalúrgico. Há uns dois anos comecei a sentir muitas dores nas costas, fiz uma RM COLUNA DORSAL em abril de 2009, que diz o seguinte:
    Conclusão: _Escoliose dorsal a direita.
    _Espondilose.
    _ Abaulamentos discais em D3-D4, D7-D8 e D8-D9.
    Fiz varios tratamento como: Fisioterapia, RPG, acompultura e há cinco meses estou fazendo CRDC.
    As dores só vem aumentando, então fiz uma nova RM COLUNA LOMBO SACRA que diz o seguinte:
    Conclusão: _ Espondilose lombar.
    _ Abaulamento discal difuso em L4-L5.
    E uma RM da COLUNA TORÁCICA que diz o seguinte:
    Mínimos abaulamentos discais em D3-D4 e em D6-D7.
    Gostaria de um esclarecimento e uma opnião sobre estes tres exames ditados acima.
    Muito obrigado!

    • Olá, Ricardo!
      O que é CRDC?
      Pela descrição de seus exames você só apresenta degeneração na coluna lombar e torácica e que, provavelmente não é a causa de sua dor.
      Pela sua profissão, é bem provável que sua dor seja de origem muscular. Para saber com exatidão, sugiro que procure um médico Fisiatra e faça uma avaliação para determinar o diagnóstico e saber se o tratamento de reabilitação que está fazendo está adequado às suas necessidades.
      Boa sorte!

  42. olá, em dez/09, sofrí uma queda e tive um trauma raqui medular, a medula ficou comprimida entre a C2 e C3, perdí os movimentos dos braços, mas ja estou me recuperando bem, fiz muita fisioterapia e até hidroterapia. Tomo Rivotril junto com clomipramina, porque sindo um grande formigamento nas mãos e sinto com se estivesse anestesiado e ao mesmo tempo como se tivesse uma faixa me apertando o abdome na altura do diafragma, pergunto, será que se fizer uma cirurgia para descomprimir a medula essa parestesia, não sei se é isso, mas será que esse sintoma vai embora?
    obrigado.

    • Olá, Arnaldo!
      Existe um tipo de dor chamada de Dor Central que acontece quando temos lesão medular ou cerebral, esta dor é tratada com antidepressivos e às vezes anticonvulsivantes. Pode apresentar formigamentos e sensação de aperto. Pelo que referiu, seu tratamento medicamentosos está adequado (converse com seu médico sobre a dose da medicação e tente achar uma dose que te alivie mais e que os efeitos colaterais não atrapalhem), mas é imprescindível que você faça fisioterapia, pois a mobilização muscular também melhora os sintomas.
      A descompressão da medula só é indicada quando há complicações, como por exemplo, se você tivesse tendo perda motora ou sensitiva progredindo.
      Em alguns casos (a menor parte deles), a dor cronifica, ou seja não vai embora, mas na maioria das vezes, com o tratamento medicamentosos e de reabilitação eles desaparecem.
      Sugiro que acompanhe com um médico Fisiatra.

      Boa sorte!

  43. Simone Netto Costa Souza

    Em abril sofri uma queda da própia altura fazendo uma lesão chicote no pescoço, após isso tive dor de cabeça por alguns dias, passado vinte dias evoluiu para dor nas costa e hemítorax, retornei ao médico que me pediu uma tomográfia de servical onde o resultado foi; – Corpo vertebrais de altura preservada – Pequenos osteófitos marginais nos corpos vertebrais. -Apófises articulares e articulações interapofisárias sem alterações. Lâminas dos arcos posteriores conservados. – Pequeno abaulamento discal posterior à esquerda de C3/C4, tocando a face ventral do saco dural, e obliterando a gordura epidural local. – Abaulamento discal paramediano à esquerda de C4/C5 e C5/C6, tocando a face ventral do saco dural, e obliterando a gordura epidural local. – Canal vertebral de dimensões normais. Atualmente tenho mudanças de coloração nas mãos, (roxeadas) fraqueza nas pernas e dores no pescoço e braços, estes sintomas tenhe haver com coluna servical? Antecipadamente obrigado pela atenção:

    • Olá, Simone!
      A lesão em chicote não ocasionou nenhum problema que sua tomografia tenha detectado, ao que parece, sua dor deve ter origem muscular, que é muito comum nestes casos.
      A mudança de coloração nas mãos não é devido às dores que sente, para saber a causa é necessário uma avaliação que verifique o estado de vasos e até reuamatismos.
      Sugiro que procure um médico fisiatra que irá tratar sua dor muscular (Síndrome Dolorosa miofascial) e poderá investigar a causa da mudança da coloração de suas mãos.
      Boa sorte!

  44. Oi, tenho 30 anos e na semana passada fiz uma cint. óssea e o res: Processo osteoarticular degenerativo inflamatório. Tenho uma perda de massa óssea na epífise do úmero esquerdo( descobri há 2 anos fiz uma cintilografia e deu normal) e hoje tenho esse resultado, me ajude pois fiquei mt preocupada. a minha consulta foi marcada p dez. Ah eu ainda quero ser mãe, será…. mt obridada bjs

    • Olá, Cristiane!
      Fique tranquila que você poderá ser mãe de quantos filhos quiser.
      Não sei o motivo pelo qual fez este exame, mas mostra apenas uma inflamação. O médico que o solicitou juntará esta informação com o motivo pelo qual o solicitou e lhe dará um diagnóstico.
      Relaxe!

  45. Olá!!!
    Fazem uns 4 anos que descobri que tenho condomalácia, depois de um acidente de carro. Cerca de 1 ano, a partir de uma dor no ombro que foi irradiando, passei por vários especialistas Ortopedista, Reumatologista, Fisioterapeuta, até que um Especialista em dor diagnosticou por Fribomialgia. Mês passado comecei uma crise, fiz novos exames, ainda vou receber alguns, mas minha Tumografia Computadorizada concluiu: “abaluamento discal posterior difuso incipente em C4-C5 e C5-C6, sem determinar repercussões intrarraquianas significativas”. O que é isto? É igual a hernia de disco? Quais os tratamentos?
    De antemão agradeço.

    • Olá , Marcela!
      Sugiro que você leia o post “Hérnia Discal”para entender a diferença entre hérnia e abaulamento e o post “Você tem lombalgia crônica?” onde mostramos o tratamento das dores da coluna.
      Se tiver alguma dúvida após a leitura, estarei à disposição para esclarecer suas dúvidas.
      Boa leitura!

  46. ola , a mais ou menos uns 2 anos sofro com uma dor terrivel nas costas, lombar e na pantorrilha,fiz 5 meses de fisiterapia mas nao teve melhoras ,fiz uma tomografia, a analise foi : Hernia discal posterior,discretamente lateralizada a esquerda, no nivel L4-L5 e fui encaminhado para o neuro cirurgiao ,ele me disse que o quanto mais adiase pra fazer a cirurgia era melhor disse que tenho que fazer essa cirurgia quando eu tiver 50 anos e eu tenho 27 vou ter q conviver com essa dor mais 23 anos. nesse tempo pode vir a piorar?
    oque devo fazer?

    • Olá, Fabio!
      Não dá para prever o que acontecerá com seu organismo daqui a 23 anos.
      Para saber se você fez o tratamento fisioterápico correto, eliminou os fatores perpetuantes da dor e tomou as medicações corretamente, sugiro que procure um médico Fisiatra antes de se submeter a qualquer cirurgia. Em 90% dos casos a reabilitação bem feita resolve as dores e contraindicam a cirurgia.
      Não perca tempo!

  47. Ola fiz uma micro-descompressão na região L5-S1 e quando acordei da anestesia sentia dores terrives no qual antes de operar eu não sentia e agora 6 meses depois ainda continua na mesma queria saber o que vc pode me dizer referente a esse laudo da ressonância q eu fiz?

    Relatório.

    -Diminuição da intensidadede sinal em T2 do disco L4-L5,com discreta redução da sua altura ,observando-se neste nível uma pequena hérnia discal posterocentral,com discreta protusão discal focal sem efeito compressivo significativo sobre o saco tecal.

    -Hemilaminectomia L5-S1 direita.Redução da altura com desorganização estrutural do disco L5-S1com áreas de aumento na intensidade de sinal em T2 no seu interior ,com discreto abaulamento circunferencial das margens anulares , com redução das dimensões do forame neural diteito por alterações degenerativas/hipertróficas da articulação interapofisária .
    Notamos a presença de tecido anômalo no recesso lateral direito , semicircuscrevendo a porção emergente e descendente do saco tecal e da raiz S1 direita , sem efeito de massa sobre a mesma ,isointenso em T1 e realçando moderadamente com o meio de contraste paramagnético.
    -O alinhamento vertebral etsá mantido . Os corpos vertebrais lombares estão íntegros.
    -O canal raquidiano tem dimensões dentro da normalidade . As porções visualizadas da medula e o cone medular têm intensidade de sinal normal . Cone medular em posição anatômica . Raízes da cauda equina normalmente distribuídas no espaço subaracnoide.

    Comentário:
    1. Discopatia degenerativa L4-l5 com a presença de uma pequena hérnia discal posterocentral.
    2. Status pós-cirúrgico de hemilaminectomia L5-S1direita ,com alterções degenerativas no disco intervertebral não se indentificando ,a princípio,alterações que surgiram processo de naturaza inflamatória/infecciosa espondilodiscal, observando-se outrossim de sinais de fibrose epidural no recesso lateral direiro. semicircunscrevendo a raiz S1 direita.
    3. Estenose foraminal L5-S1 direita.

    Por favor preciso de uma resposta pois ainda estou em tratamento e agora troquei de medico e o anterior me disse q para o meu caso seria outra cirurgia com parafusa na coluna ,,,fiquei horrorizada pois não quero metal na minha coluna.
    Elis Regina

    • Olá, Elis!
      Somente pela ressonância e sem um exame físico é difícil dar um parecer, mas o que posso adiantar para você é que você antes de mais nada precisa de um tratamento de reabilitação. Com isto suas dores irão melhorar muito e poderão sumir por completo se for realizado corretamente.
      Como seria este tratamento? Uso de medicações para dor dor crônica como antidepressivos, anticonvulsivantes (em alguns casos) e analgésicos potentes e fisioterapia analgésica associada com cinesioterapia adequada para seu caso. Este tratamento é difícil (pois depende de mudanças de hábitos e força de vontade), mas é o que apresenta os melhores resultados.
      Minha sugestão é que procure um médico Fisiatra, faça uma avaliação para ser orientada quanto ao tratamento de reabilitação.
      Boa sorte!

  48. Boa tarde !
    a 2 semanas atraz cair de uma escada, tomei remédios só que a dor não parava, ate que meu médico passou tomografia, peguei o laudo, so que so vou pro ortopedista semana que vem e quero saber o que significa…

    - Foram efetuados cortes axiais no segmento de L3 até S1.
    Corpos vertebrais com aspecto anatômico preservado.
    Canal vertebral com dimensões normais em toda extensão esterdada.
    Abaulamento difuo dos discos intervertebrais nos segmentos L3-L-4 e L4-L5, abaulamento e protrusão discal mediana no segmento L5-S1, comprimindo a faca anterior do saco dural.
    Retificação da lordose lombar fisiológica.
    Hipertrofia do ligamento amarelo nos segmento L3-L4 e L4-L5.

  49. Olá Thais.
    Tenho protusão discal L3-L4 e borramento da gordura epidural no nível L4-L5 á direita… estou gravida e gostaria de saber por gentileza se ha algum risco o parto normal? Que parto seria melhor pra mim?
    Desde já agradeço…

    • Olá, Roberta!
      Isto não vai alterar o tipo de parto que você pode ter sim a presença de dor na coluna durante a gestação.
      Se o obstetra liberar, você pode fazer hidroginástica para ajudar a dor lombar e aguentar melhor as mudanças posturais que a gravidez provoca.
      Espero ter ajudado.

  50. Bom dia, fiz uma tomografia e apontou:
    Abaulamento discal posterior em c3c4,c4c5,c5c6, denteando suavemente a face ventral do saco dural.
    Minha pergunta é se pode avançar para uma hernia de disco, atte
    Fanny

    • Olá, Fanny!
      O abaulamento discal é ocasionado pela degeneração do disco, ou seja, seu envelhecimento. Não necessariamente vai avançar para uma hérnia.
      Espero ter ajudado.

  51. Olá, será que me podem ajudar… tenho 49 anos e já há muitos anos que sofro com dores na coluna tanto lombar como cervical. Fui alteta durante 22 anos e actualmente, quase nem consigo fazer as tarefas diárias. fiz ressonancias com os seguintes resultados: Cervical – Discartrose de C5 C6, com protusão disco osteofitária posterior difusa e retrolisteses que condicionam redução do diâmetro sagital do canal. Estenose foraminal direita de C5 -C6. Protusão osteo discal postero mediana de C3 -C4 e paramediana esquerda posterior de C4 -C5, que molda a dura e oblitera o espaço sub aracnoideu, contactando a face anterior medular. Protusão herniária discal paramediana direita posterior de C5-C6, que oblitera o espaço sub aracnoideu e contacta e deprime a face anterior medular, com colapso do espaço de segurança sub aracnoideu posterior e provável efeito de conflito.
    Lombar: Redução da espessura e evolução de sinal dos discos L4-L5 e L5-S1 por discopatias degenerativas. Ligeiro debrum osteodiscal posterior de L4-L5, com leve predominio postero lateral direito, determinando moldagem do saco dural, contactando a emergência da raiz de L5 direita. Em L5-S1, existe um debrum osteo discal posterior que molda o saco dural e assume maior expressão foraminal direita, onde contacta de forma estreita o segmento foramino ganglionar da raiz de L5, com parcial apagamento da sua gordura desegurança…entre outras…
    Já fui a 2 neurocirurgiões e as opiniões dividem-se: um diz cirurgia imediata, outro diz, nem pense em mexer, isto não é para operar… cuidadinho e mais não adiantou.
    As dores são muitas e sinceramente também tenho muitas dúvidas, pois já me disseram que posso paralizar. Será que o facto de não ser operada agora, não me irá prejudicar mais para a frente. Já senti, sentada numa cadeira, por uns breves minutos, que não me conseguia mexer, parecia ter paralizado. Será que o neurocirurgião disse que nãom era para “mexer” (refiro-me à cervical)porque é um pouco complicado e posso ficar pior!
    Agradeço desde já qualquer tipo de ajuda, opiniões de alguém que possa ter passsado pelo mesmo ou que possa estar a passar.
    Obrigada

    • Olá, Maria Izabel!
      É difícil responder sua pergunta sem fazer um exame físico, pois ele será o que dirá se o tratamento é cirúrgico ou não.
      Vou explicar: se ao exame físico você apresentar comprometimento neurológico, se na sua história clínica o médico identificar sinais de lesão neurológica ou progressão de sintomas neurológicos,a indicação é de cirurgia, se não houver nada disso o tratamento deve ser feito com medicação e reabilitação.
      Portanto,se foi em dois médicos e cada um sugeriu uma conduta diferente, sugiro que procure um terceiro.No seu caso, eu sugiro um Médico Fisiatra para dar um parecer e te orientar quanto ao tratamento como um todo.
      Boa sorte!

  52. Oi, Thais!
    Meu marido começo u a sentir um formigamento nos braços e logo procuramos um neuro. Ele fez uma ressonância que acusou: desidratação incipiente dos discos intervertebrais de T4-T5, T5-T6, T10-T11 sem evidência de protusão discal significativa nas tegiões cervical e toracia da coluna vertebral.
    Ele se recusa a fazer fisioterapia e está sempre com a mão no braço esquerdo, diz que o braço está “ruim”, só se limita a dizer isso e fico bastante preocupada.
    Pode ser algo mais grave??
    Obrigada!

    • Olá, Ana!
      Fica tranquila que na ressonância não acusou nada grave.
      Provavelmente, seu marido está apresentando uma contratura muscular na região cervical que gera estes formigamentos, neste caso, a fisioterapia e correção da postura resolvem.Isto é muito comum no final do ano, quando as pessoas ficam sob mais pressão.
      Diga a ele, que quanto mais ele demorar para começar o tratamento, pior vão ficar os sintomas e aí mais tempo vai levar para melhorar os sintomas com o tratamento.
      Na dúvida, procure um médico Fisiatra!
      boa sorte!

  53. tenho 59 amos estou omosteofitos marginais nas vertebras lombares com reduçao do esapaço discal entreL1 L2 e l4 l5 comperda de sensibilade dos nervos do pe e dores nos quadris que devo fazer pois trabalho como vigia 12 horas por dias e nao estou conseguindo mais andar direito e ficar sebtado muitotempo por favos me oriente
    oa

    • Olá, Cauby!
      Estes sintomas não são compatíveis com o resultado de seu raio X.
      Sugiro que procure um médico para um exame físico mais detalhado e uma investigação diagnóstica mais detalhada.
      Não perca tempo!

  54. Cristiane Ferreira da Cunha.

    Olá.
    Em abril de 2002 fui submetida a uma cirurgia para colocação de um parafuso expansor de titânio na C5 e C6. O neuro cirurgião ignorou a queixa de dor, e eu passei 9 anos sem um diagnóstico sério ou tratamento descente. Ele me mandou para psiquiatria.
    Recorri na época ao aux. doença já que fui professora contratada, e tinha descontos ref. INSS. Só que quando precisei, nada.
    Graças a Deus, hoje trabalho no Estado de PE, mas não leciono, trabalho na secretaria de uma escola. As dores continuaram, eu fiquei como dependente quimica de ansiolíticos e soníferos, e agora descobri que minha coluna está um bagaço, e mais, eu estou com problemas na parte ginecologica, e também deverei operar, e já sou histerectomizada, depois da cirurgia farei a reposição, e espero não sofrer tanto depois das cirurgias.
    Passei por muitas dificuldades, e ainda estou lutando, e digo para quem está sofrendo, que tenha fé, o impossível pode acontecer. Eu acredito em cada pessoa que escreveu suas dificuldades, e acredito que todos vcs. se superaram com a fé em vc. em quem te criou, DEUS.
    Um abraço cheio de ternura e muita paz.
    Cristiane Ferreira da Cunha.

  55. Antonio oliveira Morais

    Gostaria de tirar duvida de V.Sª; que eu fui acometido com uma dor em forma de desconforto, provocado de pesso que peguei durante um mês, logo quando apareceu deixei de pegar, tomei relaxante muscular mas não deu certo, tive que fazer uma resonânica magnética da coluna cervical na regial do pescosso, o exame deu que: é uma espondilodiscipatia degenerativa servical com protusão difusa de margem posterior dos discos intervertebrais C3-C4, C4-C5 e C6-C7 O maior significado C4-C5 (protusão discal posterior de base larga). Portanto não sinto formigamento de nada nem dormencia. só desconforto no pescoso, o que devo fazer?

    • Olá, Antonio!
      Nestes casos é importante fazer um tratamento de reabilitação, não é necessário (se permanecer assim) o uso de medicamentos.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para avaliá-lo e orientá-lo como deve fazer este tratamento.
      Boa sorte!

  56. Acabei de fazer uma Ressonância Magnética da Coluna e o resultado foi o seguinte:
    -Discopatia degenerativa nos níveis de L3/L4-L4/L5-L5/S1.
    -Hérnia discal centro lateral esquerda no nível de L3/L4.
    -Hérnia discal central no nível de L4/L5, e outra menor no nível de L5/S1.
    Já fui ao meu médico que me passou fisioterapia e um analgésico, por enquanto, e me falou que se daqui a 4 meses se eu continuasse a me queixar de muitas dores ele iria me encaminhar para um neurocirurgião.
    Eu queria sua opinião também porque estou muito preocupado em ter que fazer cirurgia, será que não tem algum tratamento para evitar que eu precise fazer cirurgia?

    • Olá, André!
      Atualmente as cirurgias de coluna são raras devido à grande incidência de recidivas de dor; elas são indicadas quando há comprometimento neurológico ou quando o tratamento conservador não traz alívio após 1 ano feito corretamente.
      Por este motivo, a reabilitação é imprescindível para o bom resultado do tratamento. Ela deve ser realizada com meios físicos (aparelhinhos) e cinesioterapia (exercícios específicos conforme sua condição muscular).
      Para ter uma reabilitação bem orientada e acompanhada, sugiro que faça uma avaliação com um médico Fisiatra.
      boa sorte!

  57. Boatarde!!!!..entrei em sua página e como muitos outros resolvi entrar em contato. Minha filha tem 17 anos e apresentou dores na virilha e parte interna da coxa até os joelhos,,,,me preocupei com circulação e a levei em um vascular, mas nos tranquilizou quanto a circulação, porém pediu radiografias e o resultado foi: : COLUNA LOMBO-SACRA
    ESCOLIOSE LOMBAR, VERTEBRA DE TRANSIÇÃO LOMBO SACRA, TEXTURA OSSEA NORMAL E ESPAÇOS DISCAIS CONSERVADOS.

    BACIA E QUADRIL
    ESTRUTURAS OSSEAS INTEGRAS, TEXTURA OSSEA NORMAL, ESPAÇOS ARTICULARES CONSERVADOS E VERTEBRA DE TRANSIÇÃO LOMBO SACRA. ESTOU MUIOT PREOCUPADA COM O RESULTADO E O ORTOPEDISTA EM QUE VOU ESTÁ DE FÉRIAS . POR FAVOR ME AJUDE.

    • Olá, Marcia!
      O resultado das radiografias nem sempre condizem com a clínica.
      Pelo que descreve, sua filha pode ter uma Sindrome Miofascial de adutor da coxa e a escoliose um achado.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para esclarecer o diagnóstico e prescrever o tratamento mais adequado.
      Boa sorte!

  58. Gostaria de tirar uma dúvida…
    Tenho tido dores ao fundo da coluna, que não passam com nada. São constantes, quer esteja em pé, sentada ou deitada e recentemente fui fazer um TAC, que diz “Em L4 e L5 existem aspectos discretos de instabilidade, incluindo ligeira retrolistese de L4 que se associa a discreta procidência discal. Não existe imagem de hérnia discal”.
    Assim, gostaria de saber o que de facto eu tenho, pois não entendo esta linguagem e qual será o tratamento neste caso.
    Obrigada

    • Olá, Arya!
      Retrolistese significa um escorregamento da vértebra superior sobre a inferior por trás. O tratamento depende do grau da listese e dos sintomas apresentados pelo paciente.
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra.
      Boa sorte!

  59. oi.
    sinto muita dor nas costas ha anos , a pouco resolvi ir ao médico.Minha ressonância deu o seguinte resultado:
    Minima quantidade de liquido nas articulações interapofisárias inferiores.
    desidratação parcial dos discos intervertebrais de L3-L4 a L5-S1.
    Mínimas protusóes discai difusas de L3-L4 a L5-S1, as quais tocam levemente a face ventral do saco dural.
    Cone medular de aspecto anatômico.

    gostarai muito de saber meu problema . Obrigada

    • Olá, Nilda!
      O resultado da sua ressonância não evidencia a causa de suas dores.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para esclarecer a você seu diagnóstico e oferecer o melhor tratamento de reabilitação e medicamentoso para a melhora de seus sintomas.
      Boa sorte!

  60. THAIS SARON POR FAVOR ME TIRA UMA DUVIDA EU FIA UMA CIRUGIA DE ERNIA DE DISCO A UM ANO SÓ QUE DELA PRA CA VENHO SENTINDO MUITAS DORE NA PERNA DIREITA DA MUITO CHOQUE E NÃO AGUENTO ENCOSTAR NELA E A GORA MEU BRAÇO DIREITO DOI MUITO E TA INCHANDO E VAI PARA O PESCOÇO PARECE QUE VAI DAR TORCICOLO NÃO POSSO FAZER QUASE NADA EU SÓ TENHO 41 ANOS EU TO PREOCUPADA SERA QUE VAI TER QUE FAZER OUTRA CIRUGIA POR FAVOR ME DE RESPOSTA . LEDA

    • Ola, Leda!
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para fazer uma avaliação e orientar o melhor tratamento medicamentoso e de reabilitação.
      Boa sorte!

  61. doenca discal lombar com compressao foraminal l2 l3 a esqerda e preciso cirurgia me mamde resposta obrigado

    • Olá, Luciana!
      Na maioria das dores de coluna, não há necessidade de cirurgia.
      Para saber o que é indicado para seu caso, sugiro que procure um médico Fisiatra para uma avaliação, ter um diagnóstico e prescrever o tratamento ideal para melhora de seus sintomas.
      Boa sorte!

  62. Kamilla Ferreira Andrade

    Olá….
    Na minha ressonância esta assim abaulamento discreto e difuso dos discos intervertebrais de c4-c5 e c5- c6.fui em 2 ortpedistas um disse que era LER o outro fibromialgia. O problema é que eles me passam remédios relaxante musculares e fisioterapia na região do pescoço ombro ante braço punho e mão que são onde sinto dores e estou perdendo a força na mão direita ,sinto também muitos choquinhos antes de não conseguir segurar alguma coisa .
    Na sua opinião o que pode ser? e tem algum outro tratamento ou cirurgia talvez?
    OBRIGADA..

    • Olá, Kamilla!
      Com certeza, suas dores e perda da forçana mão direita não são devido à fisioterapia. Pela sua descrição, seus sintomas são causados por problemas musculares. Para ter certeza, sugiro que procure um médico Fisiatra para definir o diagnóstico e orientar quanto ao melhor tratamento para seu caso.
      Boa sorte!

  63. fiz cirurgia de hernia cervical faz 20 dias ainda sinto o pescoço como se estivesse anestesiado isto e normal

  64. luciano pereira da silva

    olá , doutora .
    Fiz uma ressonancia magnetica e lá constou : Incipientes alteraçoes degenerativas do disco intervertebral l5-s1- Minimos abaulamentos discais posteriores em L4-L5 E L5-S1, a senhora saberia me responder o q eu tenho . é grave ?????

    • Olá, Luciano!
      Pelo resultado da sua ressonância não dá para dizer, pois os achados não são a causa de sua dor.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra.
      Boa sorte!

  65. Olá Thaís,

    Parabéns pelo site. Fiz uma RM em Novembro/10 e apareceu redução do espaço interssomático e desidratação discal em L4-L5 e Protusão dis cal mediana/paramediana esquerda em L4-L5, comprimindo levemente a face ventral do saco dural.
    Já senti dores na perna esquerda, mas nos últimos dias, tenho sentido fortes dores nas costas lombar e não mais na perna esquerda.Já fiz 3 sessões de RPG e acunputura, mas não está adiantando muito. Bolsa de água quente funciona?
    tenho viagem marcada no Carnaval para Foz…não sei se vou com esta dor na lombar, está muito ruim para andar e dormir. Me ajude!!O que eu faço???já fui em três ortopedistas e já tomei alguns antinflamatórios, mas não gosto de tomar remédio.
    Obrigado.

    • olá, Maurício!
      Sei que o carnaval já passou, mas se suas dores ainda não melhoraram, sugiro que procure um médico Fisiatra para indicar a reabilitação muscular necessária para tratar a causa de suas dores.
      Boa sorte!

  66. ÓLÁ !
    FIZ UMA CIRURGIA DE HERNIA DE DISCO ENTRE L3 E L4
    E APÓS 4 MESES DE CIRURGIA A DOR É MUITA INTENSA
    E SE NÃO TOMO CODEINA , TENHO DIFICULDADES PRA ANDAR POR CAUSA DA DOR. E TOMANDO CODEINA A DOR DIMINUI.
    FIZ RESSONANCIA E SAIU O SEGUINTE LAUDO
    -EVIDENCIANDO LAMINÉCTOMIA À DIREITA NO INTERESPAÇO DE L3 E L4 COM BORRAMENTO DA GORDURA EPIDURAL ADJACENTE A MARGEM LATERAL DIREITA DO CANAL VERT. NESTE NIVEL POR PROCESSO FIBROCICATRICAL EM ASSOCIAÇÃO A PROTRUSÃO DISCAL DIFUSA DETRMINANDO COMPRESSÃO SOBRE SACO DURAL.
    REDUÇÃO SIGNIFICATIVA DA ALTURA DO DISCO INTERVERTEDE L3-L4 COM ALTERAÇÃO BRAL DISCOGÊNICA MODIC TIPO I EM SEUS PLATOS VERTEBRAIS.
    PODE ME ESCLARECER ISTO. SERÁ PRECISO NOVA CIRURGIA ??
    ATÉ QUANDO SENTIREI ESSAS DORES E ATÉ QUANDO TEREI QUE TOMAR A CODEINA?
    TENHO 50 ANOS.

    GRATO E AGUARDO UMA RESPOSTA

    • Olá, Carlos!
      O laudo da sua ressonância está mostrando que você fez uma cirurgia, a laminectomia.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-lo na reabilitação muscular pós cirurgia.
      boa sorte!

  67. ola doutora!
    estou trabalhando numa empressa de construçao civil especificamente com ferragem e a 2 e meio pegava cargas de ferro em exesso, so que agora em dezembro de 2010, apos ter pegago 25 barras de ferro de 8 para cortar na maquina sozinho a seguir fui pegar ferro de 20, so que ao suspender o ferro de 20 me deu uma dor nas costas terrivel , eu nao conseguia levantar e nem abaixar, esperei um pouco para ver se passava nao passou mesmo assim tentei levantar meia barra de vinte e nao consegui mais ne suspender do ch-ao, fui de imediato as urgencias fiquei o dia todo no hospital me deram medicamentos aplicaveis como compremidos ao pegar alta do hospital fui a seguradora do trabalho e expliquei esse acontecimento , a seguir o medico tirou uma resonancia magnetica, e o laudo foi esse:hernias posterioresde base larga e predominio direitoem l4-l5 e esquerdo em l5-s1 que poderao ser causa de compromisso respectivamente das raizes l5 direita e s1 esquerda. pequena ernia postero lateral esquerda em l3-l4 que tambem contacta a raiz l4 nesta lado nao se podendo excluir a hipotese de compromisso radicular………o primeiro medico da seguradora depois de um mes de fisioterapia me mandou voltar a trabalhar com 70%de capacidade deu uma semana para ver se aguentava, nao pude ir pois o patrao nao queria me pagar deslocaçao e as dores continuaram mais agora um pouco com menas frequencia devido a remedios e fisioterapia,passada uma semana voltei mais nao era o mesmo medico que me atendeu e sim outro.e o ultimo medico me disse assim :voce tem 3 hernias discais e seu caso é de cirurgia, mais nao vou lhe encaminhar agora pois pode ser perigoso voce ir para uma cadeira de rodas e me falou voce nao pode trabalhar suspendendo ferro , vou colocar no relatorio para o seu patrao colocar em local compativel. e acrescentou no relatorio dizendo que as hernias nao é de acidente de trabalho mais do esforço da profissao de armador de ferro ,ele me deu auto com carta para 1 medico de recurso e me encaminhou para o medico de trabalho , e disse que o medico de trabalho ia ter que passar uma declaraçao para meu patrao, bom o medico de trabalho me disse que nao posso pegar pesso por tempo indeterminado e me perguntou se ando a receber da seguradora ou quem me acompanha a coluna pois continuo mal, eu disse que nao recebo do seguro pois esse deu alto e nem do patrao pois o patrao nos paga a hora e nos paga 5.25euros e no contrato alega que recebemos3.16 e que o valor base e de 545 entao ele pega a diferença dos 3.16 por hora do contrato aos5.25 e as horas que trabalhamos que ultrapassa o valor base de 545 ele se justifica nos recibos que nos coloca para acinar como paga subsidios de alimentaçao ,ferias e natal mais nunca nos pagou e so mesmo para justificar o porque ganhamos mais do que o que esta no contrato , entao se trabalharmos uma hora recebemos e se nao trabalhamos nao recebemos, entao o meu caso é esse nao tenho horas com o patrao e nao tava na baixa, o medico de trabalho me encaminhou para um medico do governo e esse me disse que as minhas hernias sao doença natural,,,,,,,,,,,,, agora eu queria esclarecer uma coisa estou na empressa a mais de 33 meses e ja estou efetivo e nunca fui em nenhum hospital por poblemas em coluna,me surgiu agora recente todos esses poblemas alem das dores nas costas queimaçao em toda a regiao das costas e dos peitos, e o medico do governo me disse que as queimaçoes sao de preocupaçoes, e que as hernias e doença natural,,,, gostaria de saber da parte de voces se estas ernias se elas nao sao acidente de trabalho ou doença do trabalhado ? pois ja me falaram outras pessoas que isso é doença de trabalho outros acidentes , e eu nao sei o que esta certo ! o medico do governo me disse que era natural e as queimaçoes era preocupaçoes, absurdo falei para o medico , pois como pode ser de eu ter queimaçoes a mais de 2 messes e ela disser isso e falei como pode vc me dizer que as tres hernias sao doença natural !pode porventura uma pessoa estourar tres aneis da coluna naturalmente. enfim o medico do governo ta de fora, quero saber se o medico da seguradora que me disse que nao era acidente de trabalho mais do esforço da profissao se ele ao disser isso me discarta de direitos, ou gostaria de saber de voces quais sao meus direitos neste caso , tenho direito de ser idenizado pela seguradora ou nao ? e o meu patrao pelo tanto de tempo tenho direito a idenizaçao ou nao ,?eles ten conhecidos dentro da seguradora eu nao sei o que esta por tras disso tudo , pode me esclarecer o que devo fazer? meu patrao disse que nao ten lugar compativel dois medicos disse que nao posso fazer a mesma profissao como reajo diante disso me responda depressa pois estou pedindo ao patrao a carta para o desemprego e ele ta interesado em dar querendo saber o que o medico disse e se adiantando me perguntou é doença natural a sua nao é ! eu nao creo que é natural uma vez que tenho 36 anos e nunca me aconteceu isso antes, e se o medico do seguro disse que foi do esforço da profissao ele nao tinha que alegar que é doença do trabalho e eu ser idenizado?uma vez que nao posso trabalhar mais em minha funçao, me digam o que devo fazer pois ja dentro da propria seguradora uma jovem me disse que eu tenho direitos e que a seguradora e o patrao estao fugindo de me pagar os meus direitos , me digam quanto ao estado dessas tres hernias , elas podem entrar em um processo como qual a origem do nome que se da para essa situaçao contraida no emprego, me respondam o mais rapido posivel sou grato e obrigado

    • Olá, Laurentino!
      Um médico do trabalho é o especialista mais apto para responder suas perguntas, pois ele vai realizar o exame clínico e avaliar suas condições de trabalho.
      Boa sorte!

  68. Olá Dra. Thaís, gostaria de tirar uma dúvida. Fiz uma tomografia em razão de muita dor da região lombar e constatou-se abaulamento difuso do disco intervertebralde L4-VT que se projeta nas porções mais caudais nos neuroforâmens, sems sinais de obstáculo ao trânsito radicular e com suave compressão da face adjacente do saco tecal. Isso em 23.02.2011. Uns cinco dias após, tive ciática, e o médico disse que era em função disso. Mas o que exatamente é isso, ele não deixou bem claro se é uma hérnia de disco.
    Na tomografia também apareceu no nível de VT-S1, nas porções caudais do neuroforamen esquerdo, há pequena estrutura com densidade de partes moles que pode ou não corresponder a tecido discal herniário, sem aparente obstáculo ao trânsito radicular. Pode responder o que significa isso também? Obrigada pela atenção.

    • Olá, Jaqueline!
      Você apresenta apenas degenerações do disco, nãotem hérnia discal.
      Provavelmente sua dor é de origem muscular.
      Sugiro que procure um médico fisiatra.
      Boa Sorte!

  69. olá, doutora
    Minha mãe fez uma ressonância magnética onde diz que ela está com desidratação dos discos intervertebrados de L4-L5 e L5-S1.
    Pequena protusão discal-local pôstero-mediana, de base larga, em L5-S1, determinando indentação sobre a face ventral do saco dural.
    Abaulamento discal difuso em L4-L5, indentando levemente a face ventral do saco dural.
    IMPRESSÃO DA RESSONÂNCIA: pequena hérnia de disco pôstero-mediana, de base larga, em L5-S1.
    discopatia degenerativa lombar, mais evidente em L4-L5
    Ela costuma sentir muitas dores, dificuldade para andar, é muito grave ou não??? OBRIGADO!

    • Olá, Thays!
      É dificil dizer o prognóstico sem uma avaliação clínica.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra para orientá-la no tratamento medicamentoso e de reabilitação.
      Boa sorte!

  70. De Marcelo Barroso
    Olá, Dra !
    Fiz uma tomografia computadorizada e uma ressonancia sou Guarda Municipal do RJ Concursado estatutário há 5 anos profissão na qual precisa-se muito do esforço fisico para atuar . Pois bem, nesses exames acusou, desidratação e abaulamento discal em L4, L5, com sinais de rotura radial do anel fibroso o que significa isso?? é uma quase hérnia ou não?? sinto muitas dores que irradiam para perna direita e formigamento, e so melhoro com acunpuntura, nunca tive esse problema antes de ser Guarda, porem o perito da Pref.RJ quer me dar alta, pois as dores diminuiram. Disse a ele que isso seria uma doença profissional ou seja adquiri no serviço pois fico 12 horas em pé, com calçado não adequado, roupa em excesso, bastão e ultimamente tenho dirijido as mesmas 12 horas de meu plantão alem de pegar peso quando oriundo de apreensões adversas. como devo tratar essa dor??
    Em se tratando desse serviço será que consigo alguma restrição a fim de não trabalhar no operacional ou seja na rua??? ficar so no administrativo??
    Grato Pela atenção e
    Parabéns pelo profissionalismo o Brasil precisa muito disso!!!

    • Olá, Marcelo!
      Esta dor deve ser tratada com reabilitação muscular, vc deverá equilibrar e depois fortalecer alguns grupos musculares para conseguir realizar suas atividades profissionais.
      Com relação à adaptação no ambiente de trabalho você deve consultar um médico do trabalho para saber se isto é possível.
      Quanto ao tratamento de reabilitação, sugiro que procure um médico Fisiatra!
      Boa sorte!

  71. Tenho dores e incômodos no pescoço, cabeça e ombros ( principalmente o esquerdo ), espasmos em várias regiões do corpo, raramente tontura, dor na perna esquerda e e perda de força leve nas pernas e braço esquerdo. As dores aumentaram nos últimos meses, contudo tenho estas dores há mais ou menos 10 anos. Só que a intensidade e o volume delas vem aumentando cada vez mais. Nunca me cuidei nem fiz nada para melhorar, no entanto, quando fiz uma ressonância em agosto de 2010 tive o seguinte resultado:
    Hérnia discal póstero lateral esquerda em c3/c4 deformando a face ventral do saco dural e tocando a medula;
    desidratação discal parcial de c2 a c6;
    leve retificação da curvatura cervical fisiológica;
    Demais discos intervertebrais anatômicos;
    Corpos vertebrais com intensidade de sinal normal;
    Arcos posteriores e articulações interapofisárias preservados;
    Canal raqueano de amplitude normal;
    Medula de calibre e intensidade de sinal conservados;
    Amigdalas cerebelares de situação anatômicas;

    O que posso fazer para melhorar de tantas dores? Um neurocirurgião disse que eu já deveria ter operado e um grande ortopedista diz que eu posso tratar sem cirurgia. Qual é sua opinião sem compromisso para meu caso?
    Era diretor de vendas de uma grande empresa e sai do emprego por não aguentar de tanta dor e falta de concentração no trabalho devido a mesma.
    Gostaria muito de ouvir uma opinião, pois me encontro deprimido, tenho uma grande carreira empreendedora pela frente que está no momento “abandonada”, nunca tomei remédios na vida, pois sempre fui saudável e pratiquei atividades físicas e hoje tomo até anti depressivos e não saio de casa.
    Sou casado e tenho 29 anos.
    Obriga pela oportunidade do desabafo e que deus conforte e abençoe a todos.
    desde já obrigado Thais. Parabéns pelo seu trabalho!

    • Olá, André!
      É impossível falar através da internet qual a melhor conduta no seu caso sem fazer uma avaliação clínica.
      sugiro que se já se consultou em dois médicos que tiveram opiniões divergentes, se consulte com um terceiro.
      Na minha opinião, o médico Fisiatra terá melhor visão do seu prognóstico com a reabilitação e assim, definir se é indicação de cirurgia ou não.
      Boa Sorte!

  72. olá doutora, fiz uma tomografia computadorizada, e o resultado foi
    inversão de lordose cervicalfisiológica.
    corpos vertebrais alinhados, com altura e densidade normais.
    pediculos e arcos posteriores integros
    protrusão disco-osteofitária posterior em c5-c6 indentando a face ventral do saco dural.
    furamens neurais de amplitudes normais.
    articulações interapofisáriae uncovertebrais normais.
    canal medular de amplitude normal.
    por favor, me esplica isso,
    o que eu tenho?

  73. Ola!Fiz uma rm que entre outras coisas diz desidratação parcial do disco intervertebral de c2 e c3.O que quer dizer?Desde já muito obrigada!!!!

  74. Thais,

    Meu filho nada desde os 6a, esta com 16a, e adora esportes.
    Faz natação competitiva, e iniciou após convite. Nada diariamnete 2h por dia, 2 dias da semana tem treino extra e faz 4h de treino, distribuidos em 2 turnos. Faz exercícios de reforço muscular 3 x semana com seu técnico. È uma vida bem sacrificada para um jovem, além de dar conta das atividades escolares e aulas de inglês.
    È um pequeno herói, que sempre lutou contra adversidades, inclusive sua altura. Atualmente só tem 1,64 de altura, entre os nadadores isto é uma limitação( pelo biotipo). Mas nada disso o impediu de buscar seu sonho e aos poucos vem conquistando vitórias sempre superando as derrotas e transformando-as em estímulo, o que reforça seu sonho.
    Apresentou subitamente dor lombar principalmente quando faz flexão do tronco para frente ou em direção as pernas.
    Foi ao médico do esporte do clube que solicitou Rx de coluna lombosacra, mas não recomendou repouso. No rx verificou-se megaapófise transversas articuladas com o sacro em vértebra de transição lombo -sacra.
    Ainda não levei o exame para o médico do esporte. Acabei d abrir o exame.
    Estou muito ansiosa pois não sei que conseguências isto traz para vida dele.
    No momento ele melhorou com antiinflamatórios e analgésicos , mas ainda sente dor. Poderá seguir nadando, competindo? Ele tem focado parte de seus esforços na natação, e parece ter futuro nas provas longas, 1500 e maratonas. Nada também borbo(200m) e medley ( 400m).
    Hoje vou levar ao médico do esporte o exame, mas preocupada, busquei alguma informação antes. Devo levá-lo à outros especialistas?
    Fisiatra, neurologista? Fisioterapeuta? Ou apenas seguir as orientações do médico do clube. Como devo abordar com ele este problema, pois já se queixa muito que é o único com problemas na casa, pois tinha bronquite e rinites na infância, melhorou com a natação, por isso é um pequeno herói também . Ainda tem rinite, desvio de septo, nem sempre suas noite são bem dormidas,e agora na adolescência as espinhas… È muito esforçado e focado e realmente a genética não o está favorecendo, mas como lidar com isto?
    Ou não é tão sério como estou pensando? Estou achando que ele terá que abrir mão do seu sonho, tão jovem, num momento tão complicado como é “adolescer”!!!
    Melhor é quando escolhemos parar, ou por não ter perspectivas ou por cansar, mas ser retirado por dificuldade física se não for bem trabalhado como fica a cabeça???
    Claro que existem situações piores, mas está é a que nos aflige diretamente e cada um sabe o tamanho da sua dor. Que conselho você pode nos dar?
    Grata, Sílvia Maria

    • Olá, Silvia!
      Imagino como mãe e fã número um sua preocupação. O que posso lhe adiantar é que a megaapófise transversa é uma alteração anatômica congênita que pode ocasionar dor. o que quero dizer é que tem pessoas que tem megapófises e não têm dor. Porque isto acontece? Porque estas pessoas não sobrecarregam a coluna e cuidam muito bem da sua postura.
      Sugiro que você procure também um médico Fisiatra para orientar seu filho na reabilitação muscular conforme o que ele verificar no exame clínico muscular, talvez caprichar mais nos alongamentos, diminuir algumas cargas na musculação ou ainda fazer uma reeducação postural. Isto são apenas sugestões do que poderia ser feito, o exame clínico que mostrará o que PODE ser feito,ok?
      Você vai ver que vai dar tudo certo e ainda vamos ouvir muito falar de seu filho!!!
      Espero ter ajudado!

  75. Jose Ademir Granziera

    Bom dia. Tenho 55 anos e sou mecanico a 26 anos, num espaço de 10 dias tirei 21 pneus de carreta fiz os freios e os recoloquei , quando fui recolocar o 22,este deu de cair e eu o segurei para que não caisse em cima de mim já que eles pesam acima de 100 quilos, ouve um estralo na coluna embaixo, depois disso as dores, formigamentos e amortecimento ,começaram a se espalhar pela perna esquerda, fui ao médico e fiz ressonancias magnéticas, tomografias e rx da coluna, os resultados foram: Discompatia degenerativa em multiplos niveis lombares obliterando a gordura do aspecto inferior do forame de conjugação de Luptua parcial do anulo fibroso do aspecto foraminal esquero de L4-L5 e foraminal direito de L3-L4,espondilose lombar, fui afastado do serviço a partir de 07/07/2009, e do dia 27/07/2007 pelo INSS, e vou continuar afastado pelo INSS até 16/09/2012. O INSS deu meu afastamento com o código (091), mas a firma não preencheu o Cat, e não reconheceu como acidente, entrei na justiça e a firma alega desconhecimento de acidente, gostaria de saber se ao segurar o pneu desencadeou o piorou o que eu já tinha, mas n~so sentia. Obrigada pela atenção ee aguardo sua resposta .

    • Olá, José Ademir!
      Para responder esta pergunta seria necessário uma avaliação clínica.
      O médico do trabalho da sua empresa é a pessoa mais indicada para te responder pois ele poderá te examinar e sabe as condições do seu trabalho.
      Não hesite em procurá-lo!
      Boa sorte!

  76. Olá doutora! Tenho 32 anos e fiz uma Ressonância Magnética da coluna cervical em virtude de episódios de dormência nos dedos da mão e pé direito. Tenho dores de coluna desde os 13 anos. Quando adolescente fiz muita fisioterapia, mas as dores sempre me acompanharam. Pratiquei muito esporte, sendo o principal o basquete. O resultado do exame foi o seguinte:
    RELATÓRIO:
    - Junção crânio-vertebral de aspecto anatômico.
    - Retificação com tendência a inversão da lordose cervical fisiológica.
    - Os corpos vertebrais apresentam altura preservada. Destaca-se a presença de pequena área focal de alteração do sinal, caracterizada por intensidade intermediária em T1 e hipersinal em T2 de permeio ã medular óssea do corpo veretebral de C7 junto ao seu platô vertebral superior, que apresenta impregnação após a injeção intravenosa do agente paramagnético. A medular óssea dos demais corpos veretebrais apresentam intensidade de sinal usual nas sequências estudadas.
    - Hipossinal parcial em T2 dos discos intervertebrais da coluna cervical denotando degeneração discal incipiente.
    - Discreto abaulamento discal posterior de C3-C4, que impressiona levemente a face ventral do saco tecal neste nível.
    - Abaulamento discal posterior de C4-C5, que comprime levemente a face ventral do saco tecal neste nível.
    - Discreto abaulamento discal posterior de C5-C6, que comprime levemente a face ventral do saco tecal neste nível.
    - Discreto abaulamento discal posterior de C6-C7, que comprime levemente a face ventral do saco tecal neste nível.
    - Forâmens neurais livres.
    - Canal vertebral com morfologia e dimensão normais.
    - Medula espinhal apresenta contornos lisos e dimensões normais, sem a presença de sinais anômalos.
    - Após a injeção intravenosa do agente paramagnético, não se observam focos de impregnação anômala no presente estudo.
    COMENTÁRIO:
    - Discopatia degenerativa incipiente da coluna cervical cujas topografias, morfologias e repercussões foram supracitadas.
    - A área de alteração do sinal associada a impregnação pelo agente paramagnético pode estar relacionada a hemangioma atípico. Sugere-se controle evolutivo.
    Fiz o exame por recomendação do médico plantonista que me atendeu. Agora, de posse do resultado, médico de qual especialidade devo procurar? Neurologista? Fisiatra? Ortopedista?A dormência que sinto pode estar associada ao quadro descrito? Este hemangioma atípico, devido a sua localização, pode ter complicações mais severas?
    Tenho também condromalácia patelar grau 4, no joelho esquerdo, desde os 19 anos e tive vários outros problemas ortopédicos com episódio aos 15 anos de dor intensa (nervo isquiático) com perda temporária de mobilidade. Tenho tido também dores no pé esquerdo acompanhadas de retração dos nervos que chegam a contorcer a musculatura. Parece um tipo de cãimbra mas que demora a passar. Já fiz cirurgia de varizes aos 26 anos, com retirada da safena da perna esquerda, porém continuo a ter dores nas pernas e inchaço. Não sei se estes outros episódios podem estar associados a perda de sensibilidade e a sensação de formigamento nos dedos… O pior de tudo é que sou muito alérgica, principalmente a medicamentos (Diclofenaco sódico, Profenid, Postoval, Dipirona, Plasil e etc…), por isso geralmente acabo por não procurar tratamento para as minhas dores, pois poucos são os medicmentos que posso tomar e já fiz mais que uma centena de tratamentos fisioterápicos. Doutora por favor me dê alguma luz quanto a que profissional procurar, pois esta perda de sensibilidade e as dores estão me afiligindo muito.

    • Olá, Danielle!
      Sugiro que procure um médico Fisiatra pois seu caso não é cirúrgico e este especialista poderá ajudá-la na reabilitação da coluna juntamente com o joelho.
      Não perca tempo!

  77. Fiz um raio x e deu Mega apófise transversa em L5, sinto muitas dores principalmente pela manhã, Li que o disco “seca” pela idade ou por falta de líquido, eu tomo diuréticos por problema de retenção de líquidos.Será qie isso prejudicou minha coluna?Eu trabalhei sempre sentada, e agora a empresa me mudou de setor, e fui trabalhar de pé, isso pode ter sido a causa? Que exercicios de academia posso fazer que previnam o andamento da minha hérnia?Muito obrigada, seu site é ótimo!

    • Olá, Iris!
      Somente pelo fato de ter uma variação anatômica congênita (megaapófise transversa), já é um motivo para ter dor lombar.
      Os diuréticos apresentam efeito somente na corrente sanguínea, eles não afetam a articulação e portanto, não foi isto que fez a sua dor piorar.
      O sedentarismo, a sobrecarga muscular e a má postura com certeza fizeram suas dores piorarem.
      Se você tem dores, antes de iniciar a prática de exercícios físicos, sugiro que você faça uma reabilitação muscular e aos poucos inicie as atividades físicas, caso contrário, suas dores podem intensificar.
      Sugiro que você procure um médico Fisiatra pois ele poderá orientá-la nesta reabilitação.
      Boa sorte!

  78. Jose Ademir Granziera

    Bom dia. Sei que é complicado dar uma resposta mas disso depende minha vida, já que todos os médicos me disseram que não vou mais poder trabalhar.

  79. Boa Tarde Dra.,
    Tenho 36anos sou Professora, gostaria de saber o que significa este resultado da tomografia que fiz:
    Corpos vertebrais de altura preservada; Pedículos e demais estruturas dos arcos posteriores integros; Articulações interapofisárias sem alterações significativas; Espaços discais mantidos; Abaulamento discal difuso em L5-S1, indentando a face ventral do saco dural; Canal vertebral e foramens neurais de amplitude preservada, eu sinto uma dor no final da minha coluna, principalmente quando sento parecendo que o osso vai me furar e sair, as vezes irradia a dor para a perna direita. O que pode ser? desde já Obrigado!!!

    • Olá, Maria Luiza!
      O resultado da sua tomografia é ótimo!Não acusa nenhuma causa aparente da sua dor na coluna!
      É necessário uma avaliação clínica para ter certeza de que a causa é de origem muscular.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra.
      Boa sorte!

  80. Ola, tenho 35 anos e a 14 anos sofro com dores cronicas na coluna lombar, pois desde os 13 anos trabalhei em serviço pesado, a dois anos fiz uma cirurgia do cotovelo ( neurite, esporao e epicondilite) estou afastado do trabalho desde 2005 e desde la tenho dores horriveis na coluna, veja os sintomas : dores ao apalpar a coluna com um simples toque ja sinto dor, dormencia e dor na parte de tras da coxa, dormencia e formigamento na sola do pe, dores no joelho, sem firmeza na perna ao andar e correr, quando estou com crises nao consigo pisar com o pe direito no chao, dores na coluna com choque, nao consigo ficar muito tempo em pe ou sentado (revesar) e outros…. recentemente fiz um enmg e deu : COMPROMETIMENTO SEVERO RADICULAR CRONICO, ENVOLVENDO OS MIOTONOS USUALMENTE INERVADOS RAIZES L5 E S1 A DIREITA agora a resonancia : LIBIAÇAO OSTEOFOLICA MARGINAL NOS CORPOS VERTEBRAIS DE L3 /L4 E L5
    ALTERAÇOES DEGENERATIVAS CRONICAS INTERFACETARIAS EM L3/L4 L4 L5 E EM L5/S1
    SINAIS DE DESIDRATAÇAO DISCAL EM L3/L4 L4/ L5/S1 COM HIPOSSINAL EM T2
    PROTUSAO DISCAL POSTERO BILATERAL L3/L4 E EM L4/L5 DENTEANDO A PORÇAO VENTRAL DO SACO DURAL E DETERMINANDO REDUÇAO DA PORÇAO INFERIOR DOS FORAMES DE CONJUGAÇAO
    PROTUSAO DISCAL POSTERO MEDIANA L5/S1 COMPRIMINDO A PORÇAO VENTRAL DO SACO DURAL

    E isto ai que tenho, estou tendo crises frequentemente, pois nao estou podendo tomar antiflamatorios, pois sinto fortes dores no rim, so para complicar ainda mais….

  81. DrªThais Sharon.Tenho 46 anos incompletos e já sofri duas cirurgias de hérnia de disco lombar,L5-S1 e L4-L5 nos anos de 1992 e 2001 e atualmente estou com hérnias de disco cervical C4-C5, C5-C6 e C6-C7, sendo que estes dois níveis estão tocando medula e uncoartrose cervical bilateral,enfraquecimento em MSE,dormencia persistente e hérnias lombares nos niveis L3-L4, L4-L5,fibrose em L5-S1 e L4-L5 e discopatia degenerativa tanto nos níveis citados da cervical como também da lombar e perda do gastrocnêmio em MID e falta de força muscular em MID e na eletroneuromiografia acusa processo sugestivo de lesão pré ganglionar em raizes L5-S1,radiculopatia crônica e quando vou ao banheiro sinto dificuldades em defecar ficando quase por 45 minutos e quando me levanto não sinto as pernas do joelho para baixo.meu médico que me operou escreve no laudo que estou com sequela definitiva e incapacitado definitivamente para qualquer atividade laborativa com risco de piora do quadro neurológico.Gostaria de saber se a cirurgia é indicada,pois já me submeto a fisioterapia e as dores são diárias e os fisioterapeutas não fazem tratamento fisioterápico na cervical a não ser elétricos tipo infra vermelho, ultrason e dizem que estou com sintomas de fibromialgia e tomo amitriptilina, gabapentina, bacofeno e naproceno diariamente.DEUS a abençoe e muito obrigado.

    • Olá, Aldo!
      A indicação de cirurgia é frita quando temos um déficit neurológico progressivo.
      Para saber qual o melhor tratamento no seu caso, é necessário uma avaliação com exame físico.
      Sugiro que procure um médico Fisiatra.
      Boa sorte!

  82. Boa tarde, Dra.
    Estou com a Tomografia da minha filha de 23 anos em mãos, e apreensiva com o resultado, diz:
    Realizados cotes axiais de 5,0 mm e 4,0 mm de espessura nos corps vertebrais e espaços discais, qu revelaram.
    Protusão discal difsa em L4/L5 e semicircunferencial em L5/S1, comprimindo o saco dural e os forames intervertebrais.
    Excrescencias ósseas em articulações inter-apofisárias e arcos posteriores.

    O exame foi em virtude de fortes dores lombares, durante quase 2 semanas.
    Aguardo seu comentário, muito obrigada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s